quarta, 13 novembro 2019
O Parque de Feiras e Exposições da cidade de Estremoz recebe, entre os dias 26 e 29 de Novembro, a edição número 23 da Cozinha dos Ganhões, um dos maiores certames gastronómicos que se realizam a sul do Tejo.
 
A Cozinha dos Ganhões 2015, e à semelhança do que tem acontecido nos anos anteriores, oferece a todos os visitantes, para além da rica gastronomia, a doçaria, os produtos regionais, o artesanato e uma diversificada animação cultural. 
 
Paralelamente, no Pavilhão C do Parque de Feiras e Exposições Eng. André de Brito Tavares, irá decorrer a terceira edição da Estremoz Caça e Pesca, um iniciativa organizada pela Confraria dos Amigos do Campo.
 
E é já no próximo dia 16 de Outubro, sexta-feira, que terminam as inscrições para participação na Cozinha dos Ganhões 2015, quer como tasqueiros ou como expositores. As inscrições podem ser efectuadas no Secretariado do Parque de Feiras, no Pavilhão A.
 
Pode consultar as normas de funcionamento do certame e aceder à ficha de inscrição através do link Cozinha dos Ganhões 2015.
 
Este certame é uma organização da Câmara Municipal de Estremoz, e tem como principal objetivo a promoção turística do concelho, valorizando as tradições e os costumes de Estremoz e do Alentejo.
 
c/ Município de Estremoz
 
Modificado em quinta, 15 outubro 2015 01:38
Foi assinado ontem, dia 8 de Outubro, no edifício-sede da Junta de Freguesia de Arcos, entre o Município de Estremoz e a empresa JJR & Filhos Lda., o Auto de Consignação da obra de infraestruturação da Zona Industrial daquela freguesia do concelho de Estremoz.
 
Depois de 20 anos de muita luta, finalmente deu-se início a um caminho mais promissor para o concelho de Estremoz” afirmou, visivelmente satisfeito, o Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, Luís Filipe Mourinha.
 
O edil estremocense acrescentou ainda que já existem várias empresas interessadas em instalar-se no concelho e que, em breve, será possível dar início às negociações com a venda dos terrenos, esperando-se que seja possível criar mais empregos em Estremoz, através da instalação dessas novas empresas, garantindo assim a fixação de pessoas no território.
 
Esta obra, uma aposta clara do Município de Estremoz no desenvolvimento económico do concelho, representa um investimento de 2,5 milhões de euros que, se juntarmos o investimento inicial da compra dos terrenos, ascende a um total de 5 milhões de euros.
 
c/ Município de Estremoz
Modificado em sexta, 09 outubro 2015 01:29

I Jornadas de História Local de Veiros

sexta, 09 outubro 2015 01:02
A Sala das Sessões da Junta de Freguesia de Veiros, receberá no próximo Sábado, dia 10 de Outubro, a partir das 10 horas, as I Jornadas de História Local de Veiros.
 
Esta iniciativa, que é uma organização da Junta de Freguesia de Veiros e que estará aberta à população em geral, terá o seguinte programa:
10 horas - Sessão de Abertura, com Nicolau Almada, Presidente da Junta de Freguesia de Veiros, e Diogo Vivas;
 
I Painel – Antiguidade e Idade Média
10.20 horas - “Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades…”: o Castelo Velho de Veiros no contexto da ocupação romano republicana alto alentejana, por Rui Mataloto (Município do Redondo) e Conceição Roque (Arqueóloga);
10.50 horas - “Um reino em consolidação, uma região de fronteira: memória documental da organização social do espaço de Veiros em Duzentos”, por Gonçalo de Matos Ramos (Bolseiro de Doutoramento do PIUDHist - CHU Lisboa) e Marco Liberato (Bolseiro de Doutoramento da FCT - Universidade do Algarve/CEAACP;
11.10 horas - “Entre o Bispo e o Mestre: Veiros na geografia eclesiástica dos séculos XIII-XIV”, por Hermínia Vasconcelos Vilar (Universidade de Évora - CIDEHUS);
 
II Painel – Idade Moderna
11.40 horas - “Perseguição e resistência judaica entre a dinastia Filipina e a afirmação dos Bragança: a família Lopes Franco, de Veiros, nas malhas da Inquisição”, por Maria de Fátima Reis (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa - CHU Lisboa);
12 horas - “A Irmandade do Santíssimo Sacramento de Veiros, nos finais do Antigo Regime”, por Ricardo Pessa de Oliveira (CIDEHUS – Universidade de Évora);
12.20 horas - Debate;
12.40 horas - Almoço;
 
III Painel – História de Arte
14.20 horas - “Veiros e o Inventário Artístico da arquidiocese de Évora”, por Artur Goulart de Melo Borges (Coordenador do Inventário Artístico da Arquidiocese de Évora);
14.40 horas - “As Tábuas e Frescos maneiristas da antiga Capela do Espírito Santo de Veiros: acertos identitários”, por Vítor Serrão (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa - ARTIS - IHA);
15 horas - “Património arquitectónico da Misericórdia de Veiros: contributos para o seu estudo”, por Joana Balsa de Pinho (CLEPUL – Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa);
15.20 horas - “Espaços para o Ensino Primário: um percurso pela Arquitectura Escolar em Veiros”, por João Féteira (EGEAC – Câmara Municipal de Lisboa);
15.40 horas - Debate;
16 horas - Sessão de Encerramento seguida de visita às Igrejas Matriz, da Misericórdia e de Nossa Senhora do Mileu.
 
Modificado em sexta, 09 outubro 2015 01:55

O Partido Socialista (PS) foi o partido mais votado no concelho de Estremoz, alcançando os 38,90% dos votos. O partido de António Costa venceu praticamente em todas as freguesias rurais, excepção feita à União das Freguesias do Ameixial (São Bento e Santa Vitória), onde a coligação liderada pela dupla Passos Coelho / Paulo Portas saiu vencedora. A coligação Portugal à Frente registou no concelho estremocense o melhor resultado do distrito de Évora, com 31,38 % dos votos. A CDU ficou na terceira posição,com 12,99 %, enquanto que o BE atingiu os 8,77 %.

Nota de destaque para o facto do PS vencer nas freguesias rurais e da coligação Portugal à Frente ganhar na cidade de Estremoz.   


Modificado em segunda, 05 outubro 2015 02:12
O programa “Tempo para Dar”, criado no âmbito da associação “Coração Delta”, do Grupo Nabeiro - Delta Cafés, tem como objectivo geral colmatar a solidão e as necessidades sentidas pelos idosos.
 
Das acções desenvolvidas pelo “Tempo para Dar” destacam-se o voluntariado no domicílio, a oferta de bens e equipamentos, os encaminhamentos para ajudas técnicas e a reabilitação de habitações.
 
No decorrer do trabalho dos voluntários do “Tempo para Dar”, verificou-se que uma das grandes carências dos idosos é são os produtos de higiene pessoal adequados. Inserida nesse mesmo programa, e tendo como propósito principal angariar esses produtos de higiene e similares para idosos de 10 concelhos do Alentejo, foi criada, em parceria com 10 Intermarché’s, a acção “É Tempo de Ajudar”.
 
Assim, a campanha solidária “É Tempo de Ajudar”, irá decorrer, entre os dias 1 de Outubro e 1 de Novembro, nos Intermarché’s de Campo Maior, Elvas, Estremoz, Évora, Montemor-o-Novo, Vendas Novas, Portalegre, Ponte de Sôr, Nisa e Mação, e nas Lojas Alentejo, do Grupo de Nabeiro, de Elvas e Campo Maior.
 
Nestes estabelecimentos vão estar presentes voluntários, que irão recolher os produtos oferecidos pela população.
 
Como parceiros desta iniciativa estarão também as câmaras municipais de cada localidade, que terão como objectivo sinalizar, no mínimo, 20 idosos com dificuldades económicas.
 
Sempre contando com a colaboração da população, a organização da campanha “´Tempo de Ajudar” tem como objectivo alcançar muito mais que os 200 idosos pretendidos.
Modificado em quinta, 01 outubro 2015 01:40

Estremoz comemorou Dia Mundial do Turismo

domingo, 27 setembro 2015 23:38
Ontem, dia 27 de Setembro, comemorou-se o Dia Mundial do Turismo.
 
O Município de Estremoz assinalou a data, oferecendo lembranças alusivas ao Dia Mundial do Turismo a todos os turistas que se deslocaram ao Posto de Turismo de Estremoz, e realizando no mesmo, em parceria com a CERCIEstremoz, a Feira “Turismo Solidário”, com venda de trabalhos realizados pelos utentes da instituição estremocense.
 
Segundo a autarquia, a iniciativa revelou-se um sucesso, não só junto dos turistas, mas também de todos aqueles que durante o passado fim-de-semana visitaram o Posto de Turismo da cidade branca do Alentejo.
 
Os visitantes que se deslocaram durante o Dia Mundial do Turismo ao Museu Municipal Prof. Joaquim Vermelho e ao Centro Ciência Viva de Estremoz tiveram direito a entrada gratuita.
 
Em nota de imprensa enviada às redacções, a edilidade estremocense assegura que o ano de 2015 está a bater todos os recordes no que diz respeito ao número de turistas que visitam Estremoz.
 
Desde Janeiro até à presente data, foram atendidos no Posto de Turismo de Estremoz, cerca de 10500 turistas nacionais e estrangeiros, o que em comparação com o ano de 2014 representa um acréscimo de mais 1500 turistas.
 
O Museu Municipal Prof. Joaquim Vermelho, a Galeria Municipal D. Dinis e os restantes núcleos expositivos existentes na cidade de Estremoz receberam, até ao dia de ontem, cerca de 15 mil pessoas.
Modificado em domingo, 27 setembro 2015 23:56

E a Serra d'Ossa voltou a arder

sábado, 26 setembro 2015 21:08
Passavam 36 minutos das 17 horas quando foi dado o alerta para um incêndio que lavrava na zona do Monte do Búzio, na freguesia da Glória, concelho de Estremoz, em plena Serra d’Ossa.
 
De pronto foram deslocados para o local vários bombeiros, das corporações de Vila Viçosa, Borba, Redondo, Estremoz, Alandroal, Évora, Arraiolos, Reguengos de Monsaraz, Viana do Alentejo, Montemor-o-Novo, Vendas Novas e Mora.
 
Estiveram no combate às chamas, que chegaram a lavrar em duas frentes e cujo combate foi dificultado pelo forte vento que se fazia sentir, um total de 110 operacionais, auxiliados por 33 veículos e dois meios aéreos.
 
Embora ainda não tenham sido divulgadas as causas do incêndio, a trovoada que sobrevoou a região de Estremoz no final da tarde deste sábado, 26 de Setembro, e a consequente queda de um raio, poderão estar na causa deste incêndio. Ainda não é igualmente conhecida a área ardida.
 
Decorrem neste momento os trabalhos de rescaldo, depois do incêndio ter sido dado como dominado cerca das 20 horas.
Modificado em sábado, 26 setembro 2015 21:54

RC3 envia 30 militares para o Iraque

quinta, 24 setembro 2015 12:49
O Regimento de Cavalaria 3 (RC3), sedeado em Estremoz, vai enviar 30 militares numa missão para o Iraque. Segundo o comandante da unidade, esta é a segunda força portuguesa destacada para aquele país do Médio Oriente.
 
O Coronel Nuno Duarte explicou à LUSA que a unidade que dirige tem a missão de proceder ao aprontamento de 30 militares, 11 oficiais, 16 sargentos e três praças, provenientes de unidades que pertencem à Brigada de Reacção Rápida (BrigRR) do Exército, sendo que 21 integram as fileiras do RC3, que está também integrado na BrigRR.
 
Nuno Duarte adiantou que os militares partem para o Iraque na última semana de Outubro, numa missão de seis meses. Irão render no dia 6 de Novembro, os militares do Centro de Tropas dos Comandos, que constituíram a primeira força portuguesa destacada para aquele país do Médio Oriente e que partiram de Portugal em Maio deste ano.
 
As três dezenas de militares portugueses vão "ministrar formação e treino às forças iraquianas", no âmbito da coligação internacional contra o Estado Islâmico do Iraque, liderada pelos Estados Unidos, e juntar-se aos militares de outros países.
 
"Os militares estão a preparar-se para cumprirem uma missão na defesa dos valores e interesses ocidentais", disse o Coronel Nuno Duarte.
 
O RC3, a unidade mais antiga em actividade do Exército Português, está instalado em Estremoz há 140 anos, desde 5 de Abril de 1875, e integra a Brigada de Reacção Rápida, com comando em Tancos, uma das principais unidades operacionais do Exército.
 
O Regimento de Cavalaria 3 "Dragões de Olivença" tem origem numa das mais antigas unidades do Exército, fundada em 1707, em Olivença.
 
A Brigada de Reacção Rápida integra na sua maioria militares paraquedistas, comandos e de operações especiais "altamente treinados".
 
A "elevada preparação" dos seus militares e o seu "moderno equipamento" torna a BrigRR como a principal força de intervenção terrestre de Portugal, com inúmeras operações em vários países.
 
c/ LUSA
 
Modificado em quinta, 24 setembro 2015 13:03
À semelhança do que tem vindo a acontecer nos últimos anos, o Município de Estremoz vai assinalar o Dia Mundial do Turismo, que se comemora no próximo Domingo, 27 de Setembro. Tal como aconteceu no ano de 2014, a comemoração será subordinada ao tema “Turismo Solidário”.
 
Numa iniciativa realizada em parceria com a CERCIEstremoz, será organizada uma pequena feira “Turismo Solidário”, no Sábado, dia 26 de Setembro, das 10 às 13 horas, em frente ao Posto de Turismo de Estremoz, e durante a tarde de Sábado e todo o dia de Domingo, no Posto de Turismo, com venda de trabalhos realizados pelos utentes daquela instituição.
 
Durante o fim-de-semana, a todos aqueles que visitarem a feira e o posto de turismo, serão entregues lembranças para que mais tarde possam recordar a sua visita ao concelho de Estremoz.
 
Para além destas iniciativas que irão decorrer no Posto de Turismo, durante o Dia Mundial do Turismo, quer o Museu Municipal Professor Joaquim Vermelho, quer o Centro de Ciência Viva de Estremoz, terão entrada gratuita para todos os visitantes. 
 
As comemorações do Dia Mundial do Turismo em Estremoz são uma organização do Município, em parceria com a CERCIEstremoz e o Centro de Ciência Viva.