quinta, 29 outubro 2020
quinta, 17 setembro 2015 16:33

Sargento da GNR de Portalegre 'desvia' moedas da registadora do bar

Escrito por
Prejuízo no bar do Comando Territorial chegou aos 100 euros mensais Prejuízo no bar do Comando Territorial chegou aos 100 euros mensais JN
Segundo avança hoje o Jornal de Notícias, um sargento-mor da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Portalegre foi filmado, por uma câmara oculta, a retirar dinheiro da caixa registadora do bar do Comando Territorial daquela força de segurança. 
 
O JN conta que o militar foi apanhado pelos próprios superiores, que montaram a câmara após meses de pequenos furtos de moedas da caixa.
 
Ainda segundo o diário, a decisão de instalar a câmara foi tomada em Junho, quando o prejuízo chegou aos 100 euros por mês, prejuízo esse que era suportado pelos militares responsáveis pelo bar, os principais suspeitos do desaparecimento das moedas. 
 
Mas depois de instalada a câmara, foram precisos poucos dias até encontrar o culpado, um sargento-mor de 53 anos. O vídeo mostra o militar a debruçar-se sobre o balcão, quando fica sozinho, a abrir a caixa registadora através da patilha de segurança, e a retirar algumas moedas. Depois de colocar as moedas no bolso das calças, o militar folheia um jornal e dirige-se para o seu posto, como se nada se passasse.
 
A GNR abriu um processo disciplinar interno, tendo comunicado o caso ao Ministério Público, a quem foram entregues as imagens. O JN avança ainda que a Polícia Judiciária Militar já está a investigar o caso. Como as imagens foram captadas sem autorização, não poderão ser usadas em tribunal. Ainda assim, o testemunho de militares poderá servir de prova.
 
A mesma publicação adianta que o militar em causa encontra-se internado, estando de baixa por problemas psicológicos. Tratando-se de um militar graduado, o caso provocou também algum desconforto no seio da GNR de Portalegre.
 
c/ JN

Deixe um comentário