segunda, 23 maio 2022
quarta, 12 janeiro 2022 02:44

Por programa de sustentabilidade dos vinhos, Alentejo destacado no The New York Times

Escrito por
Criado em 2015 pela Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, o PSVA conta, actualmente, com 483 membros associados Criado em 2015 pela Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, o PSVA conta, actualmente, com 483 membros associados DR

Devido ao PSVA, Programa de Sustentabilidade dos Vinhos, o Alentejo foi um dos 52 destinos mundiais escolhidos pelo The New York Times, que deve ser visitado por todos aqueles que querem contribuir para “um planeta mais sustentável”.
 
Em comunicado enviado às redacções nesta terça-feira, a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) referiu que a região foi destacada pelo jornal norte-americano como um dos “52 destinos a visitar por viajantes que queiram ser parte da solução para problemas como as alterações climáticas”.
 
A Comissão Vitivinícola adiantou que “a implementação, na região, do Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA) motivou a distinção na sétima posição na lista publicada” pela publicação norte-americana.
 
Denominado “52 places for a changed world”, o artigo assinala as medidas do PSVA para a protecção da biodiversidade, redução de cerca de 20% no consumo de água nas adegas e diminuição do rácio litro de água consumido por litro de vinho produzido.
 
A criação de uma ferramenta que possibilita que os membros do PSVA calculem a sua pegada hídrica e de carbono ou a criação do selo de certificação de produção sustentável foram outras das razões elencadas para justificar a distinção, acrescentou a CVRA.
 
Criado em 2015 por esta comissão vitivinícola, o PSVA conta, actualmente, com 483 membros associados, que representam quase 11 mil hectares de vinha e 76 milhões de litros de vinho produzido.
 
Para Francisco Mateus, Presidente da CVRA, esta distinção é motivo de orgulho e “é mais uma prova” de que o programa de sustentabilidade colocou os Vinhos do Alentejonas bocas do mundo” e os transportou “além-fronteiras”.
 
O PSVA “está a fazer uma diferença assinalável na região, mas também na mudança de mentalidades em todo o país, estando ao nível das mais importantes iniciativas mundiais de produção sustentável”, sublinhou o responsável.
 
A CVRA foi criada em 1989 e é responsável pela protecção e defesa da Denominação de Origem Controlada (DOC) Alentejo e da Indicação Geográfica Alentejano, certificação e controlo da origem e qualidade, promoção e fomento da sustentabilidade.
 
O Alentejo é líder nacional em vinhos certificados, com cerca de 40% de valor total das vendas num universo de 14 regiões vitivinícolas em Portugal.
 
Com uma área de vinha de 22,9 mil de hectares, 30% da sua produção tem como destino a exportação para cinco destinos principais, designadamente Brasil, Angola, Estados Unidos da América, Polónia e China.
 
c/ LUSA
Modificado em quarta, 12 janeiro 2022 03:09

Deixe um comentário

PUB