sexta, 22 outubro 2021

 
Uma médica do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) que, no ano de 2019, deu alta a uma criança de 20 meses, que viria a falecer poucas horas depois, foi acusada de homicídio por negligência pelo Ministério Público (MP).
 
De acordo com um comunicado divulgado na manhã desta quarta-feira, no site do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Évora, o caso remonta a 30 de Abril de 2019, quando a criança de apenas 20 meses, com "um quadro clínico de laringite aguda", foi "atendida e observada no HESE pela arguida", que, na altura, exercia funções naquela unidade hospitalar.
 
A missiva explica que, mesmo a registar “uma subida dos batimentos cardíacos e uma diminuição dos níveis de oxigénio no sangue", a arguida decidiu dar “alta à criança no mesmo dia”. Nesse dia, a criança "acabou por falecer de edema laríngeo, devido a edema da laringe, que impedia a passagem de ar para os pulmões".
 
O MP considerou que, com esta falha no diagnóstico, “a arguida desrespeitou as 'legis artis', as orientações técnicas da Direcção-Geral da Saúde a seguir nas urgências em idade pediátrica e o protocolo do HESE a seguir nos casos de laringotraqueíte aguda".
 
Esta decisão foi corroborada pela conclusão que a Entidade Reguladora da Saúde (ERS) anunciou, em Setembro passado: Foi possível reconhecer que o bebé de 20 meses recebeu alta quando "ainda apresentava sinais não tranquilizadores".
 
"Conclui-se que no momento da alta a criança ainda apresentava sinais não tranquilizadores em relação ao controle e evolução da situação clínica", apurou a ERS sobre este caso, segundo a publicação de deliberações do segundo trimestre deste ano.
 
A ERS também adiantou que ia remeter os autos do processo à Ordem dos Médicos, a quem "competirá aferir da existência ou não de fundamentação clínica das decisões adoptadas pelos profissionais responsáveis pelo atendimento da utente".
 
No dia em que o caso ocorreu, o HESE indicou à LUSA que a criança chegou ao Serviço de Urgência Pediátrica (SUP), inicialmente com "um quadro de paragem cardiorrespiratória", tendo sido transportada pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).
 
"Foi assistida pelas equipas de profissionais do SUP e de Urgência Geral, que realizaram todas as manobras de reanimação, sem sucesso", apontou na altura o HESE, indicando que foi prestada "assistência psicológica aos pais, após o sucedido".
 
Contudo, segundo o hospital, a criança já tinha estado no HESE, no dia anterior, com sintomas de laringite, permaneceu na unidade para vigilância e teve alta na manhã seguinte, por apresentar uma "franca melhoria" do seu quadro clínico.
 
"Aparentemente, os dois episódios de urgência não estarão relacionados. Todavia, os resultados da autópsia esclarecerão a causa de morte", assinalou o HESE àquela data.
 
 
 
 
 
 
Modificado em quarta, 20 outubro 2021 15:35

 
Criado no âmbito da Associação Coração Delta do Grupo Nabeiro Delta Cafés, o programa “Tempo Para Dar” tem como objectivo geral colmatar a solidão e as necessidades sentidas pelos idosos.
 
Das várias acções desenvolvidas pelo “Tempo para Dar” destacam-se o voluntariado no domicílio, a oferta de bens e equipamentos, o banco de ajudas técnicas e a reabilitação de habitações.
 
Por estar registada como uma das grandes lacunas o apoio aos idosos ao nível da higiene pessoal, irá decorrer nos dias 23 e 24 de Outubro, a 8ª Campanha de Angariação de produtos daquela gama.
 
A Campanha Solidária “É Tempo de Ajudar” irá decorrer nas lojas Intermarché de Campo Maior, Elvas, Vila Viçosa, Estremoz, Évora, Vendas Novas, Redondo, Ponte de Sor, Portalegre, Portel e Montemor-o-Novo.
 
O Corpo Nacional de Escutas (CNE) é parceiro da Associação Coração Delta nesta campanha, e irá marcar presença nas lojas com a sua força de voluntariado. 
 
De forma a que seja garantida a maior eficácia e objectividade na atribuição dos kit’s de higiene, o programa “Tempo para Dar” tem vindo a estabelecer contactos com os municípios em cujas áreas geográficas decorre a campanha. Neste sentido, irão ser os gabinetes de acção social das autarquias os responsáveis por sinalizar e entregar os kit’s aos idosos mais desfavorecidos do respectivo concelho.
 
 
 
 
 
 
Modificado em domingo, 17 outubro 2021 13:25

 
Através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Estremoz, o Comando Territorial de Évora da Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve, na passada quarta-feira, dia 13 de Outubro, no concelho de Sousel, um homem de 28 anos pelo crime de tráfico de estupefacientes.
 
Em comunicado enviado às redacções, a força de segurança refere que esta detenção surge “no seguimento” de uma investigação que “já tinha permitido deter”, no passado dia 30 de Setembro, tal como o Ardina do Alentejo oportunamente aqui noticiou, “sete homens” com idades compreendidas entre os 17 e os 40 anos, por “tráfico de estupefacientes e posse de arma proibida”, nos concelhos de Estremoz, Sousel e Campo Maior, tendo sido possível apurar que “o grupo organizado adquiria o produto estupefaciente e disponibilizava-o localmente e noutros concelhos”.
 
A mesma nota adianta ainda que “no seguimento das diligências policiais”, foi realizada “mais uma busca domiciliária e outra em veículo”, que permitiu apreender “dois telemóveis, uma balança de precisão e uma viatura”.
 
O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Évora para primeiro interrogatório, tendo sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.
 
 
 
 
 
 
Modificado em sexta, 15 outubro 2021 17:08

 
O Castelo de Terena vai ser o palco de um encontro de balonismo que prevê a saída de cinco a seis balões de ar quente do interior das suas muralhas para um voo conjunto nos céus do concelho de Alandroal.
 
Marcado para o próximo sábado, dia 9 de Outubro (sujeito às condições meteorológicas favoráveis) o encontro marca também o momento de apresentação oficial da publicitação da marca para o turismo do concelho – Alandroal, uma história que nunca acaba – num balão de ar quente de uma nova empresa a operar no concelho com esta oferta de animação turística.
 
O Município está apostado em promover a sua marca em diferentes espaços e suportes e, ao mesmo tempo, contribuir para o surgimento e sustentabilidade inicial de várias empresas de animação turística que aumentem as dinâmicas económicas, criem postos de trabalho e contribuam para o aumento da atractividade global do concelho.
 
Além do balão de ar quente está prevista, para já, a expressão publicitária da marca num paramotor e num “tuk-tuk”, o que corresponderá a três novas empresas de animação turística a operar no concelho e, pelo menos, três postos de trabalho criados.
 
 
 
 
 
 
Modificado em quarta, 06 outubro 2021 11:52

 
Com uma dotação total de 1,23 milhões de euros, e destinado para o financiamento de projectos de combate à desertificação, nomeadamente em toda a região do Alentejo, o Ministério do Ambiente e Acção Climática anunciou, na passada segunda-feira, o lançamento de um novo aviso/concurso dos EEA Grants.
 
Em comunicado, o ministério tutelado por João Matos Fernandes adianta que o financiamento visa “projectos de preparação para condições meteorológicas extremas, de gestão de riscos no contexto das alterações climáticas, designadamente no combate à desertificação”.
 
As candidaturas estão abertas até 18 de Janeiro de 2022, sendo elegíveis entidades promotoras públicas ou privadas, comerciais ou não comerciais, e as organizações não governamentais legalmente estabelecidas como pessoas colectivas em Portugal.
 
De modo a garantir a observação das especificidades territoriais, foram definidas três áreas prioritárias, em função da degradação dos solos por índice de aridez: Trás-os-Montes, Douro, Beiras e Serra da Estrela (área prioritária A), Algarve, Baixo Alentejo e Alentejo Central (área prioritária B), e Beira Baixa e Alto Alentejo (área prioritária C).
 
O ministério destaca que “a reprogramação do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu para 2014-2021 permitiu o reforço de dotação em um milhão de euros e o lançamento deste novo aviso, no âmbito do ‘Programa Ambiente, alterações climáticas e economia de baixo carbono’”.
 
Ainda na mesma nota, a tutela lembra que, através dos EEA Grants, a Islândia, o Liechtenstein e a Noruega estabelecem o objectivo de reduzir as disparidades sociais e económicas na Europa, reforçando as relações bilaterais com os Estados beneficiários.
 
 
 
 
 
 
Modificado em quarta, 06 outubro 2021 11:48

 
Devido ao facto de no dia de hoje, 4 de Outubro, a equipa de educadoras de infância da Santa Casa da Misericórdia de Borba ter ficado desfalcada de um dos seus elementos, a instituição necessita de preencher essa vaga deixada em aberto, tendo lançado uma informação de recrutamento de Educadora de Infância.
 
Conforme informação avançada na página oficial da Santa Casa da Misericórdia de Borba na rede social Facebook, as (os) interessadas (os) deverão enviar o seu curriculum vitae para o e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou para a própria instituição, através da morada Rua Quinta da Prata nº 3, 7150-154 Borba.
 
Segundo a Santa Casa da Misericórdia de Borba, o requisito primordial que as (os) candidatas (os) deverão preencher será o de disponibilidade imediata.  
 
 
 
 
 
 
Modificado em quarta, 06 outubro 2021 11:49

 
Em colaboração com o Comando Territorial de Portalegre da Guarda Nacional Republicana (GNR), a Guardia Civil de Badajoz obrigou cerca de 300 portugueses, entre os quais 40 menores, a desmantelarem quatro acampamentos, situados entre Lobón e Talavera la Real, e a regressarem a Portugal.
 
A delegada do Governo espanhol na Extremadura, Yolanda Seco, referiu em conferência de imprensa, que esta acção foi desencadeada depois de se ter registado um significativo aumento de roubos e de outros crimes naquela zona da Extremadura espanhola, após os acampamentos terem sido montados pelos cidadãos de nacionalidade portuguesa.
 
Yolanda Seco adiantou ainda que, no decorrer da acção policial, as autoridades detiveram cinco portugueses por roubo, e um outro por tráfico de droga. Os seis detidos viviam no acampamento.
 
Ainda segundo a delegada governamental, esta operação “permitiu evitar que as pessoas continuassem a viver em condições complicadas, sobretudo os menores".
 
 
 
 
 
 
Modificado em sexta, 01 outubro 2021 18:01

 
Através do Posto Territorial de Castelo de Vide, o Comando Territorial de Portalegre da Guarda Nacional Republicana (GNR), deteve no dia de ontem, quinta-feira, 30 de Setembro, um homem de 25 anos, na sequência de um furto ocorrido em Castelo de Vide.
 
Segundo a força de segurança refere em comunicado, “no seguimento de uma denúncia por furto de uma carteira, foi possível apurar que o suspeito subtraiu uma mala que continha dinheiro e alguns cartões de multibanco, enquanto se encontrava num estabelecimento”.
 
Na mesma nota, a GNR acrescenta ainda que “no momento em que foi detectado pelo proprietário do estabelecimento” o individuo “colocou-se em fuga com recurso a um veículo”.
 
Através das patrulhas accionadas e dos principais eixos controlados”, o suspeito foi “interceptado e detido” ainda na posse do dinheiro furtado, tendo a viatura em que se colocou em fuga “sido apreendida”.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar, os 660 euros furtados foram recuperados, bem como os documentos que se encontravam na carteira, que foram devolvidos ao legítimo proprietário.
 
Presente ao Tribunal Judicial de Portalegre, foi aplicada ao detido a medida de coação de Termo de Identidade e Residência (TIR).
 
 
 
 
 
 
Modificado em sexta, 01 outubro 2021 17:42

 
Integrado no Festival GastronómicoVila Viçosa à Mesa”, tem início na próxima terça-feira, 4 de Outubro, decorrendo até ao dia 10 do mesmo mês, a Semana do Javali.
 
Sendo a caça ao javali uma prática na região alentejana, é possibilitado, através desta iniciativa, aos apreciadores desta carne, degustarem diversas formas da sua confecção: feijoada de javali, javali assado no forno,  folhado de javali, medalhões de javali com puré de maçã e castanhas, terrina de javali com frutos silvestres, lombinho de javali em vinho tinto, são alguns exemplos das iguarias que se podem encontrar nos oito restaurantes aderentes: Adega 7160, Florbela Espanca, Núcleo do Sporting, Ouro Branco, Pousada Convento, Restauração, Safari e Taverna dos Conjurados.
 
O Festival Gastronómico “Vila Viçosa à Mesa” decorre durante todo o ano, sempre na primeira semana de cada mês, dando corpo e alma à oferta gastronómica do concelho de Vila Viçosa.
 
Segundo a Câmara Municipal de Vila Viçosa, o festival “pretende elevar mais alto” a oferta gastronómica do concelho, “aliciar e trazer aos estabelecimentos de restauração” do concelho calipolense “os turistas e visitantes” que procuram estas paragens, sempre “com ofertas gastronómicas temáticas que evidenciam o melhor que há para degustar em Vila Viçosa”.
 
 
 
 
 
 
Modificado em sexta, 01 outubro 2021 16:44

PUB