quinta, 28 maio 2020
sexta, 05 junho 2015 03:17

Estremoz integra a rede de locais modelo do Dia da Defesa Nacional

Escrito por
Protocolo assinado muito graças às excelentes relações entre o Município e o Ministério da Defesa Protocolo assinado muito graças às excelentes relações entre o Município e o Ministério da Defesa Ivo Moreira
O Ministério da Defesa Nacional, representado pelo Director Geral de Recursos da Defesa Nacional, Alberto Coelho, e o Município de Estremoz, representado pelo Presidente da autarquia, Luís Mourinha, assinaram no passado dia 2 de Junho, terça-feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, um Protocolo de Cooperação.
 
Para a assinatura deste protocolo, muito contribuiu o excelente histórico de relações entre o Município de Estremoz e o Ministério da Defesa Nacional, principalmente através do Regimento de Cavalaria n.º 3.
 
A cidade de Estremoz integra a nova rede de locais do actual modelo de Dia da Defesa Nacional, recebendo todos os jovens cidadãos convocados residentes em seis concelhos do distrito de Évora (Alandroal, Borba, Estremoz, Mora, Redondo e Vila Viçosa) e em dez concelhos do distrito de Portalegre (Alter do Chão, Arronches, Avis, Campo Maior, Crato, Elvas, Fronteira, Monforte, Sousel e Portalegre), num total de 1253 jovens convocados para Estremoz.
 
O Dia da Defesa Nacional (DDN) constitui um evento que procura sensibilizar os jovens para a necessidade e importância da Defesa Nacional, destacando o seu caráter multidimensional, com componentes militares e não militares, promovendo uma consciencialização para estas matérias e incutindo-lhes que a “Defesa Nacional é um dever de todos nós”.
 
Durante a manhã e após a apresentação das actividades do DDN, foi feita uma visita ao RC3 onde se constatou a presença de alguns jovens que atentamente presenciavam as diferentes componentes militares.
Na parte da tarde, e após a leitura e assinatura do Protocolo, o Director Geral de Recursos da Defesa Nacional, Alberto Coelho, falou das boas relações entre a instituição que dirige e a autarquia estremocense e da importância do Dia da Defesa Nacional, criado há cerca de 11 anos. Alberto Coelho acredita que “o protocolo de cooperação assinado representa o início de uma caminhada longa e proveitosa em prol da activação da participação cívica dos nossos jovens como politica privilegiada de apoio à cidadania”. Salientou que “é um pequeno mas significativo passo, que sinaliza a vontade da defesa em valorizar toda a extensão do potencial humano e social dos cerca de 1500 jovens que anualmente cumprem o seu dever de comparência ao Dia da Defesa Nacional na cidade de Estremoz”.
 
 
Dirigindo-se ao autarca estremocense, Alberto Coelho referiu que “o apoio dado” pela autarquia e por Luís Mourinha “será determinante para que o Dia da Defesa Nacional nesta região possa continuar a ser desenvolvido nos moldes inovadores em que está a decorrer, contribuindo de forma decisiva para o reconhecimento dos conteúdos e objectivos deste programa”. Realçou que “o seu papel dinamizador na mobilização de diferentes entidades para viabilizar os objectivos expressos no protocolo que acabámos de assinar permitirá que aconteça a mudança desejada”.
Agradeceu ainda ao Comandante do RC3, Coronel Nuno Duarte, “o forte empenhamento e entusiasmo que tem dedicado a esta missão”. Concluiu dizendo que “a atitude altamente profissional e competência dos seus militares nas actividades do Dia da Defesa Nacional não deixará de ter reflexos na percepção que os jovens passarão a ter sobre a importância do Regimento para o Exército, para a cidade de Estremoz e para o país”.
 
O Presidente da Câmara Municipal de Estremoz referiu ser para ele “uma honra assinar este protocolo porque Estremoz sempre foi uma cidade de militares, foram desenvolvidas muitas batalhas junto a Estremoz e o país deve, em grande parte, a sua existência aos militares e aos alentejanos em particular”.
 
Luís Mourinha lançou ainda o repto de que, no próximo ano, o Dia da Defesa Nacional seja concentrado na pessoa de Nuno Álvares Pereira, “uma das pessoas que fez mais por Portugal, que também passou por Estremoz, com diversa actividade na região e que tem sido pouco valorizado ao longo dos tempos, e também para que os jovens conheçam este cidadão e percebam a importância do Dia da Defesa Nacional”.
Modificado em sexta, 05 junho 2015 15:09

Deixe um comentário