sexta, 14 agosto 2020
domingo, 05 julho 2020 15:21

Registadas mais três mortes por Covid-19 no Alentejo! Número de infectados em Portugal sobe para 43897!

Escrito por
Estão já confirmadas no nosso país 1605 mortes. Nas últimas 24 horas morreram sete pessoas, mortes essas que se registaram todas na região de Lisboa e Vale do Tejo Estão já confirmadas no nosso país 1605 mortes. Nas últimas 24 horas morreram sete pessoas, mortes essas que se registaram todas na região de Lisboa e Vale do Tejo DR
Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico deste domingo, há 43897 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 328 casos do que os registados no passado sábado. Há agora 1167 pessoas que aguardam resultado laboratorial (mais 64 cidadãos que no dia de ontem) e subiu para os 29017 o número de casos de pessoas que já recuperaram (mais 245 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).
 
Dos casos confirmados, há 504 pessoas internadas em unidades de saúde (mais 15 pessoas internadas do aquelas que se registavam no dia de ontem), e desses estão 73 internados em unidades de cuidados intensivos (exactamente o mesmo número de pessoas internadas que no dia anterior).
 
O total de casos suspeitos subiu para 390400 e sabe-se também que o total de casos não confirmados é agora de 345336.
 
Neste momento há 31457 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades.
 
Estão já confirmadas no nosso país 1614 mortes. Nas últimas 24 horas morreram nove pessoas, mortes essas que se registaram seis na região de Lisboa e Vale do Tejo e três na região Alentejo. 
 
A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região com mais casos em Portugal, registando 20527 casos, mais 254 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região Norte com 17748 casos confirmados até ao momento, mais 25 que os verificados no passado sábado. A região Centro regista 4189 casos, mais 32 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 662 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais nove casos que os verificados no boletim do dia de ontem. A Região Autónoma dos Açores vê manter nos 151 o número de casos confirmados de infecção na região, enquanto que a Região Autónoma da Madeira vê subir para os 93 o número de casos de infectados na região, mais um caso que os registados no dia anterior. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 na região subiu para os 527, registando-se assim mais sete casos que os verificados no boletim do dia de ontem.
 
 
Segundo a DGS, mais de metade dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse (37%) febre (28%) cefaleia (20%), dores musculares (21%), fraqueza generalizada (15%) e dificuldade respiratória (10%).
 
O número de cadeias de transmissão deixou de ser revelado, mas existem vários casos importados sobretudo de Espanha (177), França (137), Reino Unido (88), Suíça (45), Emirados Árabes Unidos (48), Andorra (32), Brasil (30), Itália (29), EUA (24), Países Baixos (19), Argentina (18), Austrália (15), Alemanha (13), Bélgica (10), Áustria (8), Canadá (6), Egipto (4), India (4), Cabo Verde (4), Israel (3), Guatemala (3), Guatemala (3), Irlanda (3), Tailândia (3), Angola (3), Cuba (2), Suécia (2), México (2), Malta (2), Paquistão (2), Jamaica (2), Chile (2) e Luxemburgo (2). Os outros casos importados são de Andorra/EspanhaAlemanha/Áustria, Alemanha/IrlandaNoruegaArábia Saudita, ChinaRepública Checa, JapãoUcrânia, MaldivasIndonésia (4), Singapura, Venezuela, Polónia, Qatar, Dinamarca, África do Sul (2), Azerbaijão, Turquia, VenezuelaMarrocos e Irão.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 527.241 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 11.145.640 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 5.727.400 foram considerados curados.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
   

 

 

Modificado em domingo, 19 julho 2020 13:17

Deixe um comentário