sexta, 01 julho 2022
quinta, 24 fevereiro 2022 01:28

A semana começou primaveril, mas vem aí a chuva

Escrito por
Recorde-se que o IPMA alertou para o facto de mais de 90% do território estar, a 15 de Fevereiro, em seca severa ou extrema Recorde-se que o IPMA alertou para o facto de mais de 90% do território estar, a 15 de Fevereiro, em seca severa ou extrema DR

Os primeiros dias da semana trouxeram-nos temperaturas acima dos 20 graus, mas no dia de hoje, quinta-feira, e amanhã, sexta-feira, vai estar menos calor e a chuva vai regressar.
 
De acordo com a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a partir de hoje, 24 de Fevereiro, vai-se verificar uma descida acentuada da temperatura máxima no Continente, com chuva mais a Sul do país, e com a possibilidade de ocorrência de trovoadas a Sul do conjunto montanhoso Montejunto - Estrela.
 
Cristina Simões, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, adiantou à Lusa que esta chuva não será "uma precipitação muito significativa em relação ao que seria esperado para um retrocesso do estado em que Portugal Continental se encontra". 
 
Apesar dos dois dias de chuva que se avizinha, Cristina Simões explicou que não será suficiente para o retrocesso da seca em que o país se encontra uma vez que "não vai continuar". "No fim de semana já temos céu pouco nublado", concluiu.
 
No dia de hoje será a região Sul aquela que contará com mais chuva, mas na sexta-feira esta precipitação será mais generalizada.
 
Quanto às temperaturas, hoje as máximas irão oscilar entre os 15 e os 22 graus, e na sexta-feira entre os 11 e 21 graus.
 
Nas ilhas, os Açores não contam com chuva no dia de hoje, e na Madeira só é esperada em Porto Santo. Já na sexta-feira, nos Açores só Santa Cruz das Flores será brindada com precipitação e na Madeira voltará a cair chuva em Porto Santo.
 
Recorde-se que o IPMA alertou na passada segunda-feira para o facto de mais de 90% do território estar, a 15 de Fevereiro, em seca severa ou extrema. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera alerta para um novo agravamento da situação de seca meteorológica no país.
 
Perante a situação, o Governo vai destinar cinco milhões de euros do Fundo Ambiental para campanhas de sensibilização e para soluções de contingência, no âmbito da seca que o país atravessa.
 
c/ LUSA
Modificado em quinta, 24 fevereiro 2022 01:57

Deixe um comentário

PUB