sábado, 27 novembro 2021
terça, 23 março 2021 09:07

Covid-19: Há oito concelhos alentejanos acima da linha vermelha definida pelo Governo

Escrito por
São 34 os concelhos alentejanos que mantiveram inalterado o seu escalão de risco de contágio por Covid-19 São 34 os concelhos alentejanos que mantiveram inalterado o seu escalão de risco de contágio por Covid-19 DR

Aquando da apresentação, por parte do Primeiro-Ministro António Costa, do “plano de reabertura progressiva” da sociedade e da economia, apresentação essa ocorrida a 11 de Março, a grande novidade foi o definir do limite de 120 novos casos por 100 mil habitantes em 14 dias como o limiar da zona de conforto de incidência da Covid-19 no nosso país, zona de conforto essa que permitirá que Portugal continue a desconfinar conforme o plano aprovado em Conselho de Ministros.
 
Se Portugal atingir uma média de novos casos a 14 dias por 100 mil habitantes superior a 120, Costa puxará o “travão de mão” do desconfinamento. O Primeiro-Ministro esclareceu que, se o desconfinamento é nacional, a regressão de medidas poderá ser feita a nível local dos concelhos em risco, bem como os limítrofes.
 
Tendo como base uma infografia do Jornal de Negócios, que dividiu os 308 concelhos do país em quatro escalões, Ardina do Alentejo apresenta-lhe em que escalão se encontram os 47 concelhos alentejanos.
 
Os quatro escalões estão assim definidos: Escalão 1 (menos de 60 casos por 100 mil habitantes), Escalão 2 (entre 60 e 119 casos/100 mil habitantes), Escalão 3 (entre 120 e 239 casos por 100 mil habitantes) e Escalão 4 (mais de 240 casos por 100 mil habitantes).
 
De acordo com o último relatório epidemiológico divulgado, há em Portugal 14 concelhos com mais de 240 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, ou seja, incluídos no Escalão 4, o que equivale a dizer que são menos cinco concelhos neste patamar em relação à passada semana. E desses 14, há quatro concelhos que se localizam na região abrangida pela Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS Alentejo): Moura, Serpa e Vidigueira, no distrito de Beja, e Castelo de Vide, no distrito de Portalegre.
 
O mesmo relatório mostra que no Escalão 3, entre 120 e 239 casos por 100 mil habitantes, estão 34 concelhos (menos 16 que no último relatório), sendo que quatro deles estão no território alentejano: Mértola e Odemira, no distrito de Beja, e Arronches e Monforte, no distrito de Portalegre.
 
No Escalão 2, o segundo menos gravoso desta hierarquia, encontram-se 81 concelhos (eram 94 na passada segunda-feira), sendo que 10 desses concelhos situam-se em terras alentejanas: seis no distrito de Beja (Aljustrel, Barrancos, Beja, Cuba, Ferreira do Alentejo e Ourique), Portel e Reguengos de Monsaraz, no distrito eborense, e Alcácer do Sal e Santiago do Cacém, no Litoral Alentejano.
 
No relatório epidemiológico divulgado no dia de ontem, são 29 os concelhos alentejanos no Escalão 1, o nível menos grave: 12 no distrito de Évora (Alandroal, Arraiolos, Borba, Estremoz, Évora, Montemor-o-Novo, Mora, Mourão, Redondo, Vendas Novas, Viana do Alentejo e Vila Viçosa), 12 no distrito de Portalegre (Alter do Chão, Avis, Campo Maior, Crato, Elvas, Fronteira, Gavião, Marvão, Nisa, Ponte de Sôr, Portalegre e Sousel), Almodôvar, Alvito e Castro Verde, no distrito de Beja, e Grândola e Sines, no Litoral Alentejano. A nível nacional, estão contabilizados 179 concelhos neste patamar, mais 34 do que os registados no boletim da passada semana.
 
Concelhos que passaram do Escalão 4 para o Escalão 3:
Monforte
 
Concelhos que passaram do Escalão 3 para o Escalão 4:
Moura
 
Concelhos que passaram do Escalão 3 para o Escalão 2:
Aljustrel, Beja, Ferreira do Alentejo
 
Concelhos que passaram do Escalão 3 para o Escalão 1:
Gavião e Sines
 
Concelhos que passaram do Escalão 2 para o Escalão 4:
Castelo de Vide
 
Concelhos que passaram do Escalão 2 para o Escalão 3:
Odemira
 
Concelhos que passaram do Escalão 2 para o Escalão 1:
Estremoz, Viana do Alentejo, Elvas
 
Concelhos que passaram do Escalão 1 para o Escalão 2:
Alcácer do Sal
 
Os restantes 34 concelhos alentejanos mantiveram inalterado o seu escalão de risco de contágio por Covid-19: Serpa e Vidigueira (Escalão 4), Mértola e Arronches (Escalão 3), Portel, Reguengos de Monsaraz, Barrancos, Cuba, Ourique e Santiago do Cacém (Escalão 2), e Alandroal, Arraiolos, Borba, Évora, Montemor-o-Novo, Mora, Mourão, Redondo, Vendas Novas, Vila Viçosa, Almodôvar, Alvito, Castro Verde, Alter do Chão, Avis, Campo Maior, Crato, Fronteira, Marvão, Nisa, Ponte de Sôr, Portalegre, Sousel e Grândola (Escalão 1).
 
 
 
 
 
Modificado em terça, 30 março 2021 08:36

Deixe um comentário