domingo, 28 novembro 2021

Fechada que está a contagem dos votos, altura de análises e balanços.
 
Nas Eleições Autárquicas 2021, que se realizaram no passado domingo, 26 de Setembro, António Serrano e o “seu” VAIVossa Alternativa Independente, alcançaram uma expressiva maioria absoluta, que possibilita que António Serrano continue como Presidente da Junta de Freguesia de Évora Monte. O estreante movimento independente VAI obteve 64,50% da votação, correspondentes a 198 votos, elegendo seis elementos para a Assembleia de Freguesia. Com esta vitória eleitoral, António Serrano vai cumprir o seu segundo mandato à frente dos destinos da Junta de Freguesia de Évora Monte.
 
Em segundo lugar ficou Rafael Casa Velha, do Partido Socialista, com 44 votos, o que equivale a 14,33% da votação, conseguindo-se eleger apenas a si para a Assembleia de Freguesia.
 
O Nós, Cidadãos!, cujo cabeça de lista era Almerindo Lino, classificou-se na terceira posição, tendo obtido 21 votos, ou seja, 6,84% da votação. Na quarta posição ficou a CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV), cuja liderança nesta freguesia pertencia a Joaquim Lima, que alcançou 6,19% dos votos (19 boletins). O último lugar na votação em Évora Monte foi para a coligação Estremoz com Futuro (PSD/CDS/PPM), em que a cabeça de lista era Ana Maria Canelas, que teve 5,54% dos votos (17 boletins). Nenhuma destas três forças políticas conseguiu eleger membros para a Assembleia de Freguesia.
 
 
Modificado em terça, 28 setembro 2021 22:44

Fechada que está a contagem dos votos, altura de análises e balanços.
 
Nas Eleições Autárquicas 2021, que se realizaram no passado domingo, 26 de Setembro, Pedro Ramalho, do Partido Socialista, foi eleito, com maioria relativa, Presidente da União das Freguesias de Estremoz (Santa Maria e Santo André), com 35,45% da votação, correspondentes a 1312 votos, elegendo cinco elementos para a Assembleia de Freguesia. Com esta vitória eleitoral, Pedro Ramalho vai iniciar o seu primeiro mandato à frente dos destinos da mais populosa Junta de Freguesia do concelho, aquela que juntou as duas antigas freguesias da cidade de Estremoz.
 
Em segundo lugar ficou Luís Manaças Batista, do MiETZMovimento Independente por Estremoz, com 1015 votos, o que equivale a 27,43% da votação, elegendo quatro membros da lista por si encabeçada para a Assembleia de Freguesia.
 
A CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV), cuja cabeça de lista era Amália dos Santos, teve 9,38% dos votos (347 boletins), conseguindo-se eleger apenas a si para a Assembleia de Freguesia.
 
Ana Maria Simeão, cabeça de lista da coligação Estremoz com Futuro (PSD/CDS/PPM), obteve 344 votos, o que corresponde a 9,29% da votação, conseguindo ser eleita para a Assembleia de Freguesia.
 
Quem também conseguiu ser eleito foi Rui Velhinho Oliveira, cabeça de lista do CHEGA!, que alcançou 6,32% da votação, o que significa que teve 234 votos entrados nas urnas.
 
O lugar que falta na Assembleia de Freguesia pertence a Adosinda Pisco, a número um da lista do Nós, Cidadãos!, que alcançou 226 votos, que é o mesmo que dizer que teve 6,11% da votação.
 
A coligação NEPENova Esperança para Estremoz (MPT/A/RIR), cuja lista para a União de Freguesias de Estremoz era encabeçada por José Pôla, não conseguiu eleger nenhum membro para a Assembleia de Freguesia. O NEPE obteve apenas 78 votos, 2,11% da votação total.
 
 
Modificado em terça, 28 setembro 2021 19:58

Fechada que está a contagem dos votos, altura de análises e balanços.
 
Nas Eleições Autárquicas 2021, que se realizaram no passado domingo, 26 de Setembro, António Maria Broa, do movimento independente MIPAMais Independência por Arcos, e após um mandato na “vice-presidência” da junta, volta a ser eleito, com maioria absoluta, Presidente da Junta de Freguesia de Arcos, com 73,62% da votação, correspondentes a 374 votos, elegendo seis elementos para a Assembleia de Freguesia. Com mais esta vitória eleitoral, António Maria Brôa parte para o seu quarto mandato à frente dos destinos da Junta de Freguesia de Arcos.
 
Em segundo lugar ficou Luís Frade, do Nós, Cidadãos!, com 71 votos, o que equivale a 13,98% da votação, elegendo-se apenas a si para a Assembleia de Freguesia.
 
A CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV), cujo cabeça de lista era Luís Russo, teve 8,66% dos votos (44 boletins), não conseguindo eleger qualquer membro da lista para a Assembleia de Freguesia.
 
 
Modificado em terça, 28 setembro 2021 18:58

Fechada que está a contagem dos votos, altura de análises e balanços.
 
Nas Eleições Autárquicas 2021, que se realizaram no passado Domingo, 26 de Setembro, José Filipe Duarte, do MiETZ - Movimento Independente por Estremoz, foi reeleito, com maioria absoluta, Presidente da União das Freguesias do Ameixial (Santa Vitória e São Bento), com 40,45% da votação, correspondentes a 161 votos, elegendo quatro elementos do MiETZ para a Assembleia de Freguesia. Com este resultado eleitoral, José Filipe Duarte vai iniciar o seu terceiro, e último, mandato à frente dos destinos da Junta de Freguesia que alberga as localidades de Santa Vitória do Ameixial e São Bento do Ameixial.
 
Em segundo lugar ficou Ilídio Saramago, do Partido Socialista, com 149 votos, o que equivale a 37,44% da votação, elegendo três elementos para a Assembleia de Freguesia.
 
A coligação Estremoz com Futuro (PSD/CDS/PPM), encabeçada nesta freguesia por Sara Sepúlveda da Fonseca, alcançou 28 votos (7,04%), a CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV), cuja cabeça de lista era Matilde Fonseca, teve 6,78% dos votos (27 boletins), o Nós, Cidadãos!, cuja número um da lista era Sandra Paixão, obteve 12 votos (3,02%), e a coligação NEPE - Nova Esperança para Estremoz, liderada nesta freguesia por Carmen Pereira, registou apenas três votos (0,75%). Nenhuma destas quatro forças políticas elegeu membros para a Assembleia de Freguesia.
 
 
Modificado em terça, 28 setembro 2021 18:37

Fechada que está a contagem dos votos, altura de análises e balanços.
 
José Daniel Sádio é o novo Presidente da Câmara Municipal de Estremoz. Nas eleições autárquicas realizadas no passado domingo, 26 de Setembro, o Partido Socialista (PS), encabeçado pelo até então vereador na oposição, voltou a ganhar a Câmara Municipal de Estremoz, após 12 anos de gestão MiETZ. Os 35,32% dos votos obtidos permitem ao PS a conquista de três mandatos (José Daniel Sádio, Sónia Caldeira e Luís Pardal), mantendo o mesmo número de vereadores alcançados nas autárquicas de 2017.
 
O MiETZMovimento Independente por Estremoz, força política que ficou em segundo lugar, perde a liderança da autarquia estremocense, três mandatos depois. Os números provam que sem Luís Filipe Mourinha como cabeça de lista, o movimento independente não tem a mesma força. Os 33,19% dos votos alcançados permitem a eleição de três vereadores (José Carlos Salema, Nuno Rato e Vanda Messenário), perdendo assim um vereador em relação às autárquicas de 2017.
 
A coligação Estremoz com Futuro (PSD/CDS/PPM) recupera, 12 anos depois, um lugar de vereação no executivo estremocense. A proeza foi alcançada por Sónia Ramos, cabeça de lista de uma coligação que três meses antes das eleições não tinha candidato à autarquia estremocense, devido à desistência de José Roquette. Sónia Ramos, Presidente da Distrital de Évora do PSD, assumiu a responsabilidade e o desafio, tendo a lista por si liderada obtido 9,23% dos votos.
 
A CDU - Coligação Democrática Unitária (PCP-PEV) alcançou a quarta posição. A lista liderada por Rui Fonseca não foi além dos 7,69% dos votos, não conseguindo eleger qualquer vereador, e baixando mesmo a sua votação em relação às autárquicas de 2017, encabeçadas igualmente por Rui Fonseca.
 
O CHEGA!, cuja lista tinha como número um o empresário José Poeiras, igualmente líder da concelhia estremocense do partido de André Ventura e debutante nas “lides” políticas, ficou em quinto lugar, com 4,80% dos votos.
 
O Nós, Cidadãos!, partido estreante nas autárquicas estremocense, registou 4,70% da votação, ficando em sexto e penúltimo lugar. O partido cujo cabeça de lista era o antigo vereador socialista, Jorge Canhoto, foi mesmo uma das desilusões da noite autárquica na cidade de Estremoz.
 
Em último lugar ficou a lista encabeçada pelo “novato” nas andanças políticas, João Paulo Borreicho. A coligação NEPE - Nova Esperança para Estremoz (MPT/Aliança/RIR) alcançou 2,06% dos votos entrados em urna.
 
Na Assembleia Municipal de Estremoz (AM), a vitória foi igualmente para o PS. A lista encabeçada por Ricardo Catarino conseguiu 35,43% dos votos, elegendo oito deputados municipais.
 
O MiETZ foi a segunda força política mais votada na eleição para a AM. Para além do cabeça-de-lista, Luís Marino, os 31,87% dos votos obtidos permitem a eleição de mais seis deputados municipais.
 
A CDU, cujo cabeça-de-lista era Noel Moreira, alcançou 8,92% dos votos, o que permite a eleição de dois deputados municipais, os mesmos que tinham alcançado em 2017. 
 
A coligação Estremoz com Futuro (PSD/CDS/PPM), liderada na lista para a AM por João Coruche Mendes, alcançou 8,74% dos votos, o que corresponde à eleição de dois deputados municipais, mais um que o registado em 2017. 
 
Rui Coronha, do CHEGA!, com 4,92% dos votos, e Piedade Papança, do Nós, Cidadãos!, que obteve 4,41% da votação, também garantiram o seu lugar como deputados municipais no mandato autárquico 2021/2025.
 
GRAFISMO TVI/SAPO
 
 
Modificado em terça, 28 setembro 2021 10:46

Olhando para a futura ampliação da empresa, a SEL - Salsicharia Estremocense, Lda assinou recentemente um protocolo com a Universidade de Évora, protocolo esse que tem em vista a implementação das normas de qualidade e bem-estar animal Welfare Quality e AWIN.
 
Em nota de imprensa enviada à nossa redacção, a empresa estremocense refere que “o bem-estar animal nos matadouros tem vindo a assumir uma grande importância ética e económica” e que se torna cada vez mais “importante o controlo nas operações envolvidas no processo de abate como transporte, descarga, repouso, encaminhamento, imobilização e atordoamento”.
 
Sendo a linha de abate o último local de passagem do Porco Alentejano, a empresa liderada por Francisco Arvana salienta que “é importante que este disponha de boas infraestruturas e que permita um bom manejo animal por parte dos operadores de forma a evitar o sofrimento, lesões e stress”.
 
Estando a empresa estremocense em processo de construção de uma linha de abate de suínos de Porco Alentejano, este protocolo entre a Universidade de Évora e a SEL irá não só “servir como uma ajuda ao desenvolvimento de ambas as instituições”, mas também como potenciador de “projectos futuros”.
 
Este protocolo terá a duração de três anos, estando prevista a sua prorrogação automaticamente.
Modificado em segunda, 27 setembro 2021 20:21

Em colaboração com a Rádio Despertar Voz de Estremoz, iremos publicar no nosso portal de informação, o áudio de todos os debates incluídos no Especial Autárquicas 2021 da estação emissora estremocense.
 
No passado dia 14 de Setembro, teve lugar na antena da Rádio Despertar mais um dos debates dedicados às freguesias do concelho estremocense. No debate com os candidatos à União das Freguesias do Ameixial (São Bento e Santa Vitória), marcaram presença em estúdio os cabeças de lista de quatro das seis forças políticas concorrentes à freguesia: José Filipe Duarte, do MiETZMovimento Independente por Estremoz, Ilídio Saramago, do PSPartido Socialista, Sara Sepúlveda da Fonseca, da coligação Estremoz com Futuro (PSD/CDS/PPM), e Sandra Paixão, do Nós, Cidadãos!.
 
Matilde Fonseca, cabeça de lista da CDUColigação Democrática Unitária (PCP/PEV), e Carmen Pereira, cabeça de lista da coligação NEPENova Esperança para Estremoz (MPT/Aliança/RIR) não marcaram presença neste debate, nem se fizeram representar por qualquer outro elemento da lista por si encabeçada.
 
A União das Freguesias do Ameixial (São Bento e Santa Vitória) é actualmente liderada por José Filipe Duarte, do MiETZ, que se recandidata a mais um mandato, o terceiro à frente dos destinos da freguesia.
 
O Especial Autárquicas 2021 é conduzido pelo jornalista José Lameiras.
 

Modificado em quarta, 22 setembro 2021 23:54

Serão cerca de 200, os militares da Brigada de Reacção Rápida que irão participar, de 20 a 24 de Setembro, na região de Estremoz, no exercício “Bangui 212”.
 
O exercício “Bangui 212" visa treinar, avaliar e validar a 10.ª Força Nacional Destacada Conjunta para o desempenho das tarefas que lhe irão ser confiadas durante a sua missão no teatro de operações da República Centro-Africana.
 
A 10.ª Força Nacional Destacada Conjunta, constituída maioritariamente por militares do Regimento de Comandos, será empregue, a partir de Outubro, como Força de Reacção Rápida (QRF) da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana (MINUSCA).

Na tarde da passada terça-feira, dia 14 de Setembro, o restaurante estremocense “A Cadeia Quinhentista” marcou presença no programa “Cristina Comvida”, da TVI.
 
O proprietário João Simões e a cozinheira de sempre Alice Pôla levaram até ao programa apresentado por Cristina Ferreira um pouco dos já 15 anos de história do restaurante e, como não poderia deixar de ser, a sua gastronomia.
 
A emblemática Perdiz Suada em Azeite de Estremoz, as tradicionais Pataniscas de Enchidos e o muito saboroso Pudim d’Água foram as propostas gastronómicas apresentadas num programa que contou com a presença do jornalista e escritor Miguel Sousa Tavares, do Padre Nelson Fernandes, da invisual Hermínia Varandas, do guarda-redes de hóquei em patins, e agora também actor de novela, Ângelo Girão, e do Padeiro Simões, mais um sublime “boneco” criado pelo humorista Eduardo Madeira.
 
Ardina do Alentejo apresenta-lhe de seguida, para que possa ver ou até mesmo rever, os cerca de cinco minutos de emissão da estação de Queluz de Baixo onde o restaurante “A Cadeia Quinhentista” e a cidade de Estremoz estiveram em destaque.
 

Modificado em segunda, 20 setembro 2021 09:58