quinta, 17 outubro 2019
terça, 08 outubro 2019 14:22

Estremoz vai ter um Laboratório de Investigação, Conservação e Restauro do Boneco de Estremoz

Escrito por
Este laboratório representa um investimento total acima dos 50 mil euros Este laboratório representa um investimento total acima dos 50 mil euros DR
Será durante o ano de 2020 que o Museu Municipal Professor Joaquim Vermelho, em Estremoz, ficará dotado com mais uma valência de âmbito científico, nomeadamente um “Laboratório de Investigação, Conservação e Restauro de Cerâmica e Figurado em Barro de Estremoz”.
 
Segundo a autarquia liderada por Francisco Ramos, este laboratório, que representa um investimento total acima dos 50 mil euros, “foi alvo de uma candidatura elaborada no âmbito do Alentejo 2020, sendo comparticipada a 75% pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER)”, e tem como principal objectivo “potenciar o conhecimento sobre o Figurado de Estremoz, cuja produção é Património da Humanidade desde 2017, e também às restantes cerâmicas, sejam estas populares, de origem arqueológica ou artísticas, centralizando no laboratório o restauro e a conservação de Figurado de Estremoz, esteja este património na posse de particulares, associações ou instituições museais”.
 
O Centro Hércules da Universidade de Évora será parceiro neste projecto, para assim potenciar e rentabilizar o investimento a realizar.
 

Deixe um comentário