sábado, 27 novembro 2021
sábado, 18 setembro 2021 00:04

Fluviário de Mora inaugura novo aquário

Escrito por
De forma a acrescentar ainda mais dinamismo ao espaço, foi projectado e construído um novo aquário De forma a acrescentar ainda mais dinamismo ao espaço, foi projectado e construído um novo aquário DR

O Grande Aquário do Amazonas, o novo espaço de exposição viva do Fluviário de Mora, será inaugurado na próxima quarta-feira, dia 22 de Setembro.
 
O Fluviário de Mora abriu as suas portas ao público em 2007 e, ao longo destes 14 anos, têm sido levadas a cabo intervenções de melhoria e qualificação de todo o edifício e respectiva exposição. Agora, de forma a acrescentar ainda mais dinamismo ao espaço, foi projectado e construído um novo aquário que, segundo a autarquia liderada por Luís de Matos, “tem como principal função contribuir para a preservação das espécies nativas do Rio Amazonas”.
 
Segundo nota de imprensa enviada à nossa redacção, “esta nova atractividade” do Fluviário de Mora albergará “65 exemplares de 11 espécies diferentes”, sendo exemplos os “Pacu, Pirarara, Pleco, Tapajos”, entre outros. Neste novo espaço estão representadas “espécies de água doce quente, tanto carnívoras como herbívoras, cujos tamanhos vão dos 40 centímetros até ao 1,50 metros”. A Câmara Municipal de Mora refere que a “escolha dos peixes a habitar no novo aquário foi realizada com base na batimetria do Rio Amazonas, ou seja, o Grande Aquário do Amazonas acolhe espécies que habitam em diferentes profundidades do rio, uns à superfície, outros de meia água que vivem por norma em cardume, e os peixes de fundo”. Mas nada foi deixado ao acaso: “Também a iluminação deste aquário foi meticulosamente estudada para que possa corresponder às características reais do Rio Amazonas, adequando a intensidade da luz consoante a fase dia/noite, conforme a estação do ano”. De salientar que “na parede oposta ao aquário poderá ser vista uma representação em vinil do Rio Amazonas, a maior bacia hidrográfica do Mundo, com destaque para alguns dos locais da América do Sul por onde o mesmo passa”. Nessa mesma parede “poderão ler-se frases que alertam para a necessidade de preservação da biodiversidade do planeta Terra, nomeadamente os peixes nativos”.
 
A edilidade de Mora assegura que “a disponibilização de um novo espaço expositivo é um marco importante na história do Fluviário, que para além de contribuir para a valorização deste equipamento e do concelho, releva a causa ambiental que é, desde o início, uma das imagens de marca do Fluviário de Mora”.
Modificado em sábado, 18 setembro 2021 00:57

Deixe um comentário