domingo, 16 maio 2021

Foi através das suas páginas nas redes sociais Facebook e Instagram, que o MiETZMovimento Independente por Estremoz apresentou o seu cabeça de lista à União de Freguesias de Estremoz - Santa Maria e Santo André.
 
Nas próximas eleições autárquicas, o advogado Luís Paulo Batista, de 51 anos, será o cabeça de lista do movimento que actualmente gere os destinos do Município de Estremoz e que gere igualmente, há 12 anos, a maior freguesia do concelho de Estremoz.
 
Em nota enviada à comunicação social, Luís Paulo Batista refere que aceitou, “sem hesitação”, o convite do MiETZ para ser o candidato do movimento independente à União de Freguesia de Estremoz – Santa Maria e Santo André.
 
O agora candidato autárquico salienta que aceitou o desafio porque confia no projecto que lhe foi apresentado e porque tem “o objectivo de contribuir para o desenvolvimento” da freguesia onde reside e, consequentemente, da cidade onde nasceu.
 
Luís Paulo Batista, casado e pai de dois filhos, é licenciado em Direito, tendo mantido uma participação cívica activa, colaborando e exercendo funções em diversas instituições da cidade de Estremoz.
 
Há mais de uma década que pertence aos órgãos sociais do Clube de Futebol de Estremoz, tendo desempenhado as funções de Tesoureiro, Presidente e, actualmente, Vice-presidente.
 
Integrou a primeira comissão restrita da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Risco do concelho estremocense e actualmente cumpre o segundo mandato como Presidente da Assembleia Geral do Recolhimento de Nossa Senhora dos Mártires.
 
Luís Paulo Batista define-se como “um cidadão atento” ao que acontece na cidade onde nasceu, cresceu, vive e trabalha, conhecendo-lhe “defeitos e virtudes”, sentindo que “tinha de aceitar o repto” que lhe foi lançado.
 
Na mesma nota, o candidato à Presidência da União de Freguesia de Estremoz – Santa Maria e Santo André, refere que com a alegria que cantou “os encantos da nossa terra durante os anos de juventude em que pertenci ao tão nobre Orfeão Tomaz Alcaide”, é com a mesma “alegria, com empenho e num tom bem afinado” que pretende estar ao lado dos estremocenses e contribuir para o desenvolvimento económico, social, cultural da União de Freguesias de Estremoz.
Modificado em sábado, 15 maio 2021 02:19

Foi através das páginas da concelhia de Estremoz do Partido Socialista (PS) nas redes sociais Facebook e Instagram, que os socialistas estremocenses apresentaram Sérgio Carvalho como cabeça de lista do partido à presidência da União de Freguesias de São Lourenço de Mamporcão e São Bento de Ana Loura nas autárquicas de 2021.

No seu vídeo de apresentação, Sérgio Carvalho, de 52 anos, refere que aceitou o convite para “dar continuidade ao projecto” que une a concelhia de Estremoz do PS à União de Freguesias de São Lourenço de Mamporcão e de São Bento de Ana Loura desde 2009.
 
O candidato autárquico salienta que “a convicção de que será José Daniel Sádio a estar à frente dos destinos do Município” fê-lo ter “confiança no futuro e nas possibilidades de poder fazer ainda mais e melhor” pela terra onde reside desde sempre, e onde desempenha as funções de Presidente da Junta de Freguesia desde 2009.
 
Casado, e pai de um filho, Sérgio Carvalho assegura que “ao longo do tempo” o executivo por si liderado tem tido como principal prioridade “o bem-estar da população”, e que têm “trabalhado para que todos se sintam bem e tenham qualidade de vida na sua terra. E é assim que queremos continuar a agir”.
 
A apresentação de Sérgio Carvalho contou com o testemunho de José Daniel Sádio, candidato à Câmara Municipal e Presidente da Concelhia do PS de Estremoz, que reconhece que o candidato reúne todas as condições para dar continuidade ao excelente trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo executivo da União de Freguesias de São Lourenço de Mamporcão e São Bento de Ana Loura.
 
 
 
Modificado em sábado, 15 maio 2021 01:33

Foi através das suas páginas nas redes sociais Facebook e Instagram, que o MiETZMovimento Independente por Estremoz apresentou o seu cabeça de lista à Assembleia Municipal de Estremoz.
 
Nas próximas eleições autárquicas, o militar, na situação de reserva, Luís Marino, de 56 anos, será o cabeça de lista do movimento que actualmente gere os destinos do Município de Estremoz e que detém igualmente o maior número de mandatos na assembleia municipal estremocense.
 
Natural de Figueira e Barros, no concelho de Avis, Luís Marino reside em Estremoz desde 1996, ano em que foi colocado no Regimento de Cavalaria nº 3. Casado e pai de dois filhos, o agora candidato autárquico é licenciado em Ciências Militares – Cavalaria, pela Academia Militar.
 
Luís Marino terminou a sua vida militar no ano de 2020, numa altura em que desempenhava a função de 2º Comandante do Regimento de Cavalaria nº 3, instituição onde desempenhou ainda as funções de Comandante de Unidades Operacionais, e de Oficial de Estado-Maior nas áreas de Pessoal, Operações, Logística e Formação.
 
Assessor numa Cooperação Técnico-Militar em Cabo Verde, Luís Marino integrou Forças Nacionais Destacadas na Bósnia-Herzegovina, Timor Leste, Kosovo e, por duas vezes, no Afeganistão.
 
Em nota enviada à comunicação social, Luís Marino revela que aceitou, “sem hesitações”, o convite que lhe foi endereçado pelo MiETZ – Movimento Independente por Estremoz.
 
Não escondendo a ausência de “experiência de política partidária”, Luís Marino assegura ter “disponibilidade e vontade para abraçar este projecto”, em prol da cidade onde reside há 25 anos, asseverando saber “trabalhar em equipa” e estar “habituado a desafios”.
 
Na mesma nota, Luís Marino assegura que, “com isenção”, os candidatos do MiETZ à Assembleia Municipal trazem “um novo projecto, com renovada determinação na continuação do desenvolvimento do concelho”, salientando que “os desafios podem ser novos, mas os valores de que depende o nosso sucesso – trabalho árduo, honestidade, coragem, tolerância, dedicação e lealdade – são antigos”.
 
O militar na reserva garante saber que “há trabalho para fazer” e que todos os candidatos da lista que encabeça têm que ter “capacidade de reconhecer e entender as necessidades dos munícipes” sabendo que “temos capacidade de resolver os problemas” e de que temos “obrigações para com eles“.
Modificado em sexta, 14 maio 2021 00:23

Foi através das páginas da concelhia de Estremoz do Partido Socialista (PS) nas redes sociais Facebook e Instagram, que os socialistas estremocenses apresentaram Rafael Casa Velha como cabeça de lista do partido à presidência da Junta de Freguesia de Évora Monte nas autárquicas de 2021.
 
No seu vídeo de apresentação, Rafael Casa Velha, de 54 anos, refere que se apresenta a estas eleições autárquicas porque “confio plenamente no projecto de mudança que o amigo José Daniel Sádio tem para o nosso concelho" e "acredito que este projecto terá uma especial atenção também pela nossa freguesia”.
 
O outrora trabalhador rural entende "ser muito importante manter uma proximidade e uma disponibilidade junto das nossas pessoas, pois são elas o mais importante da nossa freguesia".
 
O candidato autárquico afirmou ainda que "é também muito importante continuar um caminho de afirmação da nossa freguesia, promovendo a dinamização e a visibilidade da mesma". Para que isso seja uma realidade, Rafael Casa Velha conta "muito com o Executivo da Câmara Municipal de Estremoz, que acreditamos irá ser liderado pelo José Daniel Sádio, e sabemos que, trabalhando em conjunto, podemos fazer mais e melhor pela nossa terra".
 
Rafael Casa Velha é natural de Évora Monte, freguesia onde reside. Foi trabalhador rural e esteve ligado à indústria da cortiça como operador numa fábrica, mas actualmente trabalha numa empresa de vigilância privada. Já integrou a Comissão de Festas de Évora Monte e actualmente é o primeiro eleito do PS na Assembleia de Freguesia de Évora Monte.
 
Rafael Casa Velha salienta que “Évora Monte tem um enorme potencial histórico e patrimonial, que estou certo poderemos aproveitar, tornando a nossa freguesia numa referência turística no nosso concelho, no nosso distrito e no nosso país”.
 
A apresentação de Rafael Casa Velha contou com o testemunho de José Daniel Sádio, candidato à Câmara Municipal e Presidente da Concelhia do PS de Estremoz, que reconhece que o candidato é uma pessoa humilde e honesta, um filho da terra que nutre a simpatia dos seus conterrâneos e que anseia pela dinamização da sua freguesia e que merece a sua total confiança, por comungarem do mesmo objectivo e da mesma visão para a freguesia.
 
Modificado em quinta, 13 maio 2021 13:22

Com o objectivo de alargar a discussão sobre algumas temáticas de interesse para o concelho de Estremoz e para as suas gentes, a Coligação Democrática Unitária (CDU) irá realizar uma série de debates.
 
O primeiro deste conjunto de debates irá acontecer no próximo dia 22 de Maio, sábado, pelas 16 horas, no salão do edifício-sede da União de Freguesias de Estremoz – Santa Maria e Santo André, e será subordinado ao tema “Acção Social e Educação”.
 
A concelhia de Estremoz do Partido Comunista Português (PCP) assegura que da iniciativa “CDU em Debate”, que o partido espera que tenha debates “amplos e participados”, resultarão “ideias e propostas que farão parte do programa que a CDU irá apresentar aos estremocenses nas próximas eleições autárquicas”.
 
De forma a que todas as normas de segurança sanitária que o momento exige sejam cumpridas, a CDU informa que a participação neste primeiro debate será assegurada mediante inscrição prévia, que pode ser feita através de SMS para o número de telemóvel 925319559, ou pelo envio de e-mail para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Modificado em quinta, 13 maio 2021 11:33

Foi durante um jantar que decorreu em Évora, na noite desta terça-feira, dia 11 de Maio, e que contou com a presença do presidente do partido, André Ventura, para além de diversos militantes e simpatizantes, que o CHEGA! apresentou os seus candidatos às várias autarquias do distrito de Évora.
 
O empresário José Poeiras, de 59 anos, foi apresentado pelo presidente da distrital eborense, Carlos Magno Magalhães, como o cabeça de lista do CHEGA! à presidência da Câmara Municipal de Estremoz.
 
Durante o seu discurso, José Poeiras referiu que esperou “59 anos para se meter na política” e afirmou que ingressa no mundo da política “por um motivo que eu não esperava, que é o de lutar contra a corrupção, contra esta falta de democracia”. O agora candidato à autarquia estremocense disse que “os democratas apregoam democracia, mas vendem ditadura à maneira da Venezuela”.
 
O empresário estremocense referiu igualmente que, depois de ultrapassados alguns problemas que aconteceram na concelhia de Estremoz, “o trabalho iniciado em finais de Janeiro”, aquando da sua nomeação como coordenador da concelhia de Estremoz do CHEGA! “começa a dar os seus frutos”, estando fechadas as listas do partido para a Câmara Municipal de Estremoz, para a Assembleia Municipal de Estremoz e para a União de Freguesias de Estremoz – Santa Maria e Santo André, “aquela que era a nossa base principal, sendo agora altura de preparar as outras freguesias”.
 
Ainda durante a sua alocução, José Poeiras salientou acreditar que o CHEGA! será “uma das três forças políticas a disputar a vitória”, referindo querer intrometer-se na luta entre o MiETZ - Movimento Independente por Estremozque lidera a câmara há 12 anos, apesar de estar um pouco desgastado” e o Partido Socialista (PS) “que costuma ser sempre a segunda força política”. Por entre aplausos, José Poeiras reafirmou a sua convicção de se querer colocar na luta entre MiETZ e PS, “e se possível, ganhar a Câmara Municipal de Estremoz. Vamos lutar para ganhar”.
 
José Poeiras frisou ainda que o CHEGA! em Estremoz tem tido o apoio de “muita juventude” e de “pessoas que normalmente não andam na política”. Olhando já para o futuro, o coordenador da concelhia do CHEGA! em Estremoz, composta “por 10 pessoas muito dinâmicas e muito unidas”, assegurou que “depois das autárquicas” irá realizar-se “uma grande campanha de angariação de novos militantes”.
 
De uma forma muito crítica, o candidato do CHEGA! afirmou que “os eleitos” que tem conhecido em Estremoz “têm-se servido mais a eles” que à população.
 
Praticamente no final do seu discurso, José Poeiras asseverou que o CHEGA! está “a preparar o melhor programa eleitoral, com propostas muito concretas para melhorar a vida da população de Estremoz”, acreditando que a sua experiência na “gestão de recursos humanos e na gestão empresarial” poderá ser uma mais-valia.
 
Com a apresentação de José Poeiras pelo CHEGA!, passam a ser quatro os candidatos conhecidos à presidência da Câmara Municipal de Estremoz, nas eleições autárquicas de Setembro ou Outubro de 2021: Jorge Canhoto, antigo vereador do município, eleito nas listas do PS, e que agora concorre pelo partido “Nós, Cidadãos!”, José Daniel Sádio, vereador socialista na autarquia, e que volta a ser o candidato do PS, João Paulo Borreicho, pelo movimento independente “Nova Esperança para Estremoz” e José Carlos Salema, ainda Director da Escola Secundária Rainha Santa Isabel de Estremoz, que encabeçará a lista do MiETZ - Movimento Independente por Estremoz.
Modificado em quarta, 12 maio 2021 09:40

Aquando do último Conselho Geral da Escola Secundária/3 Rainha Santa Isabel de Estremoz, realizado em Dezembro de 2020, José Carlos Salema anunciou que não era candidato a um quarto mandato à frente dos destinos da escola secundária estremocense.
 
Na calha, estava já a sua candidatura à presidência da Câmara Municipal de Estremoz, pelo MiETZMovimento Independente por Estremoz, facto que se veio a confirmar recentemente.
 
Com esta não recandidatura de José Carlos Salema, foi aberto, no passado mês de Abril, um procedimento concursal para o provimento do lugar de Director da Escola Secundária/3 Rainha Santa Isabel de Estremoz (ESRSI).
 
Tendo em vista o exame de requisitos das candidaturas ao cargo de Director da ESRSI, reuniu no passado dia 7 de Maio, a Comissão Especial de Avaliação, composta por Paula Caeiro (Comunidade), Luís Eustáquio (Pais e Encarregados de Educação), Maria do Rosário Romão (Funcionários), Márcia Oliveira (Município), Assunção Tabosa (Professores) e o Presidente do Conselho Geral, António José Ramalho.
 
Depois de analisados os requisitos da candidatura, a Comissão Especial de Avaliação deliberou, por unanimidade, admitir o candidato Luís Miguel Rato, ao presente procedimento concursal.
 
Luís Miguel Rato, de 47 anos, é natural de Borba, e é especialista em Administração e Organização Escolar. Actualmente lecciona na Escola Públia Hortênsia de Castro, em Vila Viçosa, dando aulas aos alunos dos cursos profissionais de Multimédia e Instalação e Gestão de Redes.
 
Seguindo os trâmites concursais, Luís Miguel Rato será entrevistado pela Comissão Especial de Avaliação no próximo dia 28 de Maio, seguindo-se a 4 de Junho, a apresentação do seu projecto à comunidade, apresentação essa que decorrerá no Auditório Professor Moisés Pereira e também online, através da plataforma Teams. Previsivelmente, no dia 8 de Junho, e sendo Luís Miguel Rato o único candidato ao cargo de Director da ESRSI, será eleito no Conselho Geral da secundária estremocense. 
Modificado em segunda, 10 maio 2021 15:55

Na passada quarta-feira, dia 5 de Maio, e tal como oportunamente noticiámos aqui, a Polícia Judiciária (PJ) levou a cabo uma megaoperação policial de combate ao cibercrime, denominada “Bad Way”.
 
Como resultado desta operação, tutelada pelo Ministério Público de Estremoz e que decorreu em vários pontos do país, tendo tido especial incidência em Estremoz, foram detidas 17 pessoas, 11 homens e seis mulheres, presumíveis autores de centenas de crimes de burla informática agravada, falsidade informática e acesso ilegítimo.
 
Durante dois dias, e sob apertadas medidas de segurança no exterior, os interrogatórios aos suspeitos decorreram no Tribunal Judicial de Estremoz.
 
Após terem sido ouvidos em primeiro interrogatório judicial, os 17 suspeitos ficaram a conhecer as medidas de coação que lhe foram aplicadas: prisão preventiva para um dos suspeitos, e apresentações periódicas às autoridades para os restantes 16 suspeitos.
 
Em comunicado enviado às redacções, a PJ revela que “a investigação iniciou-se há alguns meses, tendo por base vários casos de fraude perpetrados de forma organizada, com recurso à aplicação MBWay”.
 
Ainda na mesma nota é referido que “as várias diligências encetadas culminaram na identificação dos suspeitos, presumíveis autores de múltiplas acções criminosas, com impacto em centenas de vítimas”.
 
Modificado em domingo, 09 maio 2021 12:05

A página do Comando Territorial de Évora da Guarda Nacional Republicana (GNR) na rede social Facebook é uma das mais activas no que a forças de segurança da região Alentejo diz respeito.
 
Essa forte actividade obriga a que sejam várias as publicações diárias feitas pelos militares que defendem o lema “Pela Lei e Pela Grei”, e numa das publicações do dia de hoje, sexta-feira, 7 de Maio, o destaque vai para um militar estremocense, o Cabo-Chefe Ramos, do Destacamento Territorial de Estremoz.
 
João Ramos está actualmente na cidade do Porto, enquadrado na equipa de condução e segurança das entidades presentes na Cimeira Social da União Europeia (UE), que arrancou no dia de hoje, e que é considerado o ponto alto da presidência portuguesa da UE. A Cimeira Social, que decorre até sábado, conta com a presença de 24 dos 27 Chefes de Estado e de Governo da UE, que estão reunidos para definir a agenda social da Europa para a próxima década.
 
O Cabo-Chefe Ramos pertence aos quadros da GNR desde 1995.
Modificado em sexta, 07 maio 2021 17:57