Imprimir esta página
sexta, 10 abril 2020 19:39

Ministério da Educação já divulgou grelha de programação do #EstudoEmCasa

Escrito por
A nova Tele-Escola, que agora terá o nome de #EstudoEmCasa, vai ocupar a grelha das 09 às 17:50 horas A nova Tele-Escola, que agora terá o nome de #EstudoEmCasa, vai ocupar a grelha das 09 às 17:50 horas DR
O Ministério da Educação divulgou na tarde desta sexta-feira, dia 10 de Abril, os horários das aulas do #EstudoEmCasa, para alunos do Ensino Básico, que vão passar na RTP Memória, a partir do dia 20 de Abril.
 
A nova Tele-Escola, que agora terá o nome de #EstudoEmCasa, vai ocupar a grelha das 09 às 17:50 horas, de segunda a sexta-feira, com os conteúdos a serem organizados por anos lectivos.
 
Os conteúdos pedagógicos estão agrupados por: 1.º e 2.º anos, 3.º e 4.º anos, 5º e 6.º anos, 7.º e 8.º anos e 9.º ano.
 
À excepção das aulas de Educação Artística, que se destinam a todos os alunos, a grelha está organizada por escolaridade e a parte da manhã está reservada às aulas do 1.º ao 6.º ano, enquanto os conteúdos para os alunos do 7.º ao 9.º ano são transmitidas à tarde.
 
Os diferentes anos são agrupados em grupos de dois e, por isso, os alunos do 1.º ano vão partilhar a matéria com os alunos do 2.º ano, à semelhança dos alunos dos 3.º e 4.º anos, 5.º e 6.º anos e 7.º e 8.º anos, sendo a excepção as aulas do 9.º ano.
 
A programação vai incluir disciplinas como Educação Física, Literatura, Alemão, Francês e Espanhol até 30 minutos diários de iniciação ao Português para falantes não-nativos. Já os alunos 1.º ciclo vão ter trinta minutos semanais de Leitura e para os 5.º e 6.º vai haver “Oficina de Escrita”.
 
A Cidadania é transversal a todos os anos de escolaridade e vai ser abordada no contexto de várias disciplinas, como Estudo do Meio, História, Geografia ou Ciências Naturais.
 
Em comunicado, o Ministério da Educação explica que “a emissão do #EstudoEmCasa na RTP Memória vai permitir alcançar a generalidade dos alunos, ultrapassando alguns dos constrangimentos no acesso ao ensino que têm sido denunciadas por pais, professores e directores escolares ao longo das últimas semanas”.
 
As aulas através da televisão, neste caso da RTP Memória, foram a via encontrada pelo Ministério da Educação para ultrapassar os constrangimentos resultantes das medidas para evitar a propagação da pandemia Covid-19.
 
A marca escolhida para esta iniciativa, que resulta num "desafio tremendo" para toda a equipa envolvida, é #EstudoEmCasa, referiu o director da RTP Memória, Gonçalo Madaíl.
 
O desenho criativo do canal #EstudoEmCasa, tal como o grafismo e a identidade televisiva foi desenhada pela equipa da RTP Memória e do Centro de Inovação, referiu.
 
 
 
c/ Sapo24
Modificado em sábado, 11 abril 2020 20:02

Itens relacionados