segunda, 21 agosto 2017
A sede da Sociedade Filarmónica Artística Estremocense "União" recebe no próximo dia 20 de Janeiro, sexta-feira, pelas 21.30 horas, a apresentação do livro “Foi como um Rio”, da autoria de Francisco Ceia.
 
Francisco Ceia é um escritor, actor e cantautor natural de Portalegre.
 
A apresentação do livro estará a cargo de Maria do Céu Pires e contará com dois momentos musicais, um a cargo do próprio Francisco Ceia, que cantará algumas músicas de sua autoria, e um segundo pela Sociedade Filarmónica Artística Estremocense, anfitriã da iniciativa.
Cerca das 14 horas de hoje, dia 12 de Janeiro, no Hospital de Santa Marta, em Lisboa, faleceu aos 76 anos, o antigo Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, António Véstia da Silva.
 
António João Véstia da Silva, filho de António Domingos da Silva e de Maria Joana Véstia, nasceu na freguesia de S. Domingos de Ana Loura, concelho de Estremoz, a 12 de Janeiro de 1941.
 
Em 1948, com sete anos de idade, inicia a sua formação primária em S. Domingos de Ana Loura. Concluída a formação primária vai trabalhar para o campo como guardador de gado até aos 14 anos. 
 
Em 1955, ingressa no Curso Comercial na Escola Industrial e Comercial, em Beja, que termina em 1960. Permanece na mesma escola durante um ano como mestre de Grafias. Em 1961, sai de Beja para Espinho, onde se efectiva na Escola Industrial e Comercial. Mantém-se em Espinho até 1966, quando transita para a Escola Industrial e Comercial Avelar Brotero, em Coimbra. Em simultâneo com a actividade lectiva, desenvolvida em Coimbra, ingressa no curso de Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, que conclui em 1972, um ano mais tarde em virtude da sua participação na Greve Estudantil de 1969. 
 
Em 1972, concluído o curso de Direito, desempenha as funções de Delegado do Procurador da República na Comarca de Oliveira do Hospital, entre 15 de Dezembro de 1972 e 13 de Março de 1973. No dia seguinte presta as mesmas funções na Comarca de Pombal, embora na qualidade de requisitado, entre 14 de Março e 29 de Setembro de 1973. Nesse mesmo ano, a 4 de Outubro, requereu a exoneração do cargo de Delegado do Procurador da República em Oliveira do Hospital, regressando a Estremoz, onde virá a exercer a advocacia e a actividade lectiva na Escola Industrial e Comercial. 
 
Entre 28 de Março de 1975 e 31 de Dezembro de 1976, desempenha as funções de Presidente da Comissão Administrativa ad hoc da Câmara Municipal de Estremoz. Mantém-se no cargo de Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, até 29 de Dezembro de 1982, após vitória nas eleições autárquicas de 1976 e 1979, respectivamente. 
 
Em 1982 regressa à advocacia até 1989, quando se candidata à presidência da Câmara Municipal de Estremoz. Desempenhou as funções de Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, entre 2 de Janeiro de 1990 e 16 de Novembro de 1992, quando requereu a aposentação.
 
À família enlutada, Ardina do Alentejo apresenta as mais sentidas condolências.
Um dos esqueletos provenientes da necrópole medieval do Rossio Marquês de Pombal, estudado pelas investigadoras Ana Curto e Teresa Fernandes, foi considerado pela conceituada revista Forbes, um dos 10 esqueletos mais intrigantes de 2016.
 
Este esqueleto, um dos 115 encontrados numa escavação arqueológica em Estremoz, num cemitério datado entre os séculos XII e XV, já tinha sido notícia no início do ano de 2016, pelo facto de nele ter sido identificado um fungo característico das regiões tropicais.
 
A publicação norte-americana salienta que o “Mycetoma ou pé de Madura é uma doença fúngica sobejamente conhecida historicamente, e que afeta os trabalhadores agrícolas de áreas sub-tropicais do mundo", mas "quase nunca é identificado em esqueletos antigos”.
 
No passado, antes da aplicação de bons antifúngicos e antibióticos, o Mycetoma seria de cura quase impossível, a não ser se fosse praticada a amputação do membro” acrescenta a Forbes. 
 
Para a conceituada revista “ainda mais interessante neste esqueleto é o facto de estar perfurado na cabeça, como que tivesse sido praticada uma forma inicial de cirurgia craniana”. A publicação lança ainda uma dúvida, cuja resposta não é clara: “A questão do pé poderia estar relacionada com a cirurgia do crânio?”.
 
Nos 10 esqueletos mais intrigantes de 2016 para a revista Forbes, encontram-se ossadas encontradas, entre outros pontos do planeta, em Ontário, no Canadá, em Nápoles, na Itália, ou em York, na Inglaterra.
 
Os outros esqueletos mais intrigantes
 
No artigo publicado na revista norte-americana, o 1.º lugar da lista é ocupado pelo esqueleto sem cabeça de um antigo gladiador romano, descoberto em Inglaterra, seguindo-se as ossadas encontradas no Bahrein de uma mulher com uma deformação no úmero que fazia com que o seu braço se movesse numa direcção anormal.
 
Em terceiro lugar estão os ossos do cantor italiano de ópera meio soprano Gaspare Pacchierotti. Os investigadores descobriram que a postura que adoptava para cantar melhor alterou a sua estrutura óssea.
 
Logo a seguir estão os ossos encontrados numa vala comum no Canadá de soldados baleados na guerra de 1812. Os cientistas não sabem se os soldados eram britânicos, estado-unidenses ou canadianos.
 
Em quinto, estão os restos mortais de uma mulher que media 2,18 metros. Ela sofria de gigantismo e acromegalia e viva na Polónia.
 
Depois aparecem os ossos de um homem encontrados num navio que naufragou há mais de 2000 anos, na Antiga Grécia.
 
Em sétimo lugar estão os ossos de uma mulher que os cientistas acreditam ser Amelia Earhart. O corpo da aviadora desapareceu em 1937 no oceano pacífico, quando ela tentava fazer um voo ao redor do planeta.
 
Em oitavo estão os restos mortais de um homem da Roma Antiga que sofreu uma fratura na anca que fez com ficasse com uma perna maior do que a outra. Para compensar, o homem andava na ponta dos pés com a perna mais curta.
 
No nono lugar estão os ossos de uma mulher que terá morrido com a praga do Justiniano, uma epidemia que atacou o Império Bizantino. Esta é a mais antiga epidemia de praga identificada.
 
c/ Diário de Notícias
E o portal 100% DJ continua a dar que falar. Se na semana passada falámos aqui no Ardina do Alentejo da grande votação que o portal da responsabilidade do estremocense Ivo Moreira estava a levar efeito, tendo como objectivo a eleição dos 30 melhores Dj’s do país, e cuja votação foi ganha pelo DJ que animou uma das noites da FIAPE 2016, o DJ Kura, esta semana voltamos a falar do portal que nasceu programa de rádio, na Rádio Despertar - Voz de Estremoz.
 
E falamos do 100% DJ novamente, porque no ano em que comemora o seu nono ano de existência, o portal que vive 365 dias ao ritmo da noite é um dos nomeados da segunda edição dos Iberian Festival Awards, na categoria de “Best Media Partner”, juntamente com outros festivais, artistas e marcas.
 
Entre os nomeados de todas as categorias constam festivais como Boom Festival, Rock In Rio Lisboa e Sónar. David Guetta (Utopia) e Oliver Heldens (RFM SOMNII) estão entre os nomeados para “Best Live Performance (International)”.
 
Os Iberian Festival Awards vão decorrer em Barcelona, no dia 16 de Março, no Museu de Arte Contemporânea e a entrega dos prémios é decidida pelo voto do público em algumas categorias, enquanto outras estão reservadas exclusivamente a um painel de jurados a ser divulgado em breve.
 
Este evento faz parte da rede que premeia festivais, intitulada de UK & European Festival Awards e está também inserido no Talkfest – International Music Festivals Forum, que se realiza em Lisboa, entre os dias 9 e 10 de Março de 2017.
 
Para votar, basta aceder a https://pt.surveymonkey.com/r/ifa2017 e escolher o seu preferido nas diversas categorias, até ao próximo dia 22 de Janeiro. O Portal 100% DJ conta com o seu voto.
Em nota à comunicação social, publicada na sua página oficial na rede social Facebook, a secção de Estremoz do Partido Socialista informa que “após aturado e participado momento de reflexão interna”, escolheu como candidato do PS às eleições autárquicas de 2017, o Professor José Daniel Pena Sádio.
 
José Daniel Pena Sádio tem 46 anos, e é licenciado em Educação Física e Desporto, sendo professor na Escola Secundária Rainha Santa Isabel de Estremoz
 
Casado e pai de dois filhos, desde 1996 que desenvolve intensa actividade cívica e política, sendo dirigente e dinamizador de várias associações de natureza social, politica e religiosa. 
 
Foi membro do Secretariado da Secção Concelhia de Estremoz do PS em 2 mandatos, Presidente da Concelhia do PS Estremoz, membro da Comissão Política Distrital de Évora do PS, membro eleito na Assembleia de Freguesia de S. Bento do Cortiço e Deputado na Assembleia Municipal de Estremoz em três mandatos.
 
Actualmente desempenha as funções de Vereador do PS na Câmara Municipal de Estremoz e é Presidente da Mesa da Assembleia Geral de Militantes do PS em Estremoz.
 
O PS de Estremoz informa ainda que a apresentação pública do projecto liderado pelo Professor José Daniel Sádio, realizar-se-á no dia 6 de Janeiro. 

Pavilhão Municipal de Estremoz foi assaltado

Escrito por sexta, 16 dezembro 2016 16:23
Na madrugada da passada quinta-feira, dia 15 de Dezembro, o Pavilhão Municipal de Estremoz foi assaltado.
 
O meliante, ou meliantes, depois de uma meticulosa e eficiente operação de retirada dos vidros que se encontram num dos topos do Pavilhão, entraram no equipamento municipal.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar, foi furtado do interior do Pavilhão, uma televisão e um aparelho de captação de Televisão Digital Terrestre (TDT), que se encontravam no Gabinete dos Funcionários da Câmara Municipal de Estremoz, para além de diversas bebidas e comidas retiradas de uma máquina de vending.
 
A Polícia de Segurança Pública tomou conta da ocorrência.
 

Estremoz vai ter quatro centrais solares fotovoltaicas

Escrito por segunda, 12 dezembro 2016 19:52
Segundo revelou esta segunda-feira, o Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, Luís Filipe Mourinha, vão ser construídas no concelho estremocense quatro centrais solares fotovoltaicas, num investimento total que ronda os 20 milhões de euros.
 
Em declarações à LUSA, o autarca realçou que os investimentos previstos para o concelho, na área da energia solar, estão a cargo de empresas que vão ficar sediadas em Estremoz e que vão “contribuir para a criação de postos de trabalho”.
 
Segundo o município, as centrais solares de Montes Novos e de São Bento do Ameixial 1 e 2 vão ser construídas no mesmo terreno, em Montes Novos, na área da União das Freguesias do Ameixial (Santa Vitória e São Bento).
 
O autarca previu que a energia elétrica gerada por estas três centrais possa abastecer mais de 2.000 habitações. A quarta central solar fotovoltaica vai ser construída na Herdade da Fonte Figueira, em Santa Vitória do Ameixial.
 
A produção instantânea de energia, prevista para a central de Fonte Figueira, equivale ao consumo médio de eletricidade de 20.000 habitantes.
 
Luís Mourinha referiu ainda que as quatro centrais vão “ocupar dezenas de pessoas na fase de construção e criar alguns postos de trabalho quando começarem a funcionar”.
 
Também no concelho de Estremoz, já está a funcionar outra central solar fotovoltaica, na Herdade do Freixial, em Santa Vitória do Ameixial, que envolveu um investimento de cinco milhões de euros.
 
c/ LUSA
O Centro Ciência Viva de Estremoz apresenta, para as Férias de Natal que já se aproximam a passos largos, um conjunto de actividades sob o tema “A Ciência e a Lenda dos Reis Magos”.
 
As "Férias Científicas Natal 2016" destinam-se a jovens, com idades compreendidas entre os 6 e 12 anos, e decorrerão nos dias 20, 21, 22, 27, 28 e 29 de Dezembro, das 9 às 17 horas, no Centro Ciência Viva de Estremoz
 
Todas as actividades são dinamizadas por comunicadores de ciência com formação especializada. 
 
As inscrições, cujo número é limitado, estão abertas e poderão ser feitas presencialmente no Centro de Ciência Viva de Estremoz, por telefone 268332285 ou pelo e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .
 
c/ Município de Estremoz
Pelo quinto ano consecutivo, e de forma a comemorar os seus nove anos de existência, o Portal 100% DJ, da responsabilidade do estremocense Ivo Moreira e que começou por ser um programa na Rádio Despertar - Voz de Estremoz, está a realizar uma acção singular em Portugal, onde o principal objectivo é distinguir a dedicação, o esforço e o trabalho desenvolvido ao longo do ano, por parte dos DJs e produtores nacionais.
 
Em 2016 a opinião do público será decisiva, pois é quem irá delinear as posições deste TOP 30, através de uma votação online, onde todos podem eleger quatro dos seus DJs/produtores favoritos, aqueles que mais se destacaram em 2016 independentemente do estilo de música electrónica que tocam. A votação está disponível até às zero horas de hoje, 8 de Dezembro, no site da acção, em www.100-dj.pt/top30. O TOP 30 será conhecido a partir das 19 horas de 15 de Dezembro, através das várias plataformas associadas à marca 100% DJ.
 
Esta acção é destinada, não só para aqueles que já estabeleceram o seu lugar na dance scene nacional, como também para os novos talentos, que com o seu excelente trabalho já começam a emergir no mercado electrónico.
 
Segundo Ivo Moreira, responsável pela marca, “a 100% DJ distingue artistas desde 2013, mas este ano propomo-nos a realizar algo diferente do habitual e até único no nosso país. A opinião do público é fundamental em qualquer acção e nesta, em particular, será mesmo decisiva”.

Mais Populares