sexta, 15 novembro 2019
sexta, 29 janeiro 2016 13:32

Um morto e quatro feridos em acidente perto de Campo Maior

Escrito por
Vítima mortal era um jovem forcado de 27 anos Vítima mortal era um jovem forcado de 27 anos Paulo Mendes
Uma pessoa morreu e outras quatro ficaram feridas, na sequência de uma colisão de um automóvel com dois cavalos, ocorrida hoje, sexta-feira, perto de Campo Maior, no distrito de Portalegre.
 
Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre indicou que a vítima mortal é um jovem de 27 anos, tendo o óbito sido declarado no local, e que os feridos foram transportados para o Hospital de Santa Luzia, em Elvas.
 
Bruno Raimundo era forcado do Grupo de Forcados Académicos de Elvas, desde 2014, tendo anteriormente pertencido às formações da Tertúlia Tauromáquica do Montijo e Amadores de Portalegre.
 
Dois dos feridos ficaram em estado grave, um homem de 32 anos e uma mulher de 47.
 
Segundo o CDOS, Aurelina Raimundo, de 47 anos, e mãe da vítima mortal, foi depois transportada num helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para o Hospital de São José, em Lisboa.
 
Ao que o "Ardina do Alentejo" conseguiu apurar, o homem de 32 anos vai igualmente ser transferido do Hospital de Santa Luzia, em Elvas, para o Hospital de São José, em Lisboa.
 
A mulher vai ser submetida a uma intervenção cirúrgica em virtude das lesões sofridas no acidente, que se estendem a fracturas múltiplas, um traumatismo craniano e diversas hemorragias.
 
Os dois feridos ligeiros são o pai de Bruno, Jerónimo Raimundo, de 48 anos, e um jovem de 26 anos.
 
O acidente ocorreu na Estrada Nacional 373, entre Elvas e Campo Maior, tendo o alerta sido dado às 05:05.
 
Residentes na cidade de Elvas, as vítimas deslocavam-se para o trabalho, a fábrica de borrachas Hutchinson, na vila vizinha de Campo Maior.
 
Os dois cavalos envolvidos no acidente não resistiram ao embate.
 
As operações de socorro mobilizaram 34 operacionais, com 15 veículos, das corporações de Bombeiros Voluntários de Campo Maior e Elvas, uma viatura de Suporte Imediato de Vida, de Elvas, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Portalegre, um helicóptero do INEM e a Guarda Nacional Republicana (GNR).
 
A GNR procede agora a investigações para identificar o dono dos dois cavalos envolvidos no acidente, o que segundo já foi adiantado pela Rádio Elvas, já terá acontecido. As diligências estão a cargo do núcleo de investigação de acidentes de viação da força de segurança.
 
c/ SIC, Rádio Elvas e Linhas de Elvas
 
Modificado em sexta, 29 janeiro 2016 15:00

Deixe um comentário