quinta, 02 abril 2020

Supermercado assaltado em Estremoz

sábado, 19 setembro 2015 01:37
Foi assaltado, durante a tarde de ontem, sexta-feira, dia 18 de Setembro, o "Supermercado Ana e Carla", estabelecimento situado na Praceta Marechal António Spinola, em Estremoz.
 
Ao que o “Ardina do Alentejo” conseguiu apurar, pouco passava das 17 horas, quando cinco mulheres, com idades compreendidas entre os 16 e os 50 anos, vestidas de negro e com saias até aos pés, entraram dentro da superfície comercial e, actuando como que se de um arrastão se tratasse, furtaram maquilhagem vária, tintas para o cabelo, pequenos electrodomésticos e alguns produtos alimentares.
 
Depois de consumado o assalto, as "amigas do alheio" fugiram num carro castanho. No interior do estabelecimento, que se encontra localizado numa das maiores zonas habitacionais de Estremoz, apenas estava o seu proprietário e uma familiar deste.  
 
O valor do material furtado ainda não está contabilizado.
 
Os proprietários do “Supermercado Ana e Carla" já apresentaram queixa na esquadra da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Estremoz.

Capela da Rainha Santa Isabel foi assaltada

quinta, 10 setembro 2015 17:36
A Capela da Rainha Santa Isabel, situada no Castelo de Estremoz, foi assaltada na madrugada da passada quarta-feira, segundo informação veiculada pela Rádio Despertar – Voz de Estremoz.
 
Segundo a estação emissora estremocense, foram furtados vários artigos de culto, que faziam parte do espólio da Capela, não se sabendo até ao momento o valor do roubo.
 
O caso já foi entregue às autoridades.
 
De recordar que, durante o mês de Agosto, e também no concelho de Estremoz, os “amigos do alheio” tinham assaltado a Igreja de São Domingos.
 
c/ Rádio Despertar - Voz de Estremoz
 
Modificado em quinta, 10 setembro 2015 17:57

No próximo dia 10 de Setembro, quinta-feira, a Misericórdia de Estremoz vai inaugurar uma residência sénior. Segundo o Provedor da instituição, Miguel Raimundo, a residência destina-se a albergar 26 utentes, e representa um investimento de cerca de 1,5 milhões de euros.  

Em entrevista à LUSA, o provedor referiu que a unidade de apoio a idosos resultou de uma obra de adaptação do edifício "José Brito da Luz", anexo ao Convento das Maltezas, que é propriedade da instituição e que está situado no Rossio Marquês de Pombal, no centro da cidade de Estremoz.

O investimento foi comparticipado em cerca de 60% por fundos comunitários.

O responsável da instituição salientou tratar-se da concretização de "uma antiga aspiração" da Misericórdia de Estremoz, que nunca teve um lar de idosos, que vai aumentar a oferta de apoio social na região e permitir que os idosos fiquem mais perto da sua comunidade.

A instituição prevê a criação de cerca de 10 postos de trabalho na nova unidade de apoio a idosos, que conta com 14 quartos (individuais, duplos e triplos).

As áreas funcionais da residência vão ficar distribuídas pelos três pisos do edifício, que foram objecto de obras de adaptação.

A Misericórdia de Estremoz, que "é a única no distrito de Évora sem uma resposta social" nesta área, segundo o provedor, gere ainda uma casa abrigo de apoio a mulheres vítimas de violência doméstica, destinada a 17 utentes, que abriu em 2009.

A inauguração da residência sénior deverá ser presidida pelo Secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Agostinho Branquinho.

 
A cidade de Estremoz vai estar em festa durante o próximo fim-de-semana.
 
Organizadas pela Paróquia de Santo André, e contando com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz, as Festas da Exaltação da Santa Cruz 2015 prometem animar, durante três dias, a cidade branca do Alentejo, os seus habitantes, os forasteiros, e todos aqueles que escolhem o primeiro fim-de-semana de Setembro para regressar à sua terra natal.
 
Ardina do Alentejo” apresenta-lhe o programa completo das Festas da Exaltação da Santa Cruz, as Festas da Cidade de Estremoz, edição de 2015.
 
SEXTA-FEIRA - 04 de SETEMBRO
18.00 h - Santa Missa na Igreja de São Francisco
21.00 h - Procissão com as imagens venerandas de Nossa Senhora das Dores e do Senhor do Passos, da Igreja dos Congregados para a Igreja de São Francisco
22.00 h - Abertura do Arraial. Divertimentos, carrosséis, rifas, bares e quermesses
23.00 h - Espectáculo musical com MAXI, acompanhados pela sua banda e as suas bailarinas
00.30 h - Baile com Jorge Gomes
 
SÁBADO - 05 de SETEMBRO
09.30 h - Saudação à população e visitantes com desfile pelas ruas da cidade da Banda da Sociedade Filarmónica Artística Estremocense - União
09.30 h - X Grande Torneio da Malha do Núcleo de Estremoz da Liga dos Combatentes (terrenos anexos à sede, às Portas de Santa Catarina)
12.00 h - Animação da cidade com morteiros e foguetes
17.00 h - Desfile pelas ruas da cidade da Banda da Sociedade Filarmónica Artística Estremocense - União e da Banda da Sociedade Filarmónica Oriense
17.30 h - Grandiosa Corrida de Toiros
18.00 h - Santa Missa na Igreja de São Francisco
21.30 h - Concerto no recinto das festas pelas duas bandas
22.00 h - Abertura do Arraial. Salva de morteiros
23.00 h - Espectáculo com MICAELA, acompanhada dos seus bailarinos e da sua banda
01.30 h - Espectacular sessão de Fogo de Artíficio
01.50 h - Baile com Jorge Gomes
 
DOMINGO - 06 de SETEMBRO
09.30 h - Saudação à população e visitantes com desfile pelas ruas da cidade da Banda da Sociedade Filarmónica Luzitana
09.30 h - Animação da cidade com morteiros e foguetes
11.00 h - Baptismos na Igreja de São Francisco
11.15 h - Concentração dos Pendões das Freguesias no Pelourinho seguindo para a Igreja de São Francisco, acompanhados pela Banda da Sociedade Filarmónica Luzitana
12.00 h - Na Igreja de São Francisco, celebração da Eucaristia da Festa
17.00 h - Desfile pelas ruas da cidade das Bandas da Sociedade Filarmónica Luzitana e da Filarmónica 15 de Agosto Alfarelense
18.00 h - Santa Missa na Igreja de São Francisco
21.30 h - Concerto no recinto das festas pelas duas bandas
22.00 h - Abertura do Arraial. Salva de morteiros e música de baile
23.00 h - Espectáculo com CHAVE D'OURO, o regresso de um êxito especial
01.15 h - Encerramento das festas. Grandiosa sessão de Fogo de Artificio
01.30 h - Baile com Jorge Gomes
 
Durante a apresentação da I Corrida de Touros do Clube de Caçadores de Estremoz, que se realizou no dia de ontem, 27 de Agosto, no Clube de Tiro da cidade estremocense, o Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, Luís Mourinha, revelou que a autarquia estremocense, devido a queixas anónimas relacionadas com o processo da Praça de Touros está a ser investigada pela Polícia Judiciária (PJ).
 
Ardina do Alentejo” sabe que estas investigações decorrem por suspeitas de actos ilícitos na cedência da Praça de Touros de Estremoz à empresa representada por Albino Caçoete e Barata Gomes, “Campo e Praça”.
 
Em declarações à Rádio Campanário, Luís Mourinha referiu que “quando as oposições não têm nada para fazer, mandam cartas anónimas”. “São pessoas que trabalham no escuro e utilizam metodologias do tempo de antes do 25 de Abril, esquecendo-se que estamos num regime democrático” sublinhou.
 
O autarca afirmou que a Câmara Municipal de Estremoz tem “documentação e informação suficiente para demonstrar que todo o processo foi lícito”. “Estamos tranquilos” assevera.
 
Bem ao seu estilo e de uma forma cáustica, Luís Mourinha lamenta que “não se investigue os dois bois anónimos” que apresentaram a queixa. O edil salienta que “até sei, de certa maneira, de onde veio” a queixa.
 
O edil estremocense informou que a Câmara Municipal de Estremoz foi recentemente visitada por dois agentes da Policia Judiciária (PJ), que estiveram a recolher alguns dados sobre a cedência da centenária praça à empresa “Campo e Praça”, no ano de 2013, ano da reinauguração do imóvel que é propriedade do Centro de Bem Estar Social de Estremoz e cuja gestão pertence ao Município estremocense.
 
Em declarações à estação emissora de Vila Viçosa, o Presidente da autarquia estremocense afirmou tratar-se de “uma pré-investigação. A PJ está a fazer a sua missão”. Luís Mourinha adiantou ainda saber que o processo “vai ser arquivado e nem pode ser de outra maneira”. Aproveitando a temática tauromáquica, e lançando mais umas farpas à oposição, o edil refere que “quando cumprimos a legislação, só na cabeça de meia-dúzia de bois anónimos é que as coisas não estão bem. Estamos tranquilos e vamos seguir o nosso caminho”.
 
Sobre a queixa apresentada, Luís Mourinha salienta que “o problema de muita gente, em especial desses bois anónimos, é que não sabem ler as leis. Quando nós fazemos uma coisa é tudo ilegal e depois fazem estes papelinhos, que custa dinheiro ao Estado”. Finalizou afirmando que “esta tipologia de oposição só nos dá mais força. E espero que esta corrida dê mais força a Estremoz, porque gente contra Estremoz estamos nós fartos, mas não me incomodam”.
Modificado em sexta, 28 agosto 2015 17:59
Tendo como principal objectivo dar a conhecer o que de melhor o concelho tem para oferecer a quem o visita, o Município de Estremoz vai marcar presença no Évora Hotel.
 
Entre os dias 27 e 30 de Agosto, decorrerá no lobby daquela unidade hoteleira eborense a “Mostra do Concelho de Estremoz”.
 
Durante quatro dias, o Município apresentará uma mostra do artesanato tradicional do concelho e fará várias degustações de produtos regionais, dando destaque aos enchidos, aos queijos, à doçaria, aos licores e aos vinhos produzidos no concelho estremocense.
 
O programa da “Mostra do Concelho de Estremoz” no Évora Hotel será o seguinte:
27 de Agosto, das 19 às 22 horas
Degustação e venda de:
Broas de “Bolota e Castanha”
Café de Bolota
Vinhos da Herdade das Servas
 
28 de Agosto, das 19 às 22 horas
Degustação e venda de:
Enchidos da SEL - Salsicharia Estremocense Lda.
Queijos da Queijaria “O Carlos”
Vinhos da Adega Tiago Cabaço Wines
 
29 de Agosto, das 19 às 22 horas
Mostra de artesanato tradicional do Concelho:
Trabalho ao vivo e venda de “Bonecos de Estremoz”
Venda de artesanato em pele da artesã Conceição Cunha
Venda de artesanato em madeira do artesão Amaro Saruga
 
30 de Agosto, das 12 às 15 horas
Mostra de artesanato contemporâneo do Concelho:
Artesanato em areia da artesã Maria João Costa
Degustação e venda de:
Bolo “O Gadanha” da Pastelaria Formosa
Licores Caseiros de Josefa Calhordas
 
c/ Município de Estremoz
“Vindimas”: é por definição a época mais gratificante do ano vitícola! Altura de azáfama na vinha e na adega, tempo de apanhar as uvas e dar início à produção de novas colheitas no que ao vinho diz respeito. A vindima na Herdade das Servas começa na próxima semana e a família Serrano Mira lança o desafio de envolver-se no espírito, sendo um elemento activo da colheita de 2015. O convite é para que “venha sentir o Alentejo de corpo e alma na Herdade das Servas!”.
 
Se no Douro os lagares de pedra são um elemento central e de forte carisma na produção de vinho, no Alentejo essa não é uma realidade tão marcante. Não são muitos os produtores com lagares de pedra, pedra essa que na região é mármore e não granito. A Herdade das Servas inaugura nesta colheita de 2015 os seus lagares de pedra, motivo que levou à criação de um programa de ‘Pisa a pé nos lagares da Herdade das Servas’. 
  
O programa de vindimas da Herdade das Servas começa com uma introdução sobre o projecto, na zona de recepção dos visitantes, seguida de uma visita à adega e à cave de estágio das barricas. Posto isto é tempo de meter “mãos-à-obra”, não na vinha porque as temperaturas são elevadas e a distância pode ser grande, mas na mesa de escolha, onde é feita a selecção das melhores uvas. Ainda antes de acalentar o estômago há que exercitar as pernas – como se de uma aula de step em ambiente de spa com produtos vínicos se tratasse –, pisando as uvas eleitas nos novos lagares de pedra mármore. Para abrir as hostes da refeição é feita uma prova de vinhos, à qual se segue um almoço com ‘Menu de Vindimas’ no Restaurante Herdade das Servas. A chefe Maria da Fé tem duas opções à escolha, uma de bacalhau e outra de carne.   
 
Um programa de um dia que não ficaria completo sem a oferta de uma t-shirt de vindima, um diploma de participação e uma garrafa de vinho que o fará prolongar a experiência vínica até casa. Disponível por marcação através dos contactos da Herdade das Servas, 269 322 949 e Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., este é um programa acessível por €50,00 ou €25,00, caso inclua ou não almoço.
 
PROGRAMAS DE VINDIMAS NA HERDADE DAS SERVAS
Pisa a Pé em Lagares de Mármore e Almoço
. Recepção dos participantes 
. Visita à adega, zona de vinificação e cave de estágio
. Selecção das uvas na mesa de escolha
. Pisa a pé em lagares de mármore
. Prova de vinhos
. Almoço no restaurante Herdade das Servas
. Oferta de t-shirt de vindima, diploma de participação e garrafa de vinho
Preço: €50,00 por pessoa
 
Pisa a Pé em Lagares de Mármore
. Recepção dos participantes 
. Visita à adega, zona de vinificação e cave de estágio
. Selecção das uvas na mesa de escolha
. Pisa a pé em lagares de mármore
. Prova de vinhos
. Oferta de t-shirt de vindima, diploma de participação e garrafa de vinho
Preço: €25,00 por pessoa
 
Modificado em quarta, 19 agosto 2015 17:59
Foi detido em Ribeira de Pena, distrito de Vila Real, o burlão que há bem pouco tempo ‘atacou’ em Estremoz.
 
Na cidade branca do Alentejo, o individuo marcou um lanche e jantar para um grupo de trinta pessoas, num restaurante bem no centro da cidade, fazendo com que a gerência desse espaço preparasse tudo para o dia em questão. À hora marcada ninguém apareceu. Também em Estremoz, num hotel da cidade, este individuo saiu sem efectuar o pagamento de uma noite num quarto single.
 
O homem detido pela Guarda Nacional republicana (GNR) de Viana do Castelo, tem 54 anos, está actualmente desempregado, e realizou cerca de 60 crimes deste género por todo o país. No Alentejo, além de Estremoz, são conhecidas acções em Vila Viçosa e Ferreira do Alentejo. Um pouco por todo o país, principalmente em hóteis, alojava-se, ganhava a confiança dos funcionários, marcava jantares e outros eventos para grupos e depois aproveitava para fugir sem pagar.
 
 
É agora acusado de crimes de burla, furto de automóvel, falsificação de documentos e abuso de confiança. Foi levado para o Tribunal de Caminha, sendo depois libertado visto que o caso baixou a inquérito.
 
c/ Rádio Despertar
 
Modificado em quinta, 23 julho 2015 23:28
Na reunião de executivo da Câmara Municipal de Estremoz, realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, no passado dia 17 de Julho, a autarquia decidiu, por unanimidade, adquirir o imóvel situado no Largo General Graça, números 31 e 32, em Estremoz, vulgarmente conhecido como o prédio do Luís Campos, onde funcionou em tempos que já lá vão a “Mercearia Campos”, uma importante superfície comercial estremocense e respectivo armazém.
 
O prédio, que será posteriormente convertido em equipamento cultural, era propriedade do Banco Comercial Português e tem um valor patrimonial de 243.265,40 €. A autarquia liderada por Luís Filipe Mourinha vai adquirir este importante e emblemático imóvel da cidade de Estremoz, pelo valor de 80 mil euros.