quinta, 20 julho 2017

Colisão violenta faz um morto e dois feridos na Nacional 251

Escrito por  Publicado em Região quinta, 11 maio 2017 20:11
Vítima mortal e ferido grave deslocavam-se para Estremoz Vítima mortal e ferido grave deslocavam-se para Estremoz CM TV
Na sequência de uma colisão frontal ocorrida entre dois veículos ligeiros, no distrito de Évora, na Estrada Nacional (EN) 251, que liga as localidades de Mora e Pavia, junto à povoação de Foros de Mora, um homem de 57 anos morreu e duas outras pessoas ficaram feridas.
 
O acidente ocorreu esta quinta-feira pela manhã, tendo o alerta sido dado às 08.29 horas.
 
A vítima mortal viajava num automóvel conduzido por um outro homem, de 45 anos, que sofreu múltiplas fracturas, tendo sido, segundo informações recolhidas pelo Ardina do Alentejo, transportado de helicóptero para o Hospital de São José, em Lisboa.
 
A outra viatura envolvida no acidente era conduzida por uma mulher de 29 anos, que seguia sozinha e que também sofreu diversos ferimentos, tendo sido transportada para o Hospital do Espírito Santo, em Évora.
 
À hora da colisão, o piso estava molhado, mas não há para já uma causa definida para o sinistro. Segundo o 1º Sargento Gomes, do Destacamento de Trânsito da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Évora, "as causas vão ser investigadas, sendo muito prematuro estar já a adiantar uma causa".
 
A vítima mortal e o ferido grave deste acidente eram colaboradores da firma estremocense “Manjar de Estremoz”. Deslocavam-se precisamente para Estremoz, mais concretamente para o Teatro Bernardim Ribeiro, onde iriam prestar assistência a um serviço de catering fornecido pela empresa sediada na Zona Industrial da cidade branca do Alentejo.
 
A prestar assistência às vítimas, para além de diversos elementos da GNR e do INEM, estiveram no local sete elementos dos Bombeiros Voluntários de Mora, apoiados por 16 veículos.
 
A estrada que liga Mora a Pavia esteve cortada dutante cerca de três horas para as operações de socorro e remoção das viaturas.
 
As vítimas
Carlos Paixão, um bancário bastante conhecido em Santarém, é a vítima mortal do violento acidente de viação ocorrido na manhã desta quinta-feira, 11 de Maio, na Estrada Nacional 251, entre Mora e Pavia.
 
Carlos Paixão, de 57 anos, ex-funcionário da Caixa Geral de Depósitos na pré-reforma, era natural da freguesia de Amiais de Baixo e trabalhou algum tempo nos Bombeiros Municipais de Santarém. Deixa esposa e duas filhas maiores, desconhecendo-se para já a data e hora das cerimónias fúnebres.
 
O condutor do veículo onde viria a falecer Carlos Paixão, era José Luís Dionísio, residente na Ribeira de Santarém. José Luís sofreu ferimentos muito graves, tendo acabado por ser transportado num helicóptero do INEM para o Hospital de São José, em Lisboa.
 
A terceira vítima deste aparatoso acidente é Ana Infante, de 29 anos, residente na Terrugem, e que foi transportada para o Hospital do Espírito Santo, em Évora.
 
c/ CM TV e Rede Regional

Deixe um comentário

Mais Populares