segunda, 28 novembro 2022
quinta, 31 março 2016 12:16

Guarda estremocense em destaque na página de Facebook da GNR

Escrito por
André Silva foi a personagem principal de um acto heróico ocorrido em Coruche, a 24 de Março André Silva foi a personagem principal de um acto heróico ocorrido em Coruche, a 24 de Março Facebook da GNR
Há sensivelmente um ano, mais concretamente em Maio de 2015, demos aqui notícia do facto do agente da PSP Hermano Beliz, estar em destaque na página oficial da rede social Facebook da Polícia de Segurança Pública.
 
Eis que a história se repete, mudando a força de segurança e o protagonista, mas mantendo um denominador comum: ser estremocense.
 
André Pequito Silva, militar no Posto Territorial de Coruche da Guarda Nacional Republicana (GNR) esteve em destaque, em conjunto com um outro seu colega, na passada terça-feira, dia 29 de Março, na página oficial da força de segurança na rede social Facebook.
 
André Silva foi a personagem principal de um acto heróico ocorrido em Coruche, a 24 de Março.
 
Nesse mesmo dia, uma mulher, de 50 anos, estava caída nas águas do Rio Sorraia. Depois de alertados, por um popular, os dois militares que se encontravam de patrulha, foram de imediato para o local. Sem olhar para trás e não pensando em mais nada, André Pequito Silva lançou-se à água, fardado, conseguindo retirar a vítima da água, com a ajuda do outro militar. A vítima, em estado de pânico, foi salva com sucesso, recebeu os primeiros socorros no local e depois foi transportada para o Hospital Distrital de Santarém.
 
André Pequito Silva tem 30 anos. Fez a sua formação académica em Estremoz, até ao 9º ano, tendo depois ingressado na Escola Profissional de Alter do Chão, onde tirou o 12º ano.
 
Depois de concluído o Curso de Formação de Guardas da Guarda Nacional Republicana, na cidade de Portalegre, o estremocense foi colocado no Posto da GNR de Vilamoura, tendo posteriormente sido transferido para o Posto Territorial de Coruche, onde ainda se encontra.

1 comentário

  • Ligação de comentário José C F Cordeiro quinta, 31 março 2016 19:04 postado por José C F Cordeiro

    Há tantas condecorações aplicadas por dirigir e aplicar um bom português escrito, a minha mensagem sabendo que foi o ano passado faço votos que não caiam no esquecimento pois tem sempre influência a palavra de quem escreve a ocorrencia e não é só um é a patrulha condecorada.Militar na reforma Cordeiro

Deixe um comentário

PUB