segunda, 09 dezembro 2019
terça, 25 dezembro 2018 17:11

Helicóptero do INEM colocado em Évora não cumpre os requisitos técnicos

Escrito por
Fonte oficial da empresa diz que está a actuar com o acordo do INEM quanto “à substituição temporária do helicóptero que opera a partir de Évora” Fonte oficial da empresa diz que está a actuar com o acordo do INEM quanto “à substituição temporária do helicóptero que opera a partir de Évora” DR
Segundo informação avançada pelo Jornal de Notícias (JN), na passada segunda-feira, dia 24 de Dezembro, o helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) que se encontra estacionado no aeródromo de Évora, não cumpre os requisitos técnicos exigidos no contrato.
 
Segundo o matutino, o aparelho já “ultrapassa o limite de idade”.
 
Uma das regras do contrato assinado entre os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) e a empresa Babcock, em Agosto deste ano, define que as aeronaves não deverão ter “mais de 20 anos sobre a sua data de fabrico à data da sua utilização”.
 
De acordo com o jornal, “desde a entrada em vigor do contrato, o aparelho colocado em Évora viola os requisitos técnicos. A empresa colocou um Bell 412, construído em 1997, ou seja, a completar os 21 anos”.
 
Fonte oficial da empresa diz que está a actuar com o acordo do INEM quanto “à substituição temporária do helicóptero que opera a partir de Évora” e que “previsivelmente em Março de 2019” chegará um novo helicóptero à base alentejana.
 
O jornal questionou também o INEM e os SPMS, mas não obteve qualquer resposta. 
Modificado em terça, 25 dezembro 2018 17:27

Deixe um comentário