segunda, 25 setembro 2017

Município de Monforte inaugura Centro Interpretativo Tauromáquico

Escrito por  Publicado em Região quarta, 22 julho 2015 01:36
Centro Interpretativo Tauromáquico surge num concelho em que a tauromaquia é uma realidade social e histórica Centro Interpretativo Tauromáquico surge num concelho em que a tauromaquia é uma realidade social e histórica DR
Na próxima segunda-feira, dia 27 de Julho, pelas 19 horas, o Município de Monforte leva a efeito a inauguração do Centro Interpretativo Tauromáquico, uma infraestrutura localizada junto ao Jardim António Sardinha.
 
Segundo a autarquia liderada por Gonçalo Lagem, o Centro Interpretativo Tauromáquico “é uma estrutura do Município de Monforte orientada para a dinamização, organização e valorização de actividades relacionadas com a tauromaquia enquanto entidade representativa da cultura local, regional e nacional”.
 
Em nota de imprensa enviada às redacções, a Câmara Municipal de Monforte salienta que “um dos grandes objetivos do Centro Interpretativo é divulgar a importância da Tauromaquia como uma mais-valia local e promotora de desenvolvimento social, económico, turístico e cultural”. A edilidade acrescenta que “é fundamental que a comunidade seja parte integrante deste projeto e possa também usufruí-lo, na sua vertente lúdica e histórica”. 
 
O Centro Interpretativo Tauromáquico surge num concelho em que a tauromaquia é uma realidade social e histórica.
 
O Município localizado no distrito de Portalegre frisa que “faz todo o sentido que esta arte seja considerada, por aqueles que a vivem, como um motor importante de divulgação cultural, turística e económica de determinadas regiões do nosso país”. Ainda segundo a autarquia, “a escolha de Monforte para a criação deste centro é tão-somente valorizar essas mesmas características e promovê-las, atribuindo-lhes a importância real daquilo que representam para a comunidade local, distrital e nacional”.
 
Na nota de imprensa de divulgação da inauguração do Centro Interpretativo Tauromáquico, é ainda referido que Monforte é “o concelho do país, e talvez do Mundo, com maior densidade de coudelarias, ganadarias e toureiros, que foram e continuam a ser notáveis embaixadores de Monforte, nomeadamente João Moura, Paulo Caetano, João Moura Caetano, João Moura Jr., Miguel Moura, João Augusto Moura, Maria Guiomar Moura, Romão Tavares. Não menos importantes, também outras pessoas merecem ser mencionadas, entre elas equitadores, maiorais, condutores, moços de espadas, bandarilheiros, forcados e tanta gente que vive e ama esta forma de estar e ser”.
 
O comunicado conclui-se com a referência que “Monforte tem muitos argumentos para albergar um Centro Interpretativo como meio de cultura e de projecção de tradições locais ao nível regional e nacional e para tal é importante que se perceba que a tauromaquia não pode, nem deve, estar apenas ligada às festividades, pois deve ser entendida como uma questão nossa e de identidade cultural, assim como uma questão económica, visto que muitas das famílias que habitam no nosso concelho têm um ou vários elementos que trabalham em atividades relacionadas com a festa brava”.
 

Deixe um comentário

Mais Populares