domingo, 07 junho 2020
terça, 17 dezembro 2019 15:41

Política para Tótós

Escrito por
Há poucos dias atrás, o Sr. Primeiro-ministro António Costa, escreveu no Twitter: “Hoje damos um passo decisivo para acabar com a sub orcamentação crónica do @SNS_Portugal, reforçar e motivar os seus profissionais, modernizar equipamentos e robustecer a gestão, em suma, para reforçar a confiança no SNS e servir melhor os portugueses.”
 
Estas declarações de António Costa ocorreram um pouco antes da Ministra da Saúde, Marta Temido, apresentar o Plano de Melhoria da Resposta do Serviço Nacional de Saúde, aprovado em Conselho de Ministros.
 
Aparentemente, estas palavras até parecem motivadoras, mas no fundo estamos a falar das mentiras sucessivamente encobertas pelo Governo.
 
Na prática, é um reconhecimento do caos em que se encontra o Sistema Nacional de Saúde (SNS). É um reconhecimento que durante quatro anos o Governo e os seus parceiros da Geringonça sub orçamentaram propositadamente o SNS, matéria sobre a qual sempre foi dito que estavam a ser feitos enormes progressos. Aliás, sempre foi dito que os partidos da oposição exageravam nos argumentos, que o objectivo dos partidos do centro e da direita era privatizar o SNS, patati, patatá...
 
Curiosamente foi com o Governo mais à esquerda que tivemos em Portugal, em que o Estado mais desinvestiu no SNS e que mais contratou aos privados. 
 
Eufemisticamente, o Primeiro-ministro introduziu a palavra “crónica” (em sub orçamentação crónica) para dar a sensação que este é um velho problema, que o Governo socialista é alheio nas responsabilidades. Parece brincadeira, mas não é!
 
Este simples post do Sr. Primeiro-ministro no Twitter é claramente demonstrativo da sua forma de fazer política e de tratar Portugal e os portugueses. Trata os portugueses como verdadeiros Tótós! Mais uma vez estamos perante um texto cheio de nada, cheio de irrealismo, cheio de propaganda!
 
E o que resta no meio disto tudo? O Governo vai orçamentar o que tem sub orçamentado. E o que vale a este Governo orçamentar? Nada. É muito simples, o Ronaldo das Finanças vai tratar da orçamentação com cativações, que na verdade, serão novos cortes.
 
Moral da história: Quando estiver a falar com os seus amigos sobre política para Tótós, lembre-se deste post do senhor Primeiro-ministro. Exemplo tão didático como este não é fácil encontrar.
 
* Vereador na Câmara Municpal de Évora, António Costa da Silva
Modificado em terça, 17 dezembro 2019 15:56

Deixe um comentário