domingo, 12 julho 2020
terça, 30 junho 2020 11:20

Covid-19 - Registada mais uma morte em Reguengos de Monsaraz

Escrito por
A edilidade informa ainda que “relativamente ao controlo da propagação na comunidade” foram registados no dia de ontem, segunda-feira, “dois casos positivos" A edilidade informa ainda que “relativamente ao controlo da propagação na comunidade” foram registados no dia de ontem, segunda-feira, “dois casos positivos" DR
Na manhã desta terça-feira, dia 30 de Junho, e na sua já habitual informação sobre a situação epidemiológica no concelho de Reguengos de Monsaraz, a autarquia liderada por José Calixto informou que faleceu mais uma utente do Lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), instituição onde se verifica um surto de Covid-19.
 
A vítima mortal, uma senhora com 89 anos, faleceu no dia de ontem, 29 de Junho, pelas 15 horas, na enfermaria do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE).
 
Em relação à situação epidemiológica do concelho há um registo de 148 casos positivos acumulados, oito dos quais curados, 135 activos e cinco óbitos.
 
Do valor total de 135 casos activos relacionados com o último surto, registam-se 92 na FMIVPS e 43 na comunidade.
 
Segundo a autarquia de Reguengos de Monsaraz “estes números verificam-se num universo de cerca de 1250 testes com resultado conhecido até ao dia de ontem”. A edilidade salienta ainda que “estão planeados para hoje, terça-feira, e amanhã, quarta-feira, mais cerca de 300 testes”.
 
No que diz respeito ao foco infeccioso verificado no Lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, mantém-se 22 testes positivos activos a trabalhadores e 70 a utentes.
 
A edilidade informa ainda que “relativamente ao controlo da propagação na comunidade” foram registados no dia de ontem, segunda-feira, “dois casos positivos em cerca de 30 testes realizados na comunidade, com resultados conhecidos durante o dia”.
 
Na mesma informação, a Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz informa que encontram-se internados “13 utentes do Lar no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), três dos quais nos cuidados intensivos” da referida unidade hospitalar. A autarquia assegura ainda que “de entre os profissionais” da instituição “há registo de um internamento, que se encontra na Unidade de Cuidados Intensivos” estando os restantes profissionais positivos a recuperar nas suas residências.
Modificado em domingo, 05 julho 2020 13:16

Deixe um comentário