quinta, 26 novembro 2020

Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta terça-feira, há 268721 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 3919 casos do que os registados na passada segunda-feira. Há actualmente 80432 casos activos de Covid-19 no nosso país (menos 3572 casos registados em relação ao dia de ontem) e subiu para os 184233 o número de casos de pessoas que já recuperaram da doença provocada pelo novo coronavírus (mais 7406 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).

 

Dos casos confirmados, há 3275 pessoas internadas em unidades de saúde (registam-se assim mais 34 internamentos do que aqueles que se verificavam no dia de ontem), e desses estão 506 internados em unidades de cuidados intensivos (estão assim internadas mais oito pessoas em relação ao que se verificava no dia anterior).
 
Neste momento há 82160 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades (mais 135 casos registados em relação ao dia de ontem). 
 
Estão já confirmadas no nosso país 4056 mortes. Nas últimas 24 horas morreram 85 pessoas no nosso país, mortes essas que se registaram 50 na região Norte, 20 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 12 na região Centro e três na região Alentejo.
 
 
 
 

 

A região Norte do país continua a ser a região com mais casos de infectados com Covid-19 em Portugal, registando 139905 casos, mais 2284 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo com 91053 casos confirmados até ao momento, mais 1018 que os verificados na passada segunda-feira. A região Centro regista 25949 casos, mais 446 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 4870 o número de casos confirmados de infecção na região, mais 65 casos que os verificados no boletim anterior. A Região Autónoma da Madeira vê subir para os 796 o número de casos de infectados na região, registando-se mais cinco pessoas infectadas do que no boletim do dia de ontem, enquanto que a Região Autónoma dos Açores vê subir para os 828 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais 18 pessoas infectadas do que no dia anterior. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 cifra-se nesta terça-feira nos 5320, registando-se assim mais 83 casos que os verificados no relatório do dia de ontem.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 1.405.565 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 59.720.938 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, sendo que pelo menos 41.314.350 pessoas são consideradas curadas.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
 
 
 
 
Modificado em terça, 24 novembro 2020 15:03

Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico deste domingo, há 260758 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 4788 casos do que os registados no passado sábado. Há actualmente 83942 casos activos de Covid-19 no nosso país (mais 1175 casos registados em relação ao dia de ontem) e subiu para os 172919 o número de casos de pessoas que já recuperaram da doença provocada pelo novo coronavírus (mais 3540 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).

 

Dos casos confirmados, há 3151 pessoas internadas em unidades de saúde (registam-se assim mais 126 internamentos do que aqueles que se verificavam no dia de ontem), e desses estão 491 internados em unidades de cuidados intensivos (estão assim internadas mais seis pessoas em relação ao que se verificava no dia anterior).
 
Neste momento há 81667 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades (mais 1146 casos registados em relação ao dia de ontem). 
 
Estão já confirmadas no nosso país 3897 mortes. Nas últimas 24 horas morreram 73 pessoas no nosso país, mortes essas que se registaram 39 na região Norte, 20 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 12 na região Centro e duas na região Alentejo.
 
 
 
 

 

A região Norte do país continua a ser a região com mais casos de infectados com Covid-19 em Portugal, registando 135363 casos, mais 3091 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo com 88983 casos confirmados até ao momento, mais 844 que os verificados no passado sábado. A região Centro regista 25013 casos, mais 637 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 4679 o número de casos confirmados de infecção na região, mais 73 casos que os verificados no boletim anterior. A Região Autónoma da Madeira vê subir para os 772 o número de casos de infectados na região, registando-se mais 13 pessoas infectadas do que no boletim do dia de ontem, enquanto que a Região Autónoma dos Açores vê subir para os 779 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais 18 pessoas infectadas do que no dia anterior. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 cifra-se neste domingo nos 5169, registando-se assim mais 112 casos que os verificados no relatório do dia de ontem.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 1.390.242 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 58.729.906 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, sendo que pelo menos 40.653.206 pessoas são consideradas curadas.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
 
 
 
 
Modificado em domingo, 22 novembro 2020 19:07
Depois de autorizada a renovação do Estado de Emergência, entre o dia 24 de Novembro e o dia 8 de Dezembro, o Governo reuniu-se para tomar novas medidas que António Costa revelou há poucos instantes ao país.
 
O Primeiro-Ministro começa por agradecer aos portugueses o "esforço" feito ao fim de semana, "sacrificando a sua liberdade", dirigindo uma palavra aos que estão a "sofrer" directa ou indirectamente com a medida do recolher obrigatório a partir das 13 horas.
 
"Este é um esforço que temos estado a fazer. É um esforço que tem valido a pena fazer para controlarmos a evolução desta pandemia". Com efeito, "sabemos bem que diariamente continuamos a ter um número de novos casos que continua a ser extremamente preocupante".
 
Contudo, tendo em conta a evolução desde Setembro, desde meados de Outubro "tivemos consecutivamente uma descida dos novos casos". "Não obstante continuarmos a crescer, há uma desaceleração do ritmo de crescimento".
 
Contudo, apontou Costa, "estes resultados são ainda insuficientes, temos muito ainda que nos esforçar para alcançar o resultado pretendido. De outro modo, nós continuaremos a ter um número de novos casos muito elevado, o que é uma ameaça para a saúde de todos, uma ameaça para o funcionamento do SNS e é um desafio muito duro para os profissionais de saúde que estão a dar o seu melhor". "É por isso que temos de persistir com a mesma determinação para travar o ritmo de crescimento (...) achatar e esmagar esta taxa de incidência tão elevada".
 
Perante a situação, o Governo aprovou o uso obrigatório de máscara nos locais de trabalho. Outra das medidas tomadas é a proibição de circulação entre concelhos entre as 23 horas de 27 de Novembro e as 5 horas de 2 de Dezembro e entre as 23 horas de 4 de Dezembro e as 5 horas de 9 de Dezembro.
 
O Governo determinou ainda a suspensão das actividades lectivas nos dias 30 de Novembro e 7 de Dezembro em todos os níveis de ensino, assim como a tolerância de ponto à Administração Pública, apelando a todas as entidades patronais privadas a suspensão da actividade de forma a termos no início de Dezembro "um ritmo de circulação francamente reduzido", ajudando assim a que "possamos ter um mês de Dezembro o mais tranquilo possível".
 
c/ Notícias ao Minuto
Modificado em domingo, 22 novembro 2020 13:16

Ao princípio da noite deste sábado, dia 21 de Novembro, o Primeiro-Ministro António Costa revelou ao país as novas medidas de combate à propagação do novo coronavírus, aprovadas pelo Executivo, depois da reunião do Conselho de Ministros extraordinária que se realizou no dia de hoje.

 

As medidas agora anunciadas estarão em vigor durante a renovação do Estado de Emergência, que começa às 00 horas de terça-feira, dia 24 de Novembro, e prolongam-se até às 23:59 horas de terça-feira, dia 8 de Dezembro.
 
Entre as principais medidas anunciadas por António Costa estão o uso obrigatório de máscara nos locais de trabalho e, nos dias 30 de Novembro e 7 de Dezembro, a suspensão de actividades lectivas em todos os níveis de ensino, assim como tolerância de ponto para a administração pública. António Costa apelou ainda às entidades privadas para que possam dispensar os seus trabalhadores nestes mesmos dias.
 
Outra das medidas anunciadas pelo Chefe de Governo é a proibição de circulação entre concelhos entre as 23 horas de dia 27 de Novembro e as 5 horas de 2 de Dezembro e entre as 23 horas de 4 de Dezembro e as 5 horas de 9 de Dezembro, de forma a evitar a circulação de pessoas durante as pontes que resultam dos feriados 1 e 8 de Dezembro.
 
c/ Noticias ao Minuto
Modificado em domingo, 22 novembro 2020 13:14

Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico deste sábado, há 255970 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 6472 casos do que os registados na passada sexta-feira. Há actualmente 82767 casos activos de Covid-19 no nosso país (mais 31 casos registados em relação ao dia de ontem) e subiu para os 169379 o número de casos de pessoas que já recuperaram da doença provocada pelo novo coronavírus (mais 6379 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).

 

Dos casos confirmados, há 3025 pessoas internadas em unidades de saúde (registam-se assim menos 54 internamentos do que aqueles que se verificavam no dia de ontem), e desses estão 485 internados em unidades de cuidados intensivos (estão assim internadas mais quatro pessoas em relação ao que se verificava no dia anterior).
 
Neste momento há 80521 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades (mais 112 casos registados em relação ao dia de ontem). 
 
Estão já confirmadas no nosso país 3824 mortes. Nas últimas 24 horas morreram 62 pessoas no nosso país, mortes essas que se registaram 24 na região Norte, 23 na região de Lisboa e Vale do Tejo, nove na região Centro, cinco na região Alentejo e uma na região Algarve.
 
 
 
 

 

A região Norte do país continua a ser a região com mais casos de infectados com Covid-19 em Portugal, registando 132272 casos, mais 4070 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo com 88139 casos confirmados até ao momento, mais 1534 que os verificados na passada sexta-feira. A região Centro regista 24376 casos, mais 656 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 4606 o número de casos confirmados de infecção na região, mais 57 casos que os verificados no boletim anterior. A Região Autónoma da Madeira vê subir para os 759 o número de casos de infectados na região, registando-se mais 10 pessoas infectadas do que no boletim do dia de ontem, enquanto que a Região Autónoma dos Açores vê subir para os 761 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais 48 pessoas infectadas do que no dia anterior. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 cifra-se neste sábado nos 5057, registando-se assim mais 97 casos que os verificados no relatório do dia de ontem.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 1.382.506 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 58.198.505 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, sendo que pelo menos 40.313.001 pessoas são consideradas curadas.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
 
 
 
Modificado em domingo, 22 novembro 2020 13:11

Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta sexta-feira, há 249498 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 6489 casos do que os registados na passada quinta-feira. Há actualmente 82736 casos activos de Covid-19 no nosso país (mais 1352 casos registados em relação ao dia de ontem) e subiu para os 163000 o número de casos de pessoas que já recuperaram da doença provocada pelo novo coronavírus (mais 5076 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).

 

Dos casos confirmados, há 3079 pessoas internadas em unidades de saúde (registam-se assim mais 62 internamentos do que aqueles que se verificavam no dia de ontem), e desses estão 481 internados em unidades de cuidados intensivos (estão assim internadas mais 23 pessoas em relação ao que se verificava no dia anterior).
 
Neste momento há 80409 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades (mais 312 casos registados em relação ao dia de ontem). 
 
Estão já confirmadas no nosso país 3762 mortes. Nas últimas 24 horas morreram 61 pessoas no nosso país, mortes essas que se registaram 33 na região Norte, 15 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 12 na região Centro e uma na região Algarve.
 
 
 
 

 

A região Norte do país continua a ser a região com mais casos de infectados com Covid-19 em Portugal, registando 128202 casos, mais 3630 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo com 86605 casos confirmados até ao momento, mais 1805 que os verificados na passada quinta-feira. A região Centro regista 23720 casos, mais 799 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 4549 o número de casos confirmados de infecção na região, mais 90 casos que os verificados no boletim anterior. A Região Autónoma da Madeira vê subir para os 749 o número de casos de infectados na região, registando-se mais uma pessoa infectada do que no boletim do dia de ontem, enquanto que a Região Autónoma dos Açores vê subir para os 713 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais 29 pessoas infectadas do que no dia anterior. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 cifra-se nesta sexta-feira nos 4960, registando-se assim mais 135 casos que os verificados no relatório do dia de ontem.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 1.346.578 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 56.093.826 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, sendo que pelo menos 39.090.890 pessoas são consideradas curadas.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
 
 
 
Modificado em domingo, 22 novembro 2020 13:04
O Governo está a ponderar dividir os municípios do país em três escalões, com base na incidência da Covid-19 por cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, aplicando medidas restritivas de forma escalonada, consoante o risco de contágio da doença.
 
A informação sobre esta medida foi revelada na passada terça-feira pelo deputado José Luís Ferreira, do PEV, à saída de uma reunião com o Presidente da República. De acordo com o parlamentar, o Executivo encontra-se a ponderar definir três escalões de risco, adaptando as medidas a cada situação.
 
No escalão das restrições mais apertadas poderão entrar os concelhos com mais de 960 casos por 100 mil habitantes; no escalão intermédio poderão vigorar os que tenham entre 480 e 960; e o escalão mais baixo deverá contemplar aqueles municípios em que a incidência se cifre entre 240 e 480 casos.
 
Tendo por base a incidência de casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias para os 308 municípios portugueses, divulgados na segunda-feira pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), o jornal económico digital ECO definiu três listas com os diferentes municípios separados por três escalões, em linha com o avançado pelo deputado José Luís Ferreira.
 
Assim, caso venha a ser esta a opção do Executivo, com a já esperada renovação do Estado de Emergência, 28 concelhos serão abrangidos pelas regras mais apertadas, como a do recolher obrigatório às 13 horas ao fim de semana, 62 concelhos entrarão no escalão intermédio, e 98 concelhos entrarão no escalão de medidas menos rígidas. Um total de 120 concelhos poderão ficar livres de entrar neste sistema de escalões, pelo menos nesta fase, segundo a mesma estimativa.
 
Marcelo Rebelo de Sousa tem estado a ouvir os partidos sobre uma possível renovação do Estado de Emergência em Portugal, que termina a 23 de novembro. Perante esta possibilidade, a Assembleia da República já pré-agendou para sexta-feira, às 09 horas, o debate e votação de uma eventual renovação, caso esta venha a ser decidida pelo Presidente da República.
 
Veja as três listas dos escalões, com base na informação disponível actualmente, tendo em conta que este é apenas um cenário preliminar, que ainda não foi confirmado, nem tampouco se sabe que medidas poderão ser aplicadas aos municípios em cada escalão.
 
 
Nota: Se o seu concelho não está em nenhuma das três listas, significa que não cumpre o requisito de ter uma incidência superior a 280 casos por cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, pelo que será um dos 120 concelhos que poderão ficar livres de entrar neste sistema de escalões, segundo esta estimativa.
 
Modificado em domingo, 22 novembro 2020 12:59

Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta quarta-feira, há 236015 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 5891 casos do que os registados na passada terça-feira. Há actualmente 78641 casos activos de Covid-19 no nosso país (mais 1555 casos registados em relação ao dia de ontem) e subiu para os 153702 o número de casos de pessoas que já recuperaram da doença provocada pelo novo coronavírus (mais 4257 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).

 

Dos casos confirmados, há 3051 pessoas internadas em unidades de saúde (registam-se assim mais 23 internamentos do que aqueles que se verificavam no dia de ontem), e desses estão 432 internados em unidades de cuidados intensivos (está assim internada mais uma pessoa em relação ao que se verificava no dia anterior).
 
Neste momento há 79627 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades (menos 1190 casos registados em relação ao dia de ontem). 
 
Estão já confirmadas no nosso país 3632 mortes. Nas últimas 24 horas morreram 79 pessoas no nosso país, mortes essas que se registaram 47 na região Norte, 16 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 10 na região Centro, cinco na região Alentejo e uma na região Algarve.
 
 
 
 

 

A região Norte do país continua a ser a região com mais casos de infectados com Covid-19 em Portugal, registando 120157 casos, mais 3191 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo com 83258 casos confirmados até ao momento, mais 1637 que os verificados na passada terça-feira. A região Centro regista 22197 casos, mais 791 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 4357 o número de casos confirmados de infecção na região, mais 119 casos que os verificados no boletim anterior. A Região Autónoma da Madeira vê subir para os 722 o número de casos de infectados na região, registando-se mais uma pessoa infectada do que no boletim do dia de ontem, enquanto que a Região Autónoma dos Açores vê subir para os 644 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais 19 pessoas infectadas do que no dia anterior. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 cifra-se nesta quarta-feira nos 4680, registando-se assim mais 133 casos que os verificados no relatório do dia de ontem.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 1.346.578 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 56.093.826 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, sendo que pelo menos 39.090.890 pessoas são consideradas curadas.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
Modificado em domingo, 22 novembro 2020 12:49

Segundo foi anunciado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), no boletim epidemiológico desta terça-feira, há 230124 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal. Registam-se assim mais 4452 casos do que os registados na passada segunda-feira. Há actualmente 77126 casos activos de Covid-19 no nosso país (menos 2919 casos registados em relação ao dia de ontem) e subiu para os 149445 o número de casos de pessoas que já recuperaram da doença provocada pelo novo coronavírus (mais 7290 pessoas recuperadas que os registos no dia anterior).

 

Dos casos confirmados, há 3028 pessoas internadas em unidades de saúde (registam-se assim menos 12 internamentos do que aqueles que se verificavam no dia de ontem), e desses estão 431 internados em unidades de cuidados intensivos (estão assim internadas mais cinco pessoas em relação ao que se verificava no dia anterior).
 
Neste momento há 80817 casos a serem acompanhados com contactos de vigilância pelas autoridades (menos 14537 casos registados em relação ao dia de ontem). 
 
Estão já confirmadas no nosso país 3553 mortes. Nas últimas 24 horas morreram 81 pessoas no nosso país, mortes essas que se registaram 43 na região Norte, 21 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 11 na região Centro, quatro na região Alentejo e duas na região Algarve.
 
 
 
 

 

A região Norte do país continua a ser a região com mais casos de infectados com Covid-19 em Portugal, registando 116966 casos, mais 2941 casos que os registados no dia anterior. Segue-se a região de Lisboa e Vale do Tejo com 81621 casos confirmados até ao momento, mais 812 que os verificados na passada segunda-feira. A região Centro regista 21406 casos, mais 353 casos que os registados no dia anterior, e o Algarve vê subir para os 4238 o número de casos confirmados de infecção na região, mais 65 casos que os verificados no boletim anterior. A Região Autónoma da Madeira vê subir para os 721 o número de casos de infectados na região, registando-se mais 27 pessoas infectadas do que no boletim do dia de ontem, enquanto que a Região Autónoma dos Açores vê subir para os 625 o número de casos confirmados de infecção na região, registando-se mais 11 pessoas infectadas do que no dia anterior. No Alentejo o número de casos de pessoas infectadas com Covid-19 cifra-se nesta terça-feira nos 4547, registando-se assim mais 243 casos que os verificados no relatório do dia de ontem.
 
A pandemia de Covid-19 já matou pelo menos 1.335.803 pessoas em todo o mundo desde que a China anunciou em Dezembro o aparecimento do novo coronavírus, indicou a agência France-Presse.
 
Mais de 55.559.875 casos de infecção foram diagnosticados até agora em 196 países e territórios, sendo que pelo menos 38.760.555 pessoas são consideradas curadas.
 
Este balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
 
 
 
Modificado em domingo, 22 novembro 2020 12:37