quinta, 02 abril 2020
quinta, 09 janeiro 2020 09:27

O pequeno Lourenço precisa da ajuda de todos

Escrito por
Na rede social Facebook, já foi criada uma página, a “Lourenço, O Lutador”, onde serão publicadas todas as informações Na rede social Facebook, já foi criada uma página, a “Lourenço, O Lutador”, onde serão publicadas todas as informações DR
Nascido na aldeia de São Lourenço de Mamporcão, no concelho de Estremoz, o Lourenço é um bebé com 16 meses de idade e que precisa da ajuda de todos.
 
O Lourenço é portador de Encefalopatia Epilética, com regressão do desenvolvimento psicomotor, microcefalia, espasmos infantis e ausência de autonomia alimentar, alimentando-se através de uma sonda.
 
O Lourenço precisa urgentemente de uma terapia especifica, com o nome de método CME - Cuevas Medek Exercisesé. Esta terapia, intensiva, indispensável para a sua evolução, tem um custo bastante elevado e não tem qualquer comparticipação por parte do Sistema Nacional de Saúde.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar, os  tratamentos que os pais do Lourenço acreditam poder vir “a melhorar a vida do nosso príncipe”, serão realizados no Centro de Desenvolvimento Infantil ESTIMULOPRAXIS, em Lisboa, durante oito semanas, nos dias úteis e com sessões duas vezes por dia, e têm um custo de quatro mil euros.
 
O apelo é feito na primeira pessoa e pelos pais do pequeno Lourenço: “Para apoiarmos o Lourenço, necessitamos de todos vocês para podermos proporcionar os tratamentos que tanto necessita para o seu desenvolvimento”. 
 
São duas as formas de ajudar o pequeno Lourenço. 
 
Uma delas é angariando tampinhas, quer sejam de plástico ou de metal, que podem ser entregues na Papelaria Entre Números e Letras, nos Casais de Santa MariaBairro de Mendeiros, em Estremoz.
 
A outra é contribuindo monetariamente, fazendo o seu donativo para o NIB PT50 0036 0278 9910 0020 35575.
 
Na rede social Facebook, já foi criada uma página, a “Lourenço, O Lutador”, onde serão publicadas todas as informações, não só da evolução da campanha de ajuda a este bebé de 16 meses, mas também a evolução do próprio Lourenço, logo assim que comecem os tratamentos. 
Modificado em quinta, 09 janeiro 2020 13:07

Deixe um comentário