sexta, 14 dezembro 2018

Arronchense pesca peixe com quase dois metros

Escrito por  Publicado em Região terça, 29 dezembro 2015 16:14
Captura aconteceu na Barragem de Alcántara, em Espanha Captura aconteceu na Barragem de Alcántara, em Espanha DR
O dia 26 de dezembro de 2015 ficará para sempre na memória de Paulo Arguelles. Nesse dia, o arronchense pescou na Barragem de Alcántara, em Espanha, bem no interior da Península Ibérica, um siluro com 1, 88 metros de comprimento e mais de 60 quilos.
 
O siluro, é um peixe-gato gigante que chega a atingir os três metros e a pesar mais de 100 quilos, e que está a invadir os rios portugueses, colocando em risco as espécies nativas. Segundo o especialista em peixes da Associação de Conservação da Natureza – Quercus, Paulo Lucas, “o siluro é um predador de topo, que come absolutamente tudo o que lhe aparece à frente”.
 
Segundo os especialistas, nos últimos “três, quatro anos” foram avistados siluros em pelo menos cinco rios: Tejo, Pônsul, Ocreza, Guadiana e Zêzere. Além de ameaçar a biodiversidade dos rios, o peixe-gato pode ser perigoso para os humanos. “Nas praias fluviais, os banhistas deviam ser alertados para ter especial cuidado”, avisa Paulo Lucas.
 
O siluro é originário do norte da Europa, e a forma como chegou a Portugal é ainda desconhecida, mas muitos acreditam ter sido através de transvases das barragens. 
 
Sobre este peixe há apenas uma garantia: entrou em Espanha com a ajuda de um pescador alemão.
 
c/ Arronches em Notícias e SOL
 

Deixe um comentário