terça, 28 janeiro 2020
Pela prática de dois crimes de “abuso sexual de incapaz”, o Juízo Central Criminal de Portalegre condenou recentemente um homem, de 48 anos de idade, a uma pena única de cinco anos e seis meses de prisão.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar, os crimes terão sido cometidos em 2017, na freguesia de Casa Branca, no concelho de Sousel.
 
Segundo ainda aquilo que conseguimos apurar, a vítima, portador de uma acentuada deficiência cognitiva, teria na altura em que os crimes foram perpetrados entre 18 e 20 anos de idade.
 
Este inquérito foi dirigido pelo Ministério Público (MP) do Juízo Local de Fronteira com a coadjuvação da Polícia Judiciária (PJ).
 
De referir que o acórdão ainda não transitou em julgado.
Modificado em quinta, 23 janeiro 2020 17:24
E o azar bateu à porta dos Bombeiros Voluntários de Nisa.
 
Em sequência da colisão com um animal de grande porte, ocorrida na Estrada Municipal 527, na tarde desta terça-feira, dia 21 de Janeiro, uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Nisa ficou inoperacional.
 
Na viatura de transporte de doentes não urgentes seguiam o motorista e uma doente, que não sofreram qualquer ferimento, não tendo sido necessária qualquer tipo de assistência.
 
O animal selvagem, uma corça, não resistiu aos ferimentos e acabou por falecer.
 
O alerta para esta colisão foi dado pelas 15:45 horas, tendo sido mobilizados para o local do sinistro 10 operacionais e quatro viaturas, dos Bombeiros Voluntários de Nisa e da Guarda Nacional Republicana (GNR).
 
 
 
O despiste de uma moto 4, ocorrido na zona do Monte da Mata, perto da localidade de Santana, no concelho de Arraiolos, provocou um ferido grave. 
 
O alerta para o acidente foi dado às 15:46 horas desta terça-feira, dia 21 de Janeiro. 
 
O ferido grave, um homem com cerca de 50 anos, foi assistido e estabilizado no local, e posteriormente transportado para o Hospital do Espírito Santo de Évora.
 
Para o local do sinistro foram mobilizados sete operacionais e três veículos, entre Bombeiros Voluntários de Arraiolos, Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).
Modificado em terça, 21 janeiro 2020 21:07
Tendo em vista o acolhimento de novas empresas ligadas ao cluster aeronáutico, saúde digital e ambiente, o Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia (PACT), em Évora, vai construir quatro novos edifícios, com cerca de 6100 metros quadrados, num projecto desenhado pelo arquitecto Carrilho da Graça e que representa um investimento de €8,2 milhões.
 
Os novos edifícios, a construir nas proximidades do primeiro módulo do PACT e que terão capacidade para 65 empresas, deverão entrar em funcionamento no primeiro semestre de 2022, e estarão disponíveis em regime de arrendamento, sendo que as empresas que ali se instalarem irão pagar uma renda mensal de 12,5 euros por metro quadrado.
 
c/ Expresso
Modificado em terça, 21 janeiro 2020 20:26
Na manhã desta terça-feira, dia 21 de Janeiro, um pequeno incêndio deflagrou no posto da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Sousel.
 
O alerta para esta ocorrência foi dado às 10:13 horas, e segundo aquilo que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar, o incêndio teve origem na chaminé do posto da GNR.
 
Para além de danos materiais, o fogo provocou um ferido leve, um militar da GNR de Sousel, que foi transportado para o Centro de Saúde de Sousel e posteriormente encaminhado para o Hospital Distrital Dr. José Maria Grande, em Portalegre, devido à inalação de fumos.
 
Foram mobilizados para o local sete operacionais e duas viaturas dos Bombeiros Voluntários de Sousel.
Modificado em terça, 21 janeiro 2020 12:34
Pelo crime de resistência e coação sobre militares da Guarda Nacional Republicana (GNR), esta força de segurança deteve, no passado sábado, 18 de Janeiro, um homem de 35 anos, em Campo Maior.
 
Segundo um comunicado do Comando Territorial de Portalegre da GNR, o homem foi detido por militares do Posto Territorial de Campo Maior, tendo sido mesmo necessário "recorrer à força física".
 
A GNR explica no comunicado, que após o alerta do proprietário de um estabelecimento comercial daquela localidade, onde estaria a ocorrer um furto de produtos alimentares, os militares encetaram uma perseguição apeada ao suspeito, que já estava referenciado pela prática do mesmo tipo de crime.
 
"Após a abordagem, o suspeito ofereceu resistência à patrulha, começando por ocultar a sua identificação e opondo-se à revista pessoal, visando impedir a recuperação dos objectos furtados e assim assegurar os meios de prova, tendo sido necessário recorrer à força física, estritamente necessária, para efetuar a detenção do mesmo", adianta o comunicado.
 
A GNR refere ainda que ao verificar-se "a existência de uma escoriação no suspeito, em consequência da queda aquando da sua detenção", foi o detido encaminhado ao Centro de Saúde de Campo Maior, local onde se juntaram vários familiares e amigos do suspeito, que "tentaram forçar a entrada" naquele estabelecimento de saúde.
 
"Para que fosse possível salvaguardar a segurança dos utentes e dos funcionários que se encontravam no interior do Centro de Saúde, houve necessidade de efectuar um disparo de advertência com arma de fogo, municiada com cartucho de borracha, levando à dispersão do aglomerado de pessoas e à reposição da tranquilidade e da ordem pública, tendo o detido sido depois sujeito ao respectivo tratamento médico", acrescenta o comunicado.
 
O detido foi constituído arguido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Elvas.
 
c/ LUSA
Modificado em segunda, 20 janeiro 2020 13:19
No dia de ontem, domingo, Portugal Continental foi fustigado pela depressão Glória. E foram várias as ocorrências registadas no Alentejo, provocadas pelo vento forte que se fez sentir na região durante todo o dia.
 
O distrito de Portalegre, segundo dados divulgados pela Autoridade Nacional de Protecção Civil, foi o mais afectado, registando-se mais de duas dezenas de quedas de árvores, nomeadamente nos concelhos de Portalegre (6), Nisa (4), Ponte de Sôr (3), Crato (2), Elvas (2), Marvão (2), Alter do Chão (1) e Sousel (1). No concelho de Portalegre foi ainda registada a queda de duas estruturas.
 
Três quedas de árvores, duas no concelho de Évora e uma no concelho de Redondo, foram as ocorrências registadas no distrito de Évora.
 
No distrito de Beja registaram-se três quedas de árvores, nos concelhos de Alvito (2) e Ferreira do Alentejo (1), sendo que ocorreu ainda uma queda de estrutura em Beja.
 
Os três distritos alentejanos estão sob aviso amarelo até às 18 horas de hoje, dia 20 de Janeiro.
Modificado em segunda, 20 janeiro 2020 11:32
Em reunião do executivo da Câmara Municipal de Alandroal, realizada no passado dia 8 de Janeiro, no edifício sede do Município, foi aprovada, com os votos favoráveis do Presidente da autarquia alandroalense, João Maria Grilo, eleito nas listas do Partido Socialista (PS), do vice-presidente João Carlos Balsante (PS), e do vereador Paulo Gonçalves, eleito nas listas da Coligação Democrática Unitária (CDU), a Candidatura a Pedido de Financiamento do Empréstimo Quadro (EQ) do Banco Europeu de Investimento (BEI) para fazer face às contrapartidas nacionais da obra de Consolidação, Restauro e Requalificação da Fortaleza de Juromenha, da obra de conclusão da Biblioteca/Centro Comunitário de Alandroal e da obra de Intervenção na Redução de Perdas na Rede de Abastecimento de Água do concelho, projecto candidatado em conjunto com as Câmaras Municipais de Estremoz, Viana do Alentejo e Reguengos de Monsaraz.
 
Apesar da sua aprovação, esta proposta de contratação do EQBEI mereceu os votos contra da vereadora da CDU, Mariana Chilra, e do vereador eleito nas listas do Movimento Independente DITA - Defesa da Integridade Territorial e Desenvolvimento de Alandroal, João Nabais.
 
De recordar que, quer João Nabais, entre os anos de 2002 e 2009, quer Mariana Chilra, no mandato de 2013 a 2017, já se sentaram na cadeira de Presidente da Câmara Municipal de Alandroal.
 

Segundo o edil alandroalense, “este empréstimo, para fazer face à contrapartida nacional de projectos candidatados a fundos comunitários, no valor de cerca de 1 milhão e 450 mil euros, permite que o Município invista imediatamente cerca de 6 milhões de euros em obra, visto que já temos cerca de 4 milhões e 500 mil euros de fundos comunitários assegurados”.
 
Em declarações ao Ardina do Alentejo, João Maria Grilo refere que “estamos a falar de obras tão importantes como a Reabilitação e Restauro das Muralhas da Fortaleza de Juromenha, da conclusão da Biblioteca/Centro Comunitário de Alandroal, obra parada há 12 anos e que precisa urgentemente de ser concluída, e da obra de Intervenção na Redução de Perdas na Rede de Abastecimento de Água do concelho, projecto candidatado em conjunto com as Câmaras Municipais de Estremoz, Viana do Alentejo e Reguengos de Monsaraz”.
 
O EQBEI, no fundo, não é um empréstimo, mas sim um reembolso, com taxas de juros zero, a 13 anos, o que se traduz em cerca de 109 mil euros ano de esforço do Município, o que dá pouco mais de 9 mil euros por mês” adiantou o autarca.
 
João Maria Grilo salienta que “este empréstimo é essencial porque para executarmos todas estas obras, num curto espaço de tempo, de final do Quadro Comunitário, elas têm de avançar agora”.
 
O presidente da autarquia de Alandroal garantiu ao Ardina do Alentejo que “esta operação tem autorização do FAM – Fundo de Apoio Municipal, que supervisiona as contas da câmara, e que assume e reconhece que a mesma é importante para o desenvolvimento do concelho”.
 
Sobre os votos contra dos vereadores da CDU e do DITA, João Maria Grilo olha “com preocupação” para esses mesmos votos contra, acreditando que “no momento em que estavam a votar” ambos os vereadores “esqueceram-se que já tinham sido Presidentes de Câmara, visto que eles próprios prometeram às pessoas que resolveriam estes mesmos problemas”. “Espero que tenha sido um momento menos reflectido e que possam ainda vir a retratar-se deste voto”.
 
Mas para que a contratação deste empréstimo seja uma realidade, falta ainda a aprovação da Assembleia Municipal de Alandroal.
 
Hoje, dia 17 de Janeiro, a partir das 21 horas, está agendada, para o edifício sede do Município, uma reunião extraordinária do órgão deliberativo do concelho.
 

 

Apesar de o PS não ter maioria na Assembleia Municipal, e apesar dos votos contra dos vereadores da CDU e do DITA, João Maria Grilo está confiante que esses votos contra dos vereadores da oposição “foi um momento menos reflectido e que eles tiveram oportunidade, desde a reunião de câmara até hoje, de reflectir, de pensar, e de transmitir aos membros da Assembleia Municipal, que são responsáveis por eles próprios, responsáveis pelas suas próprias decisões, mas transmitir-lhes que não há justificação nenhuma que se possa dar que não ponha em causa a lealdade para com a população ao inviabilizar este empréstimo”.

 

João Maria Grilo concluiu a sua entrevista ao Ardina do Alentejo salientando a ideia de que “cada um dos membros da Assembleia Municipal vai ter nas suas mãos o poder de, ou viabilizar seis milhões de euros de investimento e contribuir para o desenvolvimento do concelho, ou em contrapartida, inviabilizá-lo e contribuir para extremas dificuldades futuras no concelho, e dessa forma, não honrar o compromisso que fizeram com a população”.
 
 
 
Modificado em sexta, 17 janeiro 2020 03:43
A consagrada actriz brasileira Fernanda Montenegro está em Portugal e no dia de hoje, quarta-feira, 15 de Janeiro, foi almoçar à cidade de Évora.
 
A actriz almoçou num dos restaurantes mais conhecidos e badalados da cidade alentejana, o restaurante “Fialho” e o momento ficou registado para a posteridade, com a actriz a posar, em plena cozinha, ao lado dos funcionários do referido espaço de restauração.
 
A foto da visita da actriz brasileira ao “Fialho” foi publicada na página do restaurante eborense na rede social Facebook, com a seguinte mensagem: “Hoje, a GRANDE Senhora, Fernanda Montenegro, almoçou na nossa casa e fez questão de visitar a cozinha. Foi com o maior carinho e orgulho que a acolhemos. Bem haja, Diva!
Modificado em quarta, 15 janeiro 2020 18:36