sexta, 24 novembro 2017

Falta de respostas no setor da saúde no distrito de Évora

Escrito por  Publicado em António Costa da Silva quarta, 15 novembro 2017 01:52
Para quando respostas e soluções para um conjunto de problemas no Distrito de Évora, nomeadamente ao nível da falta de médicos especialistas?
 
No Hospital Espírito Santo de Évora as regras que regulam as escalas dos médicos no Serviço de Obstetrícia / Ginecologia não está a ser cumprida neste hospital.
 
Em 19 dos 30 dias do mês de novembro não existem médicos suficientes para permitir que o Serviço de Obstetrícia / Ginecologia possa funcionar adequadamente.
 
Esta situação torna-se mais grave, sobretudo quando falamos de Centros de Sáude e Postos de Saúde em todo o Distrito.
 

Por isso, será que à terceira é de vez!? Será que vamos ter Hospital Central do Alentejo em Évora? Já agora, quais as fontes de financiamento e qual o modelo de Governação?

Ao contrário do discurso do Governo, o Distrito de Évora (tal como noutras zonas do País) continua a perder médicos. O Governo falha na solução deste grave problema.
 
São várias as especialidades em que há problemas graves: Ortopedistas, ginecologistas, urologistas, cardiologistas, etc. Abrem-se concursos, mas não há forma de resolver este grave problema no Distrito de Évora.
 
No OE 2016 estava inscrita uma rúbrica e uma pequena verba para a elaboração dos projetos de construção do Hospital Central do Alentejo em Évora.
 
Referi na altura que não fazia qualquer sentido, porque os projetos já estão concretizados. Custaram 1 milhão de euros no tempo da governação de José Sócrates. Projeto do Arquiteto Sotto Moura.
 
Mas nada aconteceu.
 
No OE 2017 fizeram copy paste do OE 2016 e nada aconteceu. Rúbrica para projetos e nada.
 
No OE 2018 fizeram copy paste OE 2017 e OE 2016. Verbas para os projetos, mas estes já existem.
 
Por isso, será que à terceira é de vez!? Será que vamos ter Hospital Central do Alentejo em Évora? Já agora, quais as fontes de financiamento e qual o modelo de Governação?
 
Esperamos respostas decisivas para a concretização destes importantes assuntos durante o ano de 2018.
 
* Deputado António Costa da Silva

Deixe um comentário

Mais Populares