terça, 02 junho 2020
quarta, 08 abril 2020 18:05

Covid-19: Caso confirmado no concelho de Gavião passou a caso suspeito

Escrito por
Novo teste de despistagem à Covid-19 será feito na próxima segunda-feira Novo teste de despistagem à Covid-19 será feito na próxima segunda-feira DR
Foram vários os órgãos de comunicação social regionais que durante esta quarta-feira adiantaram a informação de que havia um primeiro caso confirmado de uma pessoa infectada pelo novo coronavírus no concelho de Gavião.
 
No entanto, apesar de todas essas informações, e até mesmo depois de uma primeira confirmação dada à comunicação social pelo autarca de Gavião, este caso não é mais do que uma suspeita.
 
Em declarações à rádio Antena Livre, o Presidente da Câmara Municipal de Gavião, José Pio, referiu não estar em condições de confirmar o caso como positivo “porque acabei de ser contactado pelo Delegado de Saúde de Gavião, que me informou que a pessoa possivelmente infectada foi chamada novamente ao Hospital de Abrantes para repetir o teste porque aquele que foi feito na segunda-feira não foi absolutamente conclusivo".
 
Segundo foi ainda garantido pelo autarca, esse novo teste de despistagem à Covid-19 será feito na próxima segunda-feira.
 
Segundo José Pio, este homem suspeito de estar infectado com Covid-19 é um funcionário da autarquia de Gavião, com 55 anos, que se encontra de baixa “há cerca de três meses porque teve uma rotura do menisco".
 
Ainda segundo o edil, o homem “apresenta tosse, nariz a pingar e a garganta seca com alguma dor” e suspeita-se que “terá sido infectado em Lisboa, onde foi a uma consulta” e neste momento “a esposa e o filho estão a realizar o teste” de despistagem à Covid-19.
 
A mulher deste possível infectado trabalha na Santa Casa da Misericórdia de Gavião, mas devido à rotatividade das equipas de trabalho tem estado ausente do serviço. O autarca assegurou que a senhora “entrava hoje ao serviço, mas já não entrou, mantendo-se a mesma equipa ao serviço até se saberem os resultados dos testes”.
 
Perante esta situação, a direcção da Santa Casa da Misericórdia de Gavião decidiu manter a trabalhar a equipa que esteve ao serviço nos últimos 7 dias. “Hoje é o oitavo dia” explicou Júlio Soares ao portal de informação mediotejo.net
 
Não podíamos correr o risco de colocar ao serviço funcionárias que estiveram em contacto com a funcionária que aguarda o resultado do teste ao novo coronavírus”, explicou o Director Técnico da instituição.
 
Em estreita colaboração com a Delegada de Saúde, a Segurança Social e a Câmara Municipal, a direcção da Santa Casa avançou com outras medidas. “Dos sete sectores existentes, foram isolados dois sectores, onde a funcionária em causa esteve ao serviço” referiu Júlio Soares.
 
Na Santa Casa da Misericórdia, que mantém duas Estruturas Residenciais para Idosos em Gavião – a ERPI de São Francisco e a ERPI de Nossa Senhora dos Remédios –, o Lar da Comenda e uma Creche e ainda um Jardim de Infância com Pré-escolar trabalham, no total, 146 funcionários.
 
As ERPI de Gavião somam 138 utentes, no Lar da Comenda estão 40 idosos e as crianças são 39; 20 no Jardim de Infância e Pré-escolar e 19 na Creche.
 
c/ mediotejo.net e Rádio Antena Livre
Modificado em quinta, 09 abril 2020 18:13

Deixe um comentário