Imprimir esta página
terça, 25 junho 2019 18:35

Fundação Montepio entrega carrinha adaptada a instituição estremocense

Escrito por
Desde 2008, candidataram-se ao projecto Frota Solidária, 3516 instituições de solidariedade social Desde 2008, candidataram-se ao projecto Frota Solidária, 3516 instituições de solidariedade social DR
No âmbito da 12.ª edição da Frota Solidária, a Fundação Montepio prepara-se para oferecer uma viatura adaptada à Fundação do Asilo Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, instituição sedeada em Veiros, no concelho de Estremoz. A cerimónia realiza-se em Leiria, mais concretamente no Largo 5 de Outubro, no próximo dia 28 de Junho, pelas 11 horas, numa cerimónia que garantirá a oferta de 20 viaturas adaptadas a 20 instituições de todo o país.
 
Para além da instituição estremocense, vão ser contempladas com viaturas adaptadas no distrito de Évora, a Santa Casa da Misericórdia de Évora e a CERCIMORCooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados, de Montemor-o-Novo.
 
O projecto Frota Solidária, lançado em 2008, resulta dos montantes que, a cada ano, os contribuintes portugueses atribuem à Fundação Montepio através da consignação fiscal e que esta Fundação devolve à sociedade civil através da aquisição de viaturas transformadas e adaptadas, que são oferecidas a instituições de solidariedade social de todo o país.
 
Esta iniciativa permitirá, este ano, apoiar 20 instituições com igual número de viaturas e responder, assim, às necessidades de mobilidade de quem mais necessita. Note-se que, em 11 anos de existência, o projecto Frota Solidária garantiu a devolução à sociedade civil de 4,2 milhões de euros, consignados via IRS, apoiando mais de 200 instituições de solidariedade social de todo o país.
 
A missão da Frota Solidária é resolver problemas associados à mobilidade, assim como contribuir para uma sociedade mais inclusiva. Desde 2008, candidataram-se 3516 instituições de solidariedade social.
 
A Fundação Montepio volta a dar resposta a centenas de cidadãos que se encontram vulneráveis devido a dificuldades de mobilidade. A cada edição pretendemos chegar a mais instituições e fomentar boas práticas de cidadania e solidariedade”, adianta António Tomás Correia, Presidente da Fundação Montepio e do Grupo Montepio.
 
Modificado em terça, 25 junho 2019 18:47

Itens relacionados