segunda, 23 maio 2022
quarta, 15 dezembro 2021 04:07

Pousada Rainha Santa Isabel deve reabrir em meados de Fevereiro

Escrito por
Pousada Rainha Santa Isabel é considerada uma das mais belas e emblemáticas pousadas do país Pousada Rainha Santa Isabel é considerada uma das mais belas e emblemáticas pousadas do país DR

Gerida pelo Grupo Pestana Pousadas, a Pousada Rainha Santa Isabel, em Estremoz, considerada uma das mais belas e emblemáticas pousadas do país, encontra-se encerrada há já largos meses.
 
Em princípios de Novembro de 2021, foi notícia que a “falta de mão-de-obra qualificada” seria uma das causas principais para o encerramento da unidade hoteleira. O Covid-19 e a situação pandémica que se vive terá tido também influência neste desfecho.
 
O tema do encerramento da Pousada Rainha Santa Isabel, a consequente impossibilidade de visita e subida ao topo da Torre de Menagem, Monumento Nacional desde 1910, e todo o impacto que esta situação tem na economia local e da região, bem como o impacto ao nível do turismo, prejudicando cidadãos nacionais e estrangeiros impossibilitados de visitar a pousada, todo o seu espólio (que inclui peças pertença do Município de Estremoz), e Torre de Menagem tem sido tema recorrente nas reuniões do Executivo Municipal da autarquia estremocense.
 
A vereadora Sónia Ramos, eleita nas listas da coligação Estremoz com Futuro (PSD/CDS), chegou mesmo a referir na reunião do executivo da Câmara Municipal de Estremoz, realizada no passado dia 2 de Dezembro, que a Secretaria de Estado do Turismo, a quem o Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, José Daniel Sádio, solicitou uma reunião com carácter de urgência, deveria “priorizar a nível nacional este assunto” porque o encerramento da “Pousada de Estremoz é um assunto nacional, além de ser naturalmente um assunto local”.
 
A vereadora social-democrata afirmou ainda que “é fundamental para esta região que a pousada tenha uma solução do ponto de vista da sua abertura, não só pela questão da economia local, mas também pela questão turística e pela identidade deste monumento junto de todos os estremocenses”.
 
Já depois de uma reunião ocorrida entre o Grupo Pestana e o Executivo da Câmara Municipal de Estremoz, promovida pela Secretaria de Estado do Turismo, José Daniel Sádio, em declarações ao Ardina do Alentejo, referiu que nessa reunião “foram partilhadas algumas questões e percebemos as explicações que nos foram dadas por parte do Grupo Pestana, que têm a sua legitimidade, em relação à suspensão da actividade”. O edil estremocense adiantou à nossa equipa de reportagem que “neste momento, a previsão, por parte do Grupo Pestana, é que a Pousada volte a retomar a sua actividade em meados de Fevereiro”.
 
O autarca salientou que “por parte da Câmara Municipal, ouvida a empresa e a sua administração, e também partilhada essa preocupação com a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, pouco mais há a fazer neste momento do que aguardar. O papel da Câmara foi feito”. José Daniel Sádio reiterou, no entanto, que “seria importante até abreviar esse espaço temporal, e que o mais rapidamente possível consigamos abrir esse espaço tão digno de Estremoz e que está infelizmente encerrado há muito, muito tempo. Esperemos que se consiga resolver o mais rápido possível as questões que foram levantadas”.
 
Praticamente no final desta breve conversa, José Daniel Sádio mostrou-se convicto que “no limiar, em Fevereiro voltemos a ter a nossa pousada aberta ao público e a ser visitada, que é um espaço de excelência no nosso concelho”.
Modificado em quarta, 15 dezembro 2021 04:21

Deixe um comentário

PUB