sexta, 01 julho 2022
sábado, 19 março 2022 11:40

Por unanimidade e com aclamação, Estremoz integra Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica

Escrito por
Com a adesão de Estremoz a esta associação, passam a ser cinco os concelhos alentejanos que integram a APCVC Com a adesão de Estremoz a esta associação, passam a ser cinco os concelhos alentejanos que integram a APCVC DR

Decorreu no dia de ontem, sexta-feira, 18 de Março, em Vila Nova de Poiares, vila do distrito de Coimbra, a Assembleia Geral da Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica (APTCVC).
 
Entre os diversos pontos da ordem de trabalhos desta Assembleia Geral, estava a candidatura do Município de Estremoz à APTCVC. Acompanhavam Estremoz neste ponto da ordem de trabalhos, tendo o mesmo objectivo de integração, as cidades de Loures e de Vila Real.
 
A incorporação da cidade branca do Alentejo na APTCVC foi aprovada por unanimidade e com aclamação. Estremoz fez-se representar nesta Assembleia Geral da APTCVC pela Chefe de Gabinete, Elsa Severo, e pelo Técnico Superior da Cultura, Luís Parente.
 
Com a adesão de Estremoz a esta tão importante associação, passam a ser cinco os concelhos alentejanos que integram a APTCVC. Estremoz junta-se assim a Redondo, Reguengos de Monsaraz, Viana do Alentejo e Montemor-o-Novo.
 
A Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica, ou APTCVC, é uma associação sem fins lucrativos, fundada em 2018, constituída por 21 municípios portugueses.
 
A APTCVC tem por missão promover e incentivar o desenvolvimento económico, turístico e patrimonial dos territórios com larga expressão de cerâmica, abrangido pelos municípios membros, contribuindo para o reforço da identidade cultural e preservação da memória colectiva.
 
A APTCVC tem como visão promover a nível nacional e internacional a defesa, preservação e promoção do património cultural associado à actividade cerâmica.
 
São municípios fundadores da APTCVC, os municípios de Alcobaça, Aveiro, Barcelos, Batalha, Caldas da Rainha, Ílhavo, Mafra, Montemor-o-Novo, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Tondela, Viana do Alentejo, Viana do Castelo e Vila Nova de Poiares.
 
Em 2020, foram admitidos os municípios de Oliveira do Bairro e de Porto de Mós, seguidos em 2021 pelos municípios de Leiria e de Condeixa. Na última Assembleia Geral, foram admitidos os concelhos de Estremoz, Loures e Vila Real.
Modificado em sábado, 19 março 2022 12:01

Deixe um comentário

PUB