terça, 16 agosto 2022
quarta, 27 julho 2022 01:00

Odemira vai ter ensino superior já no ano lectivo de 2022/2023

Escrito por
O protocolo foi assinado na tarde do passado dia 22 de Julho, no âmbito de inauguração oficial da FACECO O protocolo foi assinado na tarde do passado dia 22 de Julho, no âmbito de inauguração oficial da FACECO DR

O Município de Odemira e o Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) assinaram um memorando de entendimento com vista ao desenvolvimento das condições necessárias ao funcionamento de cursos de ensino superior no concelho de Odemira, para disponibilizar, já no próximo ano lectivo de 2022/2023, os Cursos Técnicos Superiores Profissionais (TeSP) de Desporto e Gestão de Organizações Sociais e uma pós-graduação em Turismo Sustentável
 
O protocolo foi assinado na tarde do passado dia 22 de Julho, no âmbito de inauguração oficial da FACECOFeira das Actividades Culturais e Económicas do Concelho de Odemira
 
Para Hélder Guerreiro, Presidente da Câmara Municipal de Odemira, esta iniciativa representa “aquilo que é uma perspectiva de futuro no território. Queremos muito ter o IPBeja em Odemira e, por isso, tudo faremos para, de alguma forma, corresponder àquilo que são as expectativas dos nossos jovens, criando aqui ofertas de ensino superior para construirmos um caminho de produção de conhecimento no nosso território. Um conhecimento aplicado que, de alguma forma, sirva às empresas e ao desenvolvimento económico e social do nosso território”. 
 
Para Maria de Fátima Carvalho, Presidente do Instituto Politécnico de Beja, esta parceria “é da maior importância” e representa “o concretizar de um ensino de proximidade”, sublinhando a importância de “levar o ensino para onde estão os estudantes, nas suas terras de origem”. 
 
Isabel Ferreira, Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, que acompanhou o momento da assinatura do protocolo, sublinhou que “a qualificação é determinante para qualquer estratégia de desenvolvimento regional e os Politécnicos têm feito um trabalho inexcedível naquilo que é a aproximação aos territórios”.
 
A oferta formativa resulta das preferências identificadas pelos jovens através de um inquérito dinamizado pelo Instituto Politécnico de Beja, em articulação com o Município de Odemira. Numa primeira fase os cursos serão leccionados na Escola Secundária Dr. Manuel Candeias Gonçalves, em Odemira.
 
Modificado em quinta, 28 julho 2022 00:09

Deixe um comentário