quinta, 24 setembro 2020
quarta, 08 abril 2020 02:20

Grupo dono do Pingo Doce viabiliza nova Unidade de Cuidados Intensivos no Hospital de Évora

Escrito por
O comunicado acrescenta que “a nova unidade aumenta significativamente a capacidade de resposta da região" O comunicado acrescenta que “a nova unidade aumenta significativamente a capacidade de resposta da região" DR
Através de um comunicado enviado às redacções, o Grupo Jerónimo Martins revelou que vai viabilizar a conclusão da montagem de “uma segunda unidade de cuidados intensivos do Hospital do Espírito Santo, em Évora, num investimento superior a 320 mil euros”.
 
Entre os equipamentos doados pelo grupo dono da cadeia de supermercados Pingo Doce, encontram-se um RX Portátil, uma central de monitorização, 14 monitores e 14 módulos de capnografia (tecnologia que permite avaliar o estado ventilatório de um doente), um capnógrafo para ventilador G5, um adaptador para capnógrafo e 60 seringas SPACE.
 
O comunicado acrescenta que “a nova unidade aumenta significativamente a capacidade de resposta da região ao que puder ainda vir a ser a evolução da pandemia Covid-19, já que permitirá tratar 12 doentes em fase aguda da doença, isto é, com insuficiência respiratória e necessidade de suporte de ventilação”.
 
A mesma nota salienta ainda que “apesar de o Alentejo ser, à data e a grande distância, a região de Portugal Continental com o menor número de infectados (85) e a única sem qualquer registo de morte resultante da pandemia Covid-19, o muito elevado índice de envelhecimento populacional constitui um factor de preocupação adicional”.
 
Com o financiamento garantido pelo Grupo Jerónimo Martins, a administração do Hospital do Espírito Santo, em Évora, já colocou todas as encomendas junto das empresas fabricantes e espera começar a receber os equipamentos ainda este mês.
Modificado em quarta, 08 abril 2020 16:00

Deixe um comentário