quinta, 21 setembro 2017

Peça de artesão estremocense roubada em Fátima

Escrito por  Publicado em Estremoz terça, 27 setembro 2016 02:37
O furto desta peça, autoria do seu avô Mariano da Conceição, deixou o barrista Jorge da Conceição desolado O furto desta peça, autoria do seu avô Mariano da Conceição, deixou o barrista Jorge da Conceição desolado DR
Um Santo António com o menino ao colo, datado da década de 40 do século passado, da autoria do Mestre Mariano da Conceição, foi roubado em Fátima.
 
A peça, com cerca de 30 centímetros e feita com barro vermelho pintado a frio, era uma das mais de 300 obras que fazia parte da exposição “Raízes”, autoria de Jorge da Conceição, neto do Mestre Mariano.
 
A mostra, onde estavam igualmente expostos trabalhos da sua avó, Liberdade da Conceição, bem como da sua mãe, Maria Luísa da Conceição, esteve patente ao público, no Centro Paroquial de Fátima, junto à Igreja Matriz, durante sensivelmente dois meses, de 24 de Julho a 25 de Setembro.
 
O roubo foi descoberto pelo próprio artesão Jorge da Conceição, no dia de ontem, 26 de Setembro, aquando da desmontagem da exposição. Segundo informações prestadas pelo barrista estremocense ao Ardina do Alentejo, “quem fez sabia o que estava a fazer” visto que “escolheram uma peça de colecção”. Ainda segundo Jorge da Conceição, “quem roubou a peça tirou também a placa com a identificação e assim ninguém deu conta que faltava”.
 
Jorge da Conceição é o representante da terceira geração do Clã Conceição na arte de fazer Bonecos de Estremoz e este furto, de uma peça da autoria do seu avô pela qual tem um carinho muito especial, deixou-o desolado.
 
Numa mensagem colocada na sua página pessoal na rede social Facebook, o artista lançou um pedido de ajuda no sentido de o avisarem “se por algum acaso virem esta peça à venda em algum sítio”.
 
A Paróquia de Fátima apresentou queixa pelo furto do Santo António do Mestre Mariano da Conceição.
 

Deixe um comentário

Mais Populares