quinta, 13 agosto 2020
quinta, 20 agosto 2015 12:56

Ferreira do Alentejo - Acidente de trabalho provoca um morto

Escrito por
Este acidente é o sexto com vítimas mortais, este ano, no distrito de Beja Este acidente é o sexto com vítimas mortais, este ano, no distrito de Beja DR
Um homem, de 54 anos, morreu hoje, quinta-feira, 20 de Agosto, vítima de um acidente de trabalho nas obras da futura Autoestrada 26 (A26), entre Sines e Beja. Segundo informou a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) o trabalhador foi atingido por uma retroescavadora. As últimas informações veiculadas por vários orgãos de comunicação social revelam que o manobrador da retroescavadora não viu a vítima e atingiu o homem mortalmente.
 
Carlos Graça, subdirector da Unidade Local do Litoral e Baixo Alentejo da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), explicou que o acidente de trabalho mortal aconteceu no concelho de Ferreira do Alentejo, entre Figueira dos Cavaleiros e Santa Margarida do Sado.
 
Acrescentou ainda que o trabalhador encontrava-se no interior de uma "caixa técnica onde passam condutas de escoamento de água" quando foi atingido pela retroescavadora.
 
Carlos Graça referiu que "as obras nesse troço da A26 foram retomadas e, hoje, uma retroescavadora estava a realizar numa manobra para colocar uma tampa nessa caixa técnica". Contudo, a retroescavadora "deslizou e atingiu mortalmente o trabalhador".
 
Segundo a mesma fonte, a ACT abriu um inquérito para averiguar as circunstâncias do acidente, encontrando-se já no local os inspectores.
 
O óbito foi confirmado no local pelos médicos da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Beja.
 
Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja explicou à LUSA que o alerta para o acidente de trabalho, ocorrido na zona do entroncamento da Malhada Velha, foi dado aos bombeiros às 09.46 horas.
 
Para o local foram mobilizados seis veículos e 14 operacionais, incluindo meios dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, da Guarda Nacional Republicana (GNR) e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).
 
Este acidente é o sexto com vítimas mortais, este ano, no distrito de Beja.
 
A morte deste trabalhador eleva para 79 o número de vítimas mortais de acidentes de trabalho desde o início do ano, em Portugal.
Modificado em quinta, 20 agosto 2015 16:49

Deixe um comentário