domingo, 02 outubro 2022
sexta, 04 fevereiro 2022 16:55

PJ detém mãe e padrasto por suspeita de abuso sexual de menina de 8 anos

Escrito por
Os detidos são residentes no concelho de Évora e não têm antecedentes criminais Os detidos são residentes no concelho de Évora e não têm antecedentes criminais DR

Pela presumível autoria de sete crimes de abuso sexual de crianças em contexto intrafamiliar, um homem e uma mulher foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ), em Évora, revelou esta sexta-feira, 4 de Fevereiro, a polícia de investigação criminal.

Em comunicado enviado às redacções, a PJ refere que os dois suspeitos foram detidos na quinta-feira, pela Unidade Local de Investigação Criminal de Évora (ULIC), fora de flagrante delito e na sequência de mandado judicial.
 
Indiciados por abuso sexual de crianças agravado, o homem e a mulher, de 34 e 31 anos respectivamente, foram presentes, na manhã desta sexta-feira, a primeiro interrogatório judicial no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Évora, desconhecendo-se até ao momento as eventuais medidas de coação aplicadas.
 
Segundo a Polícia Judiciária, o arguido “mantém uma relação análoga ao casamento com a coarguida, progenitora da vítima”, uma menina que começou a sofrer os abusos “aos oito anos, em Novembro de 2020″.
 
A mesmo fonte acrescentou que “foi nessa altura que o casal começou a coabitar” e que começaram “os abusos sexuais da criança, que tem hoje nove anos”.
 
Na mesma nota, a PJ referiu que o homem, “aproveitando a sua ascendência física e familiar, praticou actos sexuais de relevo qualificados”.
 
Os detidos são residentes no concelho de Évora e não têm antecedentes criminais.
 
c/ LUSA
 
 
 
Modificado em sexta, 04 fevereiro 2022 17:13

Deixe um comentário