sábado, 20 julho 2019
sábado, 12 maio 2018 15:54

Assembleia Municipal de Estremoz aprova tomada de posição sobre estação ferroviária na Zona dos Mármores

Escrito por
Tomada de posição proposta pelo Grupo Municipal do PS foi aprovada por unanimidade Tomada de posição proposta pelo Grupo Municipal do PS foi aprovada por unanimidade DR
A Assembleia Municipal de Estremoz reivindica que a ligação ferroviária de mercadorias entre Sines e a fronteira do Caia, em Elvas, contemple um cais de carga e descarga de contentores na chamada "Zona dos Mármores".
 
Numa tomada de posição, proposta pelo Grupo Municipal do PS, e aprovada por unanimidade na mais recente sessão da Assembleia Municipal de Estremoz, realizada a 23 de Abril, é defendido que a nova ferrovia possa vir "a servir os diversos sectores industriais na exportação dos seus produtos, minimizando os custos e reforçando a atractividade à fixação de empresas em especial de vocação exportadora".
 
Com o avanço do projecto ferroviário e além de uma de uma estação/cais na "Zona dos Mármores", que abrange concelhos como Estremoz, Borba, Vila Viçosa e Alandroal, os autarcas pretendem que a linha também "sirva para o transporte de passageiros, facilitando a interligação entre as rodovias fundamentais e a ferrovia".
 
"Depois de mais de 20 anos a discutir o TGV, finalmente Portugal voltou a colocar na sua estratégia de desenvolvimento a ferrovia", lê-se no documento.
 
Para a Assembleia Municipal de Estremoz, "o significativo investimento" na ligação ferroviária entre Sines e a fronteira do Caia, perto de Elvas, "contém uma enorme esperança de afirmação de uma nova oportunidade para Portugal, para o Alentejo e para o distrito de Évora".
 
"Somos uma porta de acesso ao Oceano Atlântico e à Europa, pelo que o porto de Sines, pelas suas características, deve ter ligações ferroviárias funcionais à fronteira com Espanha", segundo a tomada de posição.
 
c/ LUSA
Modificado em segunda, 14 maio 2018 22:12

Deixe um comentário