segunda, 26 setembro 2022

Uma mulher, com 28 anos de idade, morreu e dois homens, um de 20 anos e outro de 28 anos, ficaram feridos com gravidade na sequência de uma colisão entre dois veículos ligeiros de passageiros, seguida de capotamento, ocorrida na Estrada Nacional 261 (EN261), via que liga Grândola à Comporta, no nó de Grândola, ao final da manhã do dia de hoje, segunda-feira, 15 de Agosto.
 
Fonte do Comando Geral da Guarda Nacional Republicana (GNR) avançou que um dos feridos foi heli-transportado pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para o Hospital Garcia de Orta, em Almada, enquanto que o outro ferido foi transportado de ambulância para o Hospital do Litoral Alentejano, no concelho de Santiago do Cacém.
 
O alerta para este acidente foi dado pelas 12:26 horas, conforme informação fornecida pelo Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal.
 
A EN261, na zona onde aconteceu a colisão, chegou a estar cortada ao trânsito nos dois sentidos.
 
No local estiveram elementos dos Bombeiros Voluntários de Grândola, dos Bombeiros Voluntários de Alcácer do Sal, do INEM e militares da GNR, num total de 29 operacionais, apoiados por 11 viaturas.
Modificado em segunda, 15 agosto 2022 20:12

Fonte do Comando Territorial de Évora da Guarda Nacional Republicana (GNR), confirmou há instantes ao Ardina do Alentejo que o jovem Paulo Jorge Caeiro Proença, de 22 anos, que se encontrava desaparecido desde o principio da noite deste domingo, 14 de Agosto, na localidade de Montemor-o-Novo, já foi encontrado. Segundo a mesma fonte, Paulinho, como é também conhecido, encontra-se bem de saúde.
 
A mesma fonte garantiu ainda ao Ardina do Alentejo que as autoridades estavam já a preparar a entrada em acção de diversos meios de busca, nomeadamente cinotécnicos, que não chegaram a ser accionados em virtude do feliz desfecho desta ocorrência.
 
De recordar, tal como o Ardina do Alentejo tinha oportunamente noticiado aqui, a mãe do jovem desaparecido, através da sua página pessoal na rede social Facebook, tinha feito um apelo, “como mãe desesperada”, que teve mais de mil e duzentas partilhas, pedindo a quem pudesse ter visto Paulo Proença, para que entrasse em contactado com a mesma. Nessa mesma publicação, Sandra Santos chegou mesmo a afirma que o seu filho “não se encontra bem”.
Modificado em segunda, 15 agosto 2022 00:40

Desde o principio da noite deste domingo, 14 de Agosto, que está desaparecido Paulo Jorge Caeiro Proença, um jovem de 22 anos, natural e residente em Montemor-o-Novo.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar, decorrem buscas, quer por parte de populares mas também por militares da Guarda Nacional Republicana (GNR), na zona do Castelo de Montemor-o-Novo.
 
Através da sua página pessoal na rede social Facebook, a mãe do jovem desaparecido fez um apelo, “como mãe desesperada”, pedindo a quem possa ter visto Paulo Proença, para que a possa contactar. Nessa mesma publicação, Sandra Santos afirma mesmo que o seu filho “não se encontra bem”.
 
Paulinho, como também é conhecido, tem cerca de 1,85 metros de altura e vestia na altura do desaparecimento calças de ganga azul e t-shirt cinzenta.
 
Todas as informações que levem à descoberta do paradeiro do jovem, devem ser comunicadas à GNR de Montemor-o-Novo, através do número 266898050, ou aos pais, através dos contactos 967942601 (mãe) ou 965874305 (pai).
 
Ao Ardina do Alentejo, fonte do Comando Territorial de Évora da GNR, confirmou que esta força de segurança foi accionada para este desaparecimento. 
 
Modificado em domingo, 14 agosto 2022 23:42

Na passada sexta-feira, a Direcção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo) revelou ter tomado conhecimento do requerimento apresentado ao INPIInstituto Nacional da Propriedade Industrial para registo de doze desenhos correspondentes a padrões de tecidos têxteis de mantas.
 
Segundo a DRC Alentejo, “o requerente é um empresário que alega ser o inventor do desenho dos mesmos”.
 
Em comunicado enviado às redacções, a Direcção Regional de Cultura do Alentejo refere ter constatado que “os padrões em causa correspondem aos utilizados nas chamadas “Mantas do Alentejo” produzidas, desde tempos imemoriais, em zonas do interior do Baixo Alentejo e Alentejo Central, nomeadamente em Mértola e Reguengos de Monsaraz”.
 
 “Estas mantas tradicionais são produzidas desde há séculos, fabricadas com lã e recurso a vários padrões e combinações de padrões, segundo o gosto ou o domínio da técnica de cada tecedeira, ou o gosto de quem encomendava, resultando em peças únicas”, recorda a a DRCAlentejo na mesma missiva.
 
A DRC Alentejo, liderada por Ana Paula Amendoeira, sublinha ainda que “tendo sido encontrados estes padrões nos desenhos cujo registo é solicitado pelo requerente, consideramos que o mesmo, a concretizar-se, se traduz numa apropriação indevida de um saber-fazer específico de uma região, comportando um grave prejuízo para o património imaterial do Alentejo”.
 
Tendo como finalidade impedir a concretização do requerimento apresentado, a Direcção Regional de Cultura apresentou uma reclamação junto do INPI, reclamação essa que se encontra agora a aguardar decisão deste instituto, dentro dos trâmites legais previstos.
Modificado em domingo, 14 agosto 2022 20:54

Entre os dias 13 e 31 de Agosto, e por necessidade de serem efectuados trabalhos inerentes à obra de recuperação e valorização do seu edifício sede, o Convento de Nossa Senhora da Conceição, o Museu Rainha Dona Leonor, em Beja, vai encerrar ao público.
 
Esta obra é realizada no âmbito da candidatura "Valorização e Conservação do Convento de Nossa Senhora da Conceição - Museu Rainha Dona Leonor, em Beja", apresentada ao Alentejo 2020 pela Associação Portas do Território, em parceria com a Direcção Regional de Cultura do Alentejo e a Câmara Municipal de Beja.
 
Em função dos condicionamentos impostos pelos trabalhos em curso, o Museu Rainha Dona Leonor reabre ao público a partir do próximo dia 1 de Setembro, com um regime de visitas acompanhadas.
 
O Núcleo Visigótico do Museu, instalado na Igreja de Santo Amaro, junto ao Castelo de Beja, manter-se-á aberto sem qualquer alteração ao seu horário normal de funcionamento, de terça-feira a domingo, das 10 às 12:30 horas e das 14 às 17:30 horas.
Modificado em sábado, 13 agosto 2022 12:41

O sino da ermida situada junto ao histórico sítio da Batalha de Ourique, perto da localidade de Castro Verde, no distrito de Beja, foi furtado e a paróquia já apresentou queixa na Guarda Nacional Republicana (GNR), revelou o pároco de Castro Verde, Luís Fernandes.
 
O pároco Luís Fernandes, em declarações à Lusa, indicou que, dos objectos agora furtados na Ermida de São Pedro das Cabeças, o sino em bronze, do século XVII ou XVIII, é "o mais irreparável".
 
O responsável adiantou ainda que "só se pode aceder à torre pelo telhado. Portanto, subiram para cima do telhado e arrancaram, literalmente, o sino e deixaram ficar o cabeçalho e as ferragens espalhadas em volta da capela".
 
Em relação aos outros objectos furtados, o padre assinalou que "eram imagens populares, de pouco valor, que se podem comprar em Fátima", porque "já há muito tempo" que foi retirada a arte sacra das ermidas mais isoladas da zona para evitar os furtos.
 
O pároco Luís Fernandes disse ter sido alertado para o furto pela GNR, na tarde de terça-feira, que o contactou depois de um popular ter avisado as autoridades de que a igreja estaria com a porta aberta.
 
O furto terá ocorrido "nesta última quinzena, porque no dia 25 de Julho, houve uma cerimónia" junto à ermida e, nesse dia, "estava tudo em condições, com o sino na torre e as imagens no interior", afirmou.
 
Segundo o responsável, o local onde se situa a igreja, apesar de ser isolado, a pouco mais de cinco quilómetros da vila de Castro Verde, "é um sítio com bastante passagem", porque é "o lugar mais emblemático da zona e muito visitado por turistas".
 
O sino furtado data do século XVII ou XVIII, já que foi colocado "quando foi feita a ampliação da ermida", que também é datada desse período, realçou, baseando-se na "informação das crónicas históricas" da paróquia.
 
Fonte do Comando Territorial de Beja da GNR confirmou que foi apresentada uma queixa por furto na ermida, limitando-se a adiantar que os factos vão ser comunicados ao Ministério Público e que o caso seguirá para investigação.
 
De acordo com a Câmara Municipal de Castro Verde, o sítio de São Pedro das Cabeças é "uma referência na historiografia portuguesa como local da Batalha de Ourique, no século XII" e um "local de forte importância histórica para o concelho".
 
A lenda conta que Afonso Henriques defrontou, em 25 de Julho de 1139, nos então chamados "Campos de Ourique", um vasto exército comandado por cinco reis mouros e, após a vitória, os seus soldados levaram-no a autoproclamar-se Rei de Portugal.
 
O sítio de São Pedro das Cabeças é um dos locais onde a Câmara de Castro Verde promove, anualmente, em Julho, diversas iniciativas para assinalar a passagem de mais um aniversário sobre a Batalha de Ourique.
 
c/ LUSA
Modificado em quinta, 11 agosto 2022 01:14

Foi aprovada no dia de ontem, quarta-feira, 10 de Agosto, em Reunião do Executivo da Câmara Municipal de Sousel, a lista definitiva dos candidatos a quem será atribuída bolsa de estudo por parte da autarquia souselense.
 
A atribuição destas bolsas de estudo representa um investimento total da autarquia liderada por Manuel Valério, no apoio à educação, formação e capacitação dos jovens do concelho, superior a 30 mil euros.
 
A edilidade refere, em nota de imprensa enviada às redacções, que este apoio, “que não existia no concelho desde 2009, e que até então abrangia apenas alunos universitários com dificuldades económicas, foi agora alargado a todos os jovens residentes no concelho que frequentem o Ensino Superior”.
 
 
 
Modificado em quinta, 11 agosto 2022 01:16

Através da Unidade Regional do SulUnidade Operacional de Évora, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), realizou uma operação de fiscalização que resultou no desmantelamento de um matadouro ilegal, que se encontrava localizado dentro de uma exploração pecuária, no distrito de Évora.
 
Segundo comunicado do órgão de Polícia Criminal, “no decurso da intervenção foi constatado que ali se procedia ao abate de animais de forma ilícita, em local não licenciado para o efeito, e sem condições de higiene adequadas, não sendo os animais sujeitos à inspecção sanitária obrigatória para despiste de doenças”.
 
A mesmo nota refere que “durante a acção, foi possível verificar que posteriormente ao referido abate ilegal, a carne dos animais abatidos era comercializada para um estabelecimento de restauração e bebidas, sendo assim receptor e responsável pela entrada no circuito do consumo público, sendo que após acção de inspecção, foi verificada a falta de condições de higiene, tendo sido determinada a suspensão da actividade”.
 
Como balanço desta acção da ASAE, foi instaurado um processo-crime por abate clandestino e pela prática dos crimes contra a saúde pública de géneros alimentícios anormais avariados, tendo sido apreendidos 500 quilos de produtos cárneos, quatro facas, dois cutelos e um machado, tudo num valor aproximado de 4 mil euros.
 
Esta operação de fiscalização contou com o apoio da Guarda Nacional Republicana (GNR).
 
O comunicado da ASAE termina com o órgão de Polícia Criminal a garantir que continuará a “desenvolver acções de fiscalização, no âmbito das suas competências, em todo o território nacional, em prol de uma sã e leal concorrência entre operadores económicos, na salvaguarda da segurança alimentar e saúde pública dos consumidores”.
 
 
Modificado em quarta, 10 agosto 2022 22:50

O Dia Internacional da Juventude comemora-se a 12 de Agosto.
 
De forma a assinalar a data, a Câmara Municipal de Portalegre irá proporcionar entradas livres nas piscinas municipais e nos espaços museológicos da cidade, para todos os jovens até aos 29 anos de idade.
 
Em 2022, o tema definido pelas Nações Unidas é “Solidariedade Intergeracional: Criando um mundo para todas as idades”. Mais uma vez, a comemoração desta data pretende evidenciar o potencial transformador da juventude na sociedade e na sustentabilidade social, económica e ambiental.
 
O Dia Internacional da Juventude celebra-se a 12 de Agosto, por resolução da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em 1999, em resultado de recomendação da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, reunida em Lisboa, de 8 a 12 de Agosto de 1998.
 
A autarquia liderada por Fermelinda Carvalho refere que se encontra “empenhada em auscultar os jovens, entender as suas necessidades, expectativas e tendências, apelando a uma maior participação cívica e tornando-os parceiros da política municipal”, estando já marcada para o dia 1 de Setembro, uma reunião que tem como objectivo a reactivação do Conselho Municipal de Juventude.
 
Modificado em terça, 09 agosto 2022 22:29