segunda, 23 outubro 2017

Problemas e dificuldades existentes no Centro de Saúde de Estremoz

Escrito por  Publicado em António Costa da Silva terça, 23 maio 2017 00:57
Nos últimos tempos tenho recebido várias queixas sobre alguns problemas e dificuldades existentes no Centro de Saúde de Estremoz. As situações que me têm sido apresentadas nada têm a ver com as competências das pessoas que ali trabalham, mas sim, devido a falhas ao nível da falta de meios.
 
Um dos alertas que me é dado a conhecer tem a ver com a Inexistência de um Sistema de Triagem. O Sistema de Triagem é fundamental porque funciona como uma ferramenta de decisão e de gestão de risco, nomeadamente como ferramenta de gestão de risco clínico.
 
A inexistência desta ferramenta limita fortemente a qualidade dos serviços de saúde.
 
Outras das carências que me tem sido apontada tem a ver com o Raio X. A informação que me é dada a conhecer é que este equipamento fundamental está muitas vezes indisponível.
 
Mas, a mais grave das falhas que me é apontada tem a ver com a falta de meios humanos. Muitas vezes procuram suprir esta falha grave através do recurso a vínculos precários.
 

Outras das carências que me tem sido apontada tem a ver com o Raio X. A informação que me é dada a conhecer é que este equipamento fundamental está muitas vezes indisponível.
Mas, a mais grave das falhas que me é apontada tem a ver com a falta de meios humanos. Muitas vezes procuram suprir esta falha grave através do recurso a vínculos precários.

Estes são algumas das preocupações mais importantes que me têm chegado. Há mais problemas que têm que ser resolvidos.
 
Uma coisa é certa, os estremocenses merecem e têm o direito ao acesso à saúde, como qualquer cidadão. Estas problemáticas não têm qualquer justificação.
 
Só se compreende porque este Governo cortou fortemente no investimento público. Tivemos uma quebra de 25% em 2016. Como é evidente, os equipamentos e serviços públicos são claramente prejudicados.
 
Outras das razões tem a ver com o agravamento da despesa na saúde. Voltamos ás práticas de esconder despesas “debaixo do tapete”.
 
Estremoz é um concelho com pouco mais de 14 mil habitantes, mas tem uma dinâmica empresarial muito interessante. Muita desta atividade está relacionada com a industria, agricultura e agroindústria (vinhos, enchidos, etc). Atividades com elevado grau de risco em acidentes.
 
Estremoz está também situada num cruzamento rodoviário muito importante: IP2, N4 e A6.
 
Estes elementos são fundamentais para que exista em Estremoz um Centro de Saúde de excelência.
 
Em termos práticos, as pessoas é que são penalizadas. E muito mais penalizados são os habitantes em territórios menos habitados e mais envelhecidos.
 
A minha expetativa é que estas insuficiências venham a ser rapidamente suprimidas.
 
Devemos fazer por isso.
* Deputado António Costa da Silva

Deixe um comentário

Mais Populares