segunda, 23 outubro 2017

Até ao final do corrente ano, o Centro de Saúde de Estremoz vai passar a ter médico dentista. No Alentejo apenas serão colocados mais dois especialistas, um no Centro de Saúde de Portel e outro no Centro de Saúde de Montemor-o-Novo.
 
A notícia foi avançada pelo CM, que teve acesso à lista detalhada das colocações dos 59 especialistas. O documento do Ministério da Saúde revela que as regiões Norte e de Lisboa e Vale do Tejo irão receber 47 profissionais, ou seja, 80% dos dentistas que vão chegar aos centros de saúde até ao final deste ano vão prestar serviços nestas áreas.
 
Os restantes 12 lugares criados pelo Governo, num concurso lançado para a segunda fase do projecto-piloto dos cuidados de saúde oral nos centros de saúde oral, vão distribuir-se pelas regiões Centro (seis médicos dentistas), Algarve (três) e, como já referimos, Alentejo (três).
 
A experiência foi iniciada no ano passado, em 13 centros de saúde, e é agora alargada a todo o país. "Temos de fazer isto de uma forma equilibrada e sustentável de acordo com o Orçamento do Estado", afirmou Fernando Araújo, Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, quando o alargamento do projecto-piloto foi apresentado.
 
O acesso ao atendimento passa sempre pela referenciação do médico de família. "O médico de família está em boas condições numa primeira fase para avaliar as condições de saúde", disse Orlando Monteiro da Silva, bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas.
 
 
 
Os cinco quilómetros mais coloridos do Mundo vão acontecer em Estremoz, no dia 2 de Julho, quando forem 16 horas, por ocasião do Estremoz Fun Running, um evento que conjuga a actividade física com diversão, através da realização de uma corrida e caminhada conjugadas com muita cor!
 
O evento, aberto à participação de maiores de oito anos, tem duas regras importantes. É obrigatório o uso da t-shirt branca disponível no Color Kit e a pintura total no final do evento. Os corredores percorrem o percurso e, já na meta, ficam como se tivessem caído num pote colorido do arco-íris...
 
Quer se trate de um corredor ocasional ou de um atleta de competição, os cerca de cinco quilómetros, sem cariz competitivo, constituem uma corrida incomparável, em que não só a cor, mas também o riso, a alegria e o convívio tornar-se-ão comuns a cada um dos participantes.
 
A animação será constante e começa logo na zona de partida com várias aulas de grupo acessíveis a todos e realizadas pelos ginásios e instrutores de desporto associados ao evento, que não é cronometrado, a meta é meramente indicativa.
 
Ao longo do percurso, sensivelmente com intervalos de um quilómetro, estarão instaladas as Color Stations, zonas em que todos os participantes serão pulverizados com pó colorido, pó esse que é constituído por amido de milho e corante alimentar, não representa qualquer perigo para a saúde e é facilmente lavável. No entanto, aconselha-se a todos os participantes a levar roupa mais antiga ou que possa sujar-se. Recomenda-se o uso de óculos ou lenços para tapar a boca/nariz.
 
Em caso de alergia ao amido de milho ou dúvidas relacionadas com saúde, os participantes deverão consultar o seu médico.
 
Para que o pó possa aderir mais facilmente ao corpo dos participantes, nalgumas zonas do percurso serão instalados nebulizadores de água.
 
As inscrições já estão abertas e decorrerão até ao dia 23 de Junho, através da Bilheteira Online, disponível em www.bol.pt, ou na bilheteira do Posto de Turismo, localizado na Casa de Estremoz, no Rossio Marquês de Pombal. Existem vários tipos de bilhetes, o individual (6€), o familiar, até 4 elementos (20€) e o de equipa, até 6 elementos (30€).
 
O levantamento do Color Kit deverá ser feito na Casa de Estremoz, durante o horário normal de expediente, entre os dias 28 de Junho a 1 de Julho e é obrigatória a apresentação do bilhete já adquirido. Também é possível levantar Color Kits de outras pessoas desde que se apresente os bilhetes válidos.
 
No dia do evento, junto à partida, também será possível levantar Color Kits, a partir das 15 horas, para participantes que não residem no concelho.
 
Inscreva-se já e venha divertir-se nos 5 km mais coloridos do Mundo!
Já não é a primeira vez que acontece e estamos certos de que não será a última. Um agente da Polícia de Segurança Pública (PSP), natural de Estremoz, e actualmente a desempenhar funções no Aeroporto Humberto Delgado, nas equipas de Intervenção Rápida, está em destaque na página oficial da força de segurança na rede social Facebook.
 
José Carlos Rôlo, de 39 anos, e o avião dos Guns n’ Roses, que ontem actuaram no Passeio Marítimo de Algés, são as “estrelas” de uma fotografia que já foi vista por mais de 8 mil pessoas e que teve mais de 300 partilhas.
 
Ao Ardina do Alentejo, José Carlos contou que a foto foi tirada “na quarta-feira quando eles chegaram” e que depois foi publicada na sua página pessoal do Facebook. Até chegar ao Facebook da PSP foi um pequeno passo: “A minha Comandante viu, "roubou" com minha autorização e mandou para o Facebook da PSP”.
 
O agente estremocense confessa que “por hábito, e já há uns anos, tiro fotos a aviões. Agora, trabalhando no Aeroporto, junto o útil ao agradável”. Sobre o impacto que a foto teve, José Carlos revela que nunca pensou que a mesma “tivesse tantos likes”, mas que “tudo se deve ao avião em si”.
Ao Ardina do Alentejo, o Agente Rôlo revela “não ser a primeira vez que aparece”. “No Aeroporto, quando há um avião importante, com as selecções nacionais, ou agora mais recentemente com o Salvador Sobral, nós tiramos fotos com eles e mandamos para o Facebook da PSP” sublinha.
 
José Carlos Rôlo entrou na Polícia de Segurança Pública no ano de 2000, tendo sido colocado na Esquadra de Belém, onde permaneceu até 2015. Desde então que desempenha funções no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, nas equipas de Intervenção Rápida. José Carlos é também, desde 2006, Formador de Técnicas de Intervenção Policial e Tiro, onde lecciona todo o tipo de Formação Táctica aos elementos do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP.
 
É já amanhã, Sábado, dia 3 de Junho, que a partir das 16 horas, a Descida de São Lázaro, na entrada sul de Estremoz, bem junto ao centro histórico medieval da cidade, vai voltar a ser palco de mais uma emocionante Grande Corrida de Carrinhos de Rolamentos de Estremoz.
 
Esta é a quarta vez que o Município estremocense promove uma tarde de convívio, diversão e entretenimento, juntando a criatividade e a habilidade dos cerca de 20 participantes na construção dos seus carrinhos de rolamentos.
 
Mais ou menos velozes, a imaginação dos participantes tem sido surpreendente e espera-se que também este ano, as centenas de visitantes se divirtam e recordem a tradição dos carrinhos de rolamentos.
 
A organização do evento está a cargo da Câmara Municipal de Estremoz, que conta na edição de 2017 com o apoio das associações BTTMOZ - Sobe e Desce Team e Rota D'Ossa, do Regimento de Cavalaria nº 3, e da Escola Secundária Rainha Santa Isabel - ESRSI.
É já no dia de amanhã, quinta-feira, 25 de Maio, a partir das 11 horas, que o Município de Estremoz irá proceder à inauguração da Zona Industrial de Arcos. Esta cerimónia decorrerá junto ao entroncamento do arruamento principal daquela infraestrutura.
 
Segundo a autarquia estremocense, esta obra, que será inaugurada no feriado municipal, “representa um investimento de cerca de 6 milhões de euros, custeado na totalidade pela Câmara Municipal de Estremoz”, e que tem como objectivo “criar mais e melhores condições para que as empresas se possam estabelecer no concelho e, assim, gerar mais emprego e maior poder económico para as famílias, contribuindo para a fixação de pessoas e contrariando as actuais tendências de despovoamento da região interior”.
 
Nesta cerimónia proceder-se-á à inauguração das infraestruturas desta área de acolhimento empresarial, que possui 84 lotes de terreno, de grande, média e pequena dimensão. O investimento desta fase da obra ascendeu aos 2,5 milhões de euros e compreendeu a execução dos arruamentos e das redes de abastecimento de águas, de saneamento, de energia e de telecomunicações, bem como a intervenção nos espaços exteriores.
 
A Câmara Municipal de Estremoz assegura que “com este esforço do Município, a freguesia de Arcos e o concelho de Estremoz, têm agora uma grande área de acolhimento empresarial, com uma dimensão e com condições únicas para novas empresas. A sua localização é um pólo de atracção de empresas estremocenses, mas também de toda a Zona dos Mármores, podendo vir a albergar empresas dos vizinhos concelhos de Borba e Vila Viçosa que procurem lotes de terreno com maiores dimensões”.
 
A edilidade acrescenta que este “empreendimento muito irá contribuir para acrescentar mais valor a um concelho que, só por si, já é cheio de potencialidades, contribuindo para travar o envelhecimento populacional e o despovoamento do território”.
 
A cerimónia de inauguração contará com as intervenções do Presidente da Câmara, Luís Mourinha, e do Presidente da Junta de Freguesia de Arcos, António Broa. Depois de efectuada uma visita à infraestrutura será realizado um lanche convívio no local.
 
O Município de Estremoz convida “neste Feriado Municipal, Quinta-Feira da Ascensão, toda a população a deslocar-se à Zona Industrial de Arcos e a presenciar mais um momento que ficará inscrito na história contemporânea do concelho de Estremoz”.
Foi nos dias 20 e 21 de Maio que Estremoz reviveu o passado, retornando à época medieval, com mais uma edição do Festival da RainhaFeira Medieval de Estremoz, que em 2017 viveu a sua quarta edição.
 
O Cortejo de Abertura, com cerca de 400 figurantes, partiu da Escola Secundária Rainha Santa Isabel, percorreu as ruas da cidade e animou o tradicional Mercado de Sábado, anunciando que durante dois dias, Estremoz seria palco de reis e rainhas.
 
Durante o fim de semana, milhares de pessoas visitaram a feira, que contou com a presença de artesãos, mercadores, tabernas e com muita animação de época, tal como Danças de Romaria, Danças Orientais, Cânticos Medievais, Demonstrações de Falcoaria, actuação dos grupos musicais Gadilus Medieval, Alvorada Medieval e Al-Mendroín, exposições de armas e ofícios tradicionais medievais, um Auto de Fé e os tradicionais Torneios de Armas a Pé e a Cavalo.
 
A quarta edição do Festival da Rainha contou ainda com a participação do Agrupamento de Escolas de Estremoz, que apresentou a Opereta “Com Dom Dinis e Dona Isabel”, musicada e cantada pelos alunos do 5.º ano da Escola Básica Sebastião da Gama, num espectáculo que decorreu no sábado à noite e que teve como palco a Igreja Matriz de Santa Maria.
 
O momento alto do festival aconteceu também no sábado à noite, quando o Largo Dom Dinis e a Torre de Menagem se encheram de som, luz , cor, pirotecnia, encenações, danças suspensas e muitos outros efeitos cénicos, durante o espectáculo “Isabel, a Rainha do Povo”, que recordou a história da Rainha Santa e transportou o público presente à época medieval, com recurso a técnicas e tecnologias contemporâneas.
 
Durante o festival decorreram diversos momentos de animação, recriando o ambiente histórico medieval, os quais deliciaram os estremocenses e os visitantes, em especial os turistas, que fascinados viveram dois dias de encanto, num espaço único, como é o núcleo medieval de Estremoz.
 
Esta iniciativa foi uma organização do Município de Estremoz e da Escola Secundária  Rainha Santa Isabel de Estremoz (Curso Técnico de Turismo e Curso Técnico de Turismo Ambiental e Rural).

c/ Município de Estremoz

Aí está o programa do Festival da Rainha 2017

Escrito por segunda, 15 maio 2017 18:12
Organizado pelo Município de Estremoz e pela Escola Secundária Rainha Santa Isabel de Estremoz, através dos Cursos Técnico de Turismo e Técnico de Turismo Ambiental e Rural, vai decorrer no próximo fim-de-semana, a 20 e 21 de Maio, no Castelo de Estremoz, o “FESTIVAL DA RAINHA - IV Feira Medieval de Estremoz”. 
 
Segundo a autarquia estremocense, os objectivos do Festival da Rainha são a promoção turística e o desenvolvimento económico do concelho de Estremoz, através da evocação dos valores subjacentes à sua História e Património, recorrendo para tal a uma recriação histórica do período medieval, em concreto no que diz respeito às temáticas relacionadas com a figura da Rainha Santa Isabel (séculos XIII/XIV).
 
O Festival da Rainha - IV Feira Medieval de Estremoz contará com o seguinte programa:
 
Sábado - 20 de Maio
10:00 - Grandioso Cortejo de Abertura, desde a Escola Secundária Rainha Santa Isabel até ao Largo D. Dinis, passando pelo tradicional Mercado do Rossio e subindo pela Rua Direita em direção ao recinto da feira.
11:45 - Saudação do povo à chegada do Rei e da Rainha ao Largo D. Dinis
12:00 - Abertura da feira pelos arautos
- Artesãos e mercadores iniciam as suas atividades de comércio
- Música e outros momentos de animação, dedicados à Rainha Santa
- Comes e bebes nas tabernas e noutros espaços da feira
14:30 - Após farto almoço nas tabernas da feira, far-se-á um Desfile pelo recinto
15:00 - Momentos de Danças de Romaria, pelos grupos da Escola Secundária e da Escola Sebastião da Gama
15:30 - Danças orientais, pelos grupos BellyDance (ESRSIE) e Naadirahs (Elvas)
16:00 - Demonstração de Falcoaria, pela Diana Falco
17:00 - Cânticos medievais na Igreja de Santa Maria, pelo grupo Al Mendroin
17:30 - Desfile pelo recinto
18:30 - Demonstração de Falcoaria, pela Diana Falco
20:00 - Danças orientais, pelos grupos BellyDance (ESRSIE) e Naadirahs (Elvas)
21:00 - Atuação do grupo Gadilus Medieval, no Largo D. Dinis
21:30 - Opereta “Com Dom Dinis e Dona Isabel”, pelos alunos do Agrupamento de Escolas de Estremoz
22:00 - Grandioso espetáculo “Isabel, a Rainha do Povo”, no Largo Dom Dinis, produzido pela Décadas de Sonho
22:30 - Auto de Fé, com execução pública de um herege
23:00 - Grandioso Torneio de Armas em honra da Rainha Dona Isabel, pelos grupos Cavaleiros do Ribadouro e Espada Lusitana
24:00 - Encerramento da feira
As tabernas continuarão abertas até às 2:00 horas.
 
Domingo - 21 de Maio
13:00 - Abertura da feira, com música e outros momentos de animação.
- Os artesãos e os mercadores reiniciam as suas atividades de comércio
- Comes e bebes nas tabernas e noutros espaços da feira
14:00 - Desfile pelo recinto
14:30 - Demonstração de Falcoaria, pela Diana Falco
15:00 - Cânticos medievais na Igreja de Santa Maria, pelo grupo Al Mendroin
15:30 - Danças orientais, pelos grupos BellyDance (ESRSIE) e Naadirahs (Elvas)
16:00 - Danças de Romaria, pelos grupos Ginarte e Traquinas & All Star
16:30 - Demonstração de Falcoaria, pela Diana Falco
17:00 - Torneio de armas a pé e a cavalo, pelos grupos Cavaleiros do Ribadouro e Espada Lusitana
18:00 - Atuação do grupo Alvorada Medieval, no Largo D. Dinis
19:30 - Desfile de encerramento do Festival
20:00 - Encerramento da feira
 
Durante o Festival ocorrerão vários momentos de animação pelo recinto:
- diversas encenações de época, pelo grupo Alota del Tinto (Huelva)
- música medieval, pelo grupo Gadilus Medieval (Óbidos)
- música medieval, pelo grupo Alvorada Medieval (Santa Maria da Feira)
- música celta e medieval, pelo grupo Al Mendroin (Ayamonte)
- exposição de aves de rapina, pela Diana Falco (Évora)
- animação no recinto com Agostinho e Felicidade (Companhia Boca de Cão)
- Cantigas de Amor e de Amigo, por alunos da Escola Secundária Rainha Santa Isabel
- exposição de armas e instrumentos de tortura, na tenda do Ferreiro Mestre Jerumelo (Santa Maria da Feira)
- exposição do Ferreiro e do Marceneiro (Oficina do Velho Ofício)
- exposição de armas e demonstração de exercícios de combate nas tendas dos torneios
- tiro com arco
- visitas à capela da Rainha Santa Isabel
- exposição “À descoberta de Estremoz medieval” no Museu Municipal
Artesãos, mercadores, tabernas e muita animação! Venha reviver a nossa história...
Como posso ficar a conhecer um pouco melhor o nosso céu? Como posso encontrar a Estrela Polar? Para onde apontam as Três-Marias? Por que é que o caçador nunca encontra o escorpião?
 
As respostas a estas e outras questões podem agora ser descobertas no Centro Ciência Viva de Estremoz (CCVE)!
 
O Centro Ciência Viva de Estremoz, em parceria com o Observatório Astronómico de Coimbra, dispõe de um planetário insuflável que permite a visualização do nosso céu de forma prática e confortável. Esta nova atividade estará disponível para escolas, grupos organizados e todos aqueles que queiram visitar o CCVE.
 
As sessões de Planetário são dinamizadas por um comunicador de ciência pelo que são adequadas a todas as faixas etárias, tendo este o cuidado de adaptar o discurso em função dos grupos. As sessões têm a duração de aproximadamente 40 minutos.
 
As inscrições podem ser feitas através dos contatos habituais do CCVEstremoz  - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou pelo telefone 268 334 285.
Em 1992, sob o nome “EstreMoral” e dinamizado pelo então professor da disciplina de EMRC, João Canha, a cidade de Estremoz acolheu o 1º Encontro dos Alunos de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) da Arquidiocese de Évora. Marcaram presença na altura cerca de 200 alunos, vindos de várias escolas da arquidiocese eborense.
 
25 anos volvidos, o Encontro de Alunos de Moral da Arquidiocese de Évora “regressou a casa”. Mais de 3500 alunos, oriundos de 26 agrupamentos de escolas e de dois colégios, participaram ontem, dia 9 de Maio, no XXVI Encontro dos Alunos de Educação Moral e Religiosa Católica da Arquidiocese de Évora, sob o lema “EMRC, vai e transforma o mundo”.
 
Durante o período da manhã, os alunos encheram de cor e alegria a Praça de Touros de Estremoz. A apresentação das escolas presentes, o já tradicional momento de oração, a coreografia do hino do encontro, a encenação de “O Sonho de Deus”, as coreografias da Ginarte e do Grupo de Dança da Escola Básica 2,3 Sebastião da Gama e as intervenções do Arcepisbo de Évora, D. José Francisco Alves, do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Estremoz, Francisco Ramos, do Director do Agrupamento de Escolas de Estremoz, José João Espadinha, e do Director da Escola Secundária Rainha Santa Isabel de Estremoz, José Carlos Salema, preencheram a manhã.

Cumprido o programa da manhã, decorreu o desfile dos mais de 3500 alunos do 2º, 3º ciclo e secundário participantes no XXVI Encontro dos Alunos de EMRC da Arquidiocese de Évora, pelas ruas da cidade de Estremoz, em direcção ao Parque de Feiras Eng. André de Brito Tavares, onde teve lugar o almoço, animação diversificada e o habitual concerto de encerramento do encontro.
 
Esta foi a terceira vez que a cidade de Estremoz acolheu a realização do Encontro dos Alunos de EMRC da Arquidiocese de Évora. Para além da “estreia” em 1992, e da edição deste ano, também em 2005 os alunos desta disciplina facultativa do ensino teve lugar na cidade branca do Alentejo.
 
 

Mais Populares