segunda, 26 setembro 2022

Na passada madrugada de quarta para quinta-feira, sensivelmente à 01 da manhã, o “Camião Solidário” da empresa Ricardo Pico Transportes, imagem de marca da campanha “Vamos ajudar a Ucrânia”, chegou ao destino, em Siret, na fronteira entre a Roménia e a Ucrânia.
 
A campanha de solidariedade “Vamos ajudar a Ucrânia” foi um sucesso, tendo sido possível angariar 24 toneladas de bens, doados quer por empresários estremocenses, quer pela população de Estremoz, bem como por cidadãos dos concelhos limítrofes de Borba, Vila Viçosa, Campo Maior, Elvas e Arraiolos.
 
Os bens angariados durante a campanha “Vamos ajudar a Ucrânia”, que saíram de Estremoz na tarde do passado sábado, já percorreram os quase 4 mil quilómetros que distam entre a cidade branca do Alentejo e Siret, cidade romena que faz fronteira com a Ucrânia.
 
Ainda em território romeno, Ardina do Alentejo esteve à conversa com Ricardo Pico, empresário proprietário do “Camião Solidário”, e que o mesmo fez questão de levar a bom porto. A missão solidária, as dificuldades encontradas na viagem e as imagens marcantes já em terreno romeno foram alguns dos temas abordados durante esta breve conversa telefónica, numa chamada efectuada com mais de 3500 quilómetros de distância.
 
Ardina do Alentejo – As 24 toneladas de bens que saíram de Estremoz em direcção à Ucrânia  chegaram ao destino. Missão cumprida?
Ricardo Pico (RP)  Missão cumprida. Totalmente. Uma missão cumprida com muito orgulho, tanto da minha parte, como certamente da parte dos outros intervenientes, que depositaram os seus donativos na minha pessoa.
 
Ardina do Alentejo – O que é que foi mais complicado nestes 3900 quilómetros de viagem?
RP – A passagem entre países, com problemas na Hungria e na Roménia. Essas foram as maiores dificuldades. 
Apanhámos uma multa na Hungria, por trazermos 200 quilos a mais, e depois passados cinco quilómetros foi-nos aplicada uma outra multa de peso, que deixou de ser 200 quilos a mais, para passar a 3 mil quilos a mais.
 

E esse foi um dia tramado para mim, porque essa parte tocou-me muito. São imagens fortíssimas, para mais vistas no local.

Ardina do Alentejo – Agora vai-se iniciar a viagem de regresso. Sabendo o que sabe hoje, depois de percorrido todo este trajecto, depois de todas as dificuldades, voltava a meter-se nesta aventura?
RP – Voltava. Sim, sem dúvidas, voltava.
 
Ardina do Alentejo – Quem acompanhou a vossa viagem, através das redes sociais, sabe que eram partilhados vários vídeos diários. Aquele vídeo, já na fronteira de Siret, na Roménia, com as mulheres e crianças a passarem a fronteira, são imagens que jamais irá apagar da memória?
RP – Sim. Sem dúvida que essa parte é fortíssima. E esse foi um dia tramado para mim, porque essa parte tocou-me muito. São imagens fortíssimas, para mais vistas no local.
 
Ardina do Alentejo – Que mensagem deixa a todos quantos têm acompanhado, através das redes sociais, esta sua missão e do Norberto, e a todos quantos têm também comentado as suas redes sociais?
RP – Agradecer toda a confiança que depositaram em mim, agradecer a confiança em relação à viagem que ia fazer, e o terem confiado os seus donativos na minha pessoa. Conseguimos trazê-los ao destino e todos, unidos, lutámos para o conseguir e conseguimos descarregar o camião na fronteira de Siret, na Roménia.
 
A campanha de solidariedade “Vamos ajudar a Ucrânia” foi, acima de tudo, um conjugar de esforços: do Município de Estremoz, da Ricardo Pico Transportes, da Rede Europeia de Sítios da Paz, da Nelson Luz, Lda, dos diversos empresários alentejanos que contribuíram com os mais variados bens, dos cidadãos de Estremoz e dos concelhos limítrofes que voltaram a dizer “sim” quando se trata de solidariedade, e das muitas associações e instituições que não olharam para trás na altura de ajudar quem mais precisa.
 
O Ricardo Pico, e o seu fiel companheiro de viagem Norberto, chegam a Estremoz, se tudo correr dentro do previsto, na próxima quarta-feira. 
Modificado em quinta, 17 março 2022 21:48

Através das valências do Destacamento Territorial de Estremoz, o Comando Territorial de Évora da Guarda Nacional Republicana (GNR), fiscalizou 14 estabelecimentos e detectou mais de 30 infrações durante uma operação de prevenção e combate à criminalidade, realizada no passado fim de semana, nos dias 12 e 13 de Março, nos concelhos de Arraiolos, Borba, Estremoz e Mora.
 
Em comunicado enviado às redacções, a força de segurança refere que “no âmbito de uma operação de prevenção e combate à criminalidade”, onde estiveram empenhados “34 militares, de diversas valências da GNR”, foram detectadas “30 infracções no âmbito da fiscalização a estabelecimentos”, apreendidas “três máquinas de jogo”, emitidos “dois autos de contraordenação por modalidades afins”, constituído “um arguido por exploração ilícita de jogo”, detido um individuo “por condução de veículo automóvel com taxa de álcool no sangue superior à permitida por lei”, emitido “um auto de contraordenação por posse de estupefaciente para consumo”, e elaborado “um auto de notícia por exercício ilícito de actividade de segurança privada”.
 
Todos estes factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Estremoz.
 
Ainda segundo a nota de imprensa, esta “operação contou com o reforço de militares e de binómios de detecção de droga do Destacamento de Intervenção (DI) de Évora”.
 
A GNR salienta que pretende “através da realização destas operações, combater a criminalidade e fortalecer o sentimento de segurança da população, procurando ainda prevenir ilícitos criminais”.
Modificado em terça, 15 março 2022 00:34

A centenária Praça de Touros de Estremoz vai ser gerida nos próximos três anos pela TTETertúlia Tauromáquica de Estremoz.
 
De acordo com o documento enviado às duas associações candidatas à gestão do tauródromo estremocense, a que Ardina do Alentejo teve acesso, é referido que “nos termos do disposto no artigo 6º do «Procedimento para Atribuição do Direito de Exploração da Praça de Touros de Estremoz»”, o júri do procedimento deliberou “propor a atribuição do Direito de Exploração da Praça de Touros de Estremoz à Associação Tertúlia Tauromáquica de Estremoz”.
 
No Relatório de Análise das Propostas para Atribuição do Direito de Exploração da Praça de Touros de Estremoz, é ainda mencionado que esta decisão surge “em virtude” da proposta da TTE – Tertúlia Tauromáquica de Estremoz “ser a proposta economicamente mais vantajosa”.
 
A TTE, liderada por Marco Pernas, vê assim concretizado um desejo antigo, o de gerir a Praça de Touros de Estremoz.
 
Ao que Ardina do Alentejo conseguiu ainda apurar junto de fonte ligada à TTE, a colectividade estremocense já está a encetar esforços, não só para dotar o tauródromo estremocense de todas as condições para a realização de espectáculos tauromáquicos, mas também tendo em vista a composição do cartel da corrida que fará parte integrante do programa da edição de 2022 da FIAPEFeira Internacional Agropecuária de Estremoz.  
Modificado em quinta, 10 março 2022 17:07

No âmbito do combate à contrafacção e ilícitos criminais conexos, nomeadamente, os relacionados com a imitação e uso ilegal de marca, a ASAE - Autoridade de Segurança Alimentar e Económica e o Comando Distrital de Évora da Polícia de Segurança Pública (PSP), realizaram na manhã deste sábado, dia 5 de Março, em estrita colaboração, uma operação de fiscalização na cidade de Estremoz, que contou com a participação de diversos agentes da esquadra estremocense.
 
A operação, que decorreu no Mercado de Levante, mercado semanal que se situa junto ao Parque de Feiras e Exposições da cidade branca do Alentejo, resultou na instauração de nove processos-crime, tendo sido constituídos oito arguidos.
 
Em comunicado enviado às redacções, a polícia criminal nas áreas económicas e alimentares refere que “foram apreendidos cerca de 1.100 artigos de vestuário e calçado, num valor aproximado de 22 mil euros”.
 
Modificado em sábado, 05 março 2022 22:54

Com o lançamento de um novo produto de excelência, a SEL - Salsicharia Estremocense, Lda. celebra o início do novo ano. Trata-se de uma edição limitada, e numerada, de 295 presuntos  produzidos através de uma rigorosa selecção dos melhores porcos alentejanos da empressa estremocense, porcos 100% bolota.
 
Depois de 11 medalhas conquistadas com o “Presunto Varanegra”, e do sucesso alcançado devido à qualidade do produto, a SEL quis elevar o patamar e produzir um presunto que será a partir de agora o topo de gama da marca: o “Presunto Varanegra do Alentejo DOP” (Denominação de Origem Protegida).
 
No 12º Concurso Nacional de Presuntos Tradicionais Portugueses, realizado em Santarém, numa organização conjunta entre o CNEMA - Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas e o Qualifica, o novo produto da salsicharia fundada por Francisco Arvana, venceu a Medalha de Ouro.
 
Varanegra é uma das marcas da SEL, possuindo uma vasta selecção de produtos gourmet, somente elaborados com porco alentejano, que vão desde presuntos a charcutaria, sem lactose e sem glúten.
 
O porco preto criado no campo é sobretudo alimentado a bolota, o elemento diferenciador e de valorização na produção de Porco Alentejano. Uma matéria-prima com características especiais, sobretudo pela sua gordura rica em ácido oleico, que promove a redução do colesterol e contribui para o crescimento e desenvolvimento muscular e ósseo. 
 
O “Presunto Varanegra DOP Alentejo” é produzido a partir destes animais 100% de Raça Pura Alentejana e diferem-se de outros presuntos designadamente pela forma, pelo aspecto marmoreado da carne, ao corte, pela untuosidade, pela textura muito branda, tenra e suculenta, pela gordura branca, brilhante e de sabor muito agradável e pela carne, plena de sabor delicado, pouco salgada e muito suculenta.
 
O “Presunto Varanegra DOP Alentejo” é um produto certificado, com 40 meses de cura.
 
Modificado em quinta, 03 março 2022 19:24

Em nota de imprensa enviada às redacções, a Câmara Municipal de Estremoz fez saber que a Unidade Especial de Recolha de Resíduos Perigosos (UER2P), vai estar na cidade branca do Alentejo, junto ao Centro de Ciência Viva de Estremoz, entre os dias 2 e 5 de Março e entre os dias 7 e 10 de Março.
 
A mesma nota refere que “existem resíduos domésticos que não podem ser colocados nem nos ecopontos, nem no lixo normal. Estamos a falar de restos de tintas, cosméticos, telemóveis, lâmpadas, aerossóis, pesticidas, pilhas, baterias que, na sua composição, possuem materiais tóxicos, inflamáveis, corrosivos e até contaminantes que, quando descartados no lixo comum, podem colocar em risco a saúde das populações e do meio-ambiente, poluindo os recursos hídricos da região, assim como a fauna e flora locais”.
 
Criada a pensar nos concelhos servidos pela GESAMB - Gestão Ambiental e de Resíduos, a UER2P está a percorrer esses mesmos concelhos em itinerância. Este serviço teve início em Novembro de 2021, e no primeiro mês de actividade foram recolhidos cerca de uma tonelada de resíduos perigosos.
 
Como o contentor do lixo comum não é seguro para certos resíduos, pode vir entregá-los na Unidade Móvel, de segunda a sexta, das 11 às 14:30 horas e das 15:30 às 18:30 horas. Aos sábados, a recolha é feita das 10 às 13 horas e das 14 às 18 horas.
 
Modificado em sexta, 25 fevereiro 2022 00:49

Pecado”, a minissérie transmitida pela TVI entre Setembro e Outubro de 2021, foi pré-seleccionada para os Prémios Platino, galardões que reconhecem anualmente o que de melhor é feito no cinema e televisão falados em português e espanhol.
 
A trama, gravada na sua grande maioria em exteriores, em Estremoz e em Lisboa, e que se tornou na série televisiva portuguesa mais vista do ano de 2021, está nomeada em duas categorias: Melhor Interpretação Feminina em Minissérie, estando nomeada Daniela Melchior, e Melhor Autor de Minissérie, estando designada Maria João Costa.
 
Segundo nota de imprensa enviada às redacções, “todos os anos, os Prémios Platino reconhecem as melhores longas-metragens, minisséries e séries de ficção ou documentários produzidos pelos 23 países ibero-americanos”. 
 
“Pecado” foi pré-selecionada entre mais de 800 produções, ficando agora a aguardar o anúncio dos seleccionados para a grande gala da IX edição dos Prémios Latino, que no ano de 2022 se realizará em Madrid, no IFEMA, a 1 de Maio.
 
De recordar que “Pecado”, cujo guião foi escrito por Maria João Costa, autora de "Ouro Verde", novela premiada internacionalmente com um Emmy, em 2018, e que conta nos principais papéis com interpretações de Pedro Lamares, Daniela Melchior, Dalila CarmoLourenço Ortigão e Diogo Infante, é uma coprodução TVI e Maria & Mayer, que contou com um financiamento de 400 mil euros do ICA - Instituto do Cinema e do Audiovisual e do PIC Portugal, e ainda com o apoio logístico da Câmara Municipal de Estremoz.
 
A minissérie, com seis episódios, conta a história de Santiago, um padre com uma carreira promissora, que se apaixona perdidamente por Maria Manuel e põe em causa, não só a sua carreira e vocação, como a sua fé em Deus.
 
Nesta IX edição dos Prémios Platino, “Pecado” vai disputar o acesso às estatuetas com países como o Brasil, Espanha, Venezuela, Colômbia ou México.
Modificado em domingo, 13 fevereiro 2022 16:35

No último domingo de Janeiro, realizaram-se as Eleições Legislativas 2022.
 
O Partido Socialista (PS) foi o partido mais votado no concelho de Estremoz, alcançando 44,96% dos votos. O partido de António Costa goleou no concelho de Estremoz, vencendo em todas as freguesias.
 
O Partido Social Democrata (PSD) foi o segundo partido mais votado no concelho de Estremoz, com 25,05% dos votos, enquanto que o CHEGA ficou na terceira posição, com 11,59 %. Houve apenas três freguesias estremocenses  em que o partido liderado por André Ventura não ficou na 3ª posição (Glória – 4º, atrás da CDU, São Domingos de Ana Loura – 5º, atrás de comunistas e bloquistas, e União das Freguesias de São Lourenço de Mamporcão e São Bento de Ana Loura – 4º, atrás da CDU).
 
A Coligação Democrática Unitária (CDU) alcançou 8,25% dos votos, enquanto que o Bloco de Esquerda (BE) atingiu apenas 3,32 %.
 
A abstenção no concelho de Estremoz fixou-se nos 39,04%. Destaque neste parâmetro, e pela positiva, para a União das freguesias de São Lourenço de Mamporcão e São Bento de Ana Loura, onde abstenção se fixou apenas nos 27,82%.
 
De realçar ainda a curiosidade de que em São Domingos de Ana Loura, os 165 eleitores que se deslocaram à mesa de voto foram mesmo com o intuito de votar. Nesta freguesia não houve nem votos brancos, nem votos nulos.
 
 
Modificado em segunda, 31 janeiro 2022 16:59

Instalado na Esplanada dos Congregados, no edifício contíguo aos Paços do Concelho, o Posto de Testagem Covid-19, que se encontra actualmente em funcionamento numa parceria entre a Delegação de Estremoz da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP) e a Câmara Municipal de Estremoz, vai estar em funcionamento durante todo o mês de Fevereiro.
 
Com esta medida, a autarquia estremocense e a Delegação de Estremoz da CVP pretendem continuar a dar uma resposta efectiva e gratuita às necessidades da população em tempo de pandemia.
 
Com data prevista de encerramento para dia 31 de Janeiro, o Posto de Testagem Covid-19 da cidade de Estremoz vai continuar a sua actividade depois do Governo ter decidido prolongar até ao final de Fevereiro o regime excepcional e temporário que permite a comparticipação de testes rápidos de antigénio à Covid nas farmácias e laboratórios aderentes. 
 
No contexto da situação epidemiológica actual, importa continuar a assegurar a vigência do regime excepcional e temporário até ao dia 28 de Fevereiro de 2022, prosseguindo a utilização de testes para deteção do SARS-CoV-2“, lê-se na portaria n.º 57/2022, publicada em Diário da República na passada quinta-feira.
 
O prolongamento desta medida surge numa altura em que Portugal tem batido sucessivos recordes no número de infecções por Covid-19.
 
Modificado em sábado, 29 janeiro 2022 13:07