domingo, 17 dezembro 2017

Melhor vinho branco do mundo é alentejano

Escrito por  Publicado em Região quinta, 21 setembro 2017 01:30
Esta foi a primeira vez que um vinho branco português arrebatou a medalha de grande ouro Esta foi a primeira vez que um vinho branco português arrebatou a medalha de grande ouro DR
E mais uma vez, um vinho alentejano atinge a excelência. O Conde D’Ervideira Reserva Branco Alentejo DOC foi eleito o melhor do mundo no concurso mais exigente para vinhos brancos, o Mundus Vini, que decorreu na Alemanha, entre os dias 31 de Agosto e 3 de Setembro, e onde todos os grandes produtores colocam à prova os seus produtos.
 
Esta foi a primeira vez que um vinho branco português arrebatou a medalha de grande ouro num concurso internacional.
 
O Conde D’Ervideira é produzido com uvas 100% nacionais e tradicionais do Alentejo, a casta Antão Vaz, faz o seu estágio de seis meses em barricas de carvalho húngaro, e tem um preço de venda ao público de 10 euros.
 
Com uma produção de 35 mil garrafas por ano, praticamente metade é exportado para toda a Europa e Brasil, o que representa um peso grande na facturação da adega.
 
Segundo conseguimos apurar, dessa mesma produção de 35 mil garrafas, restavam na Herdade da Ervideira, 20 mil, que já esgotaram com encomendas da Suíça, Luxemburgo, Bélgica e Portugal. Podemos ainda adiantar que agora só em Maio de 2018 haverá novamente Conde D’Ervideira Reserva Branco.
 
Nesta 21ª edição, o concurso internacional alemão teve à prova 4.300 vinhos de 42 áreas vitivinícolas do mundo – provados às cegas e classificados por um júri com 164 especialistas oriundos de 41 países – e deu no total 16 medalhas de grande ouro, 703 de ouro e 1.001 de prata.
 
No global, a região Alentejo arrecadou no Mundus Vini Summer Tasting 2017, 50 medalhas. Para além da Grande Ouro do Conde D’Ervideira, os vinhos alentejanos coleccionaram 25 medalhas de ouro (13 nos brancos e 12 nos tintos) e 24 medalhas de prata (11 nos brancos e 13 nos tintos).

Deixe um comentário

Mais Populares