segunda, 12 abril 2021
domingo, 07 março 2021 11:10

Trabalhador estremocense ferido em pedreira não resistiu aos ferimentos e acabou por falecer

Escrito por
José Maria Saramago, de 54 anos, era natural de Santa Vitória do Ameixial José Maria Saramago, de 54 anos, era natural de Santa Vitória do Ameixial DR
Faleceu no dia de ontem, 6 de Março, o estremocense que sofrera um acidente de trabalho numa pedreira de mármore localizada na Fonte Moura, na freguesia de Pardais, no concelho de Vila Viçosa.
 
José Maria Saramago, de 54 anos, natural de Santa Vitória do Ameixial, faleceu no Hospital de São José, em Lisboa, na sequência das múltiplas lesões internas que o acidente, ocorrido a 23 de
 Fevereiro, lhe provocou. 

 
De recordar que o acidente sofrido pelo trabalhador, e segundo fonte dos Bombeiros Voluntários de Vila Viçosa, “ocorreu a uma profundidade de aproximadamente de 120 metros”, tendo sido resgatado por elementos da corporação calipolense, dentro de uma cuba, até à superfície.
 
No dia do acidente, Nuno Pinheiro, Comandante dos Bombeiros de Vila Viçosa explicou que o acidente ocorreu numa "pedreira de mármore, tendo um carril de uma máquina de fio diamantado caído em cima do trabalhador”.
 
Segundo o mesmo responsável, "a máquina circula em cima de um carril" e este "estava a ser mudado de sítio, quando o cabo se partiu", o que terá levado a que caísse em cima do homem.
 
Após ter sido avaliado pelos profissionais de saúde da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Évora, José Maria Saramago foi transportado no helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), para o Hospital de São José, em Lisboa, onde viria a falecer no dia de ontem.
 
À família enlutada, em particular à sua esposa e aos seus quatro filhos, Ardina do Alentejo apresenta as mais sinceras e sentidas condolências.
 
Modificado em terça, 09 março 2021 07:54

Deixe um comentário