sexta, 14 dezembro 2018

Conversas do Futebol de hoje e de outros tempos

Escrito por  Publicado em José Lameiras quarta, 11 abril 2018 18:57
Nos anos 90 dois amigos iam ao futebol, o João e o Manel
João: Então bebemos uma fresca antes do jogo?
Manel: Só uma? Vê lá que eu tenho sede...
João: Bebemos duas, para não irmos coxos...
Manel: Podes crer, para coxo já basta aquele central que lá temos...
João: Qual deles??? São os dois… aliás, por isso é que eles são defesas… Viste no último jogo? Aquele passe que fez para o avançado? Estava mesmo a dormir...
Manel: A dormir? Achas? Não sabe é mais… É muito bom a cortar as bolas, mas depois tem dois pés que parecem dois madeiros.
João: Podes crer… A ver se não demoramos muito pois eu gosto de ver o aquecimento. Estou curioso para ver quem ele vai meter de início.
Manel: Também eu, bebe lá isso para irmos embora.
 
Já no estádio
João: Não me digas que ele vai meter aquele guarda-redes?
Manel: Não sei, eles estão a aquecer os dois… Mas deve ser.
João: É perigoso, eles nas bolas paradas são fortes e aquele é baixote.
Manel: Mas salta bem… O pior é a jogar com os pés. 
João: E dentro dos postes é muito bom… Não viste no último jogo? Se não fosse ele… Não sei não...
Manel: Ora, é para isso que lá está. Dá uns frangos mas não é mau de todo. Olha, é mesmo ele que joga, não ouviste o gajo ali a dizer?
João: Qual gajo? Eu estava a ver se ouvia aqui o da rádio.
 
Durante o jogo
Manel: PENALTI, PENALTI! Este gajo não marca nada pá! Era penalti!
João: Como conseguiste ver daqui? Eu não vi, é muito rápido!
Manel: Mas o gajo está mais perto que nós… Não viu?
João: Achas? Se visse tinha marcado… ou talvez não!
Manel: Ora deixa, belo árbitro este… Aliás, são todos bons. Contra nós marcam sempre todos os penaltis.
 
Fim do jogo
João: Outro empate… Assim não vamos lá!
Manel: É preciso é calma… Ainda falta muito jogo.
João: Não se podem falhar golos assim… E aquele penalti não sei não.
Manel: Ora, pois, deixa. Agora é tarde. Não se podem é falhar golos daqueles. É uma vergonha! E o treinador também parece que tem medo de meter avançados.
João: Bom, vamos mas é comer um prego e para a semana há mais...
 

O futebol passou a ser sério demais e destila-se ódio de forma normal. É o que temos, é o que sentimos. Há muita coisa em redor do futebol que não faz falta nenhuma, aliás, até atrapalha. Será assim por mais uns tempos… Até ao dia em que muitos percebam que isto é apenas um jogo e que para uns ganharem, outros têm de perder.

 
Os mesmos amigos, vão ver um jogo em 2018
João: Bebemos uma antes?
Manel: O quê? 
João: Então não me estavas a ouvir? Ora pois, estavas aí de volta do telemóvel...
Manel: Estava a ler as últimas… A ver se já havia equipa inicial e se o Presidente tinha mandado mais alguma boca.
João: Achas, ele agora já não diz nada… Nem ele nem o Diretor. Esse é que é um grande senhor, já ouviste ele a falar daquele árbitro?
Manel: Já pois, ele é que tem razão. Isto anda tudo comprado e nós a ver passar os navios.
João: Aqueles gajos compram tudo! Até os guarda-redes, vais ver quando jogarem amanhã.
Manel: Tem calma, temos é de ganhar hoje… Se o árbitro deixar e aquele VAR que está sempre a dormir.
João: Quem é hoje?
Manel: Sei lá, são todos iguais, não ouviste ontem o nosso comentador naquele programa?
João: Sim sim, esse também fala bem, ele lá sabe...
 
Já no Estádio
João: Vai começar… Olha quem é o árbitro, aquele manhoso que nos tirou já quatro pontos...
Manel: São sempre os mesmos. Ele devia era descer… Ele e os amigos dele, das bandeiras.
 
Durante o jogo
Manel: PENALTI! ÉS UM LADRÃO! JÁ DEVES TER O BOLSO CHEIO DE NOTAS! CHULO!
João: Grande porco. Espera aí que eu vou ligar ao meu irmão que ele está a ver na TV. 
Manel: Era, de certeza, aposto!
João: O meu irmão diz que não é claro, é difícil… Que tem a ver com a intensidade. Diz que em quatro canais estão a dizer que é e em quatro dizem que não é!
Manel: Ora deixa, são os canais que estão controlados por esses mafiosos, não viste o que disse o Presidente!
 
Fim do jogo
Manel: Mais dois pontos que se foram!
João: Podes crer, somos sempre roubados, o Presidente e o Treinador é que têm razão. Isto é uma grande máfia!
Manel: Pode ser que amanhã os outros percam...
João: Estás a sonhar, eles têm aquilo tudo controlado. Não ouviste já falar no jogo da mala? Mas olha que este não é o do António Sala. Neste sai sempre...
Manel: Pois, se aquilo tiver complicado como da outra vez, aquele defesa que era deles dá-lhe a bola e pronto.
João: Bem, vou para casa ver a televisão para ver o que dizem desta roubalheira.
Manel: E eu, isto é uma vergonha! Fomos roubados mas estes gajos também têm de correr mais. Até logo.
 
As diferenças notam-se bem. A forma como vimos o futebol hoje é assim. Não fomos nós que a escolhemos, fomos sendo "educados" para isto por agentes irresponsáveis e que não fazem falta nenhuma ao futebol. Está criado um clima de desconfiança para tudo e para todos. Não se trata de clubes. Este "diálogo" pode acontecer em qualquer estádio e com dois ou com mais adeptos. O futebol passou a ser sério demais e destila-se ódio de forma normal. É o que temos, é o que sentimos. Há muita coisa em redor do futebol que não faz falta nenhuma, aliás, até atrapalha. Será assim por mais uns tempos… Até ao dia em que muitos percebam que isto é apenas um jogo e que para uns ganharem, outros têm de perder.
 
* Jornalista José Lameiras
 
 

Deixe um comentário