sábado, 07 dezembro 2019
O Centro Social e Paroquial de Santo André, Instituição Particular de Solidariedade Social sedeada em Estremoz, foi uma das 22 instituições premiadas na edição de 2019 dos Prémios BPI “La Caixa” Rural.
 
O Prémio BPI "La Caixa" Rural visa apoiar projectos de acção social em zonas rurais em diferentes áreas prioritárias como o envelhecimento, incapacidade, pobreza e exclusão social, integração laboral, interculturalidade e coesão social e saúde.
 
Num contexto marcado por um acentuado desequilíbrio demográfico nos meios rurais, com populações muito envelhecidas e frágeis redes de apoio formais e informais, não é surpreendente que a maioria dos projectos se dirija ao apoio aos mais velhos, para dar respostas ao isolamento e promover a vida activa e a autonomia.
 
O projecto do Centro Social e Paroquial de Santo André chama-se “Geração para a Vida” e foi contemplado com 19.521 euros. O “Geração para a Vida” prevê a criação de uma equipa técnica da área social, para acompanhar idosos isolados, numa relação de contínua proximidade, realizando actividades sócio culturais no domicílio. O projecto pretende potenciar o uso de uma plataforma tecnológica interactiva para combater a solidão e promover a estimulação cognitiva e sensorial.
 
Para além da IPSS estremocense, foram ainda contempladas na 1ª edição do Prémio BPI "la Caixa" Rural mais duas instituições alentejanas: a Santa Casa da Misericórdia de Campo Maior, cujo projecto foi contemplado com 40 mil euros, e a Santa Casa da Misericórdia de Reguengos de Monsaraz, cujo projecto recebeu 13.110 euros.
 
Incentivar grupos de pessoas mais velhas a resolver problemas nas suas comunidades rurais, apoiar pessoas carenciadas incluindo a família e cuidadores informais, assegurar cuidados continuados e acções paliativas, e promover o voluntariado geral ou especializado, foram alguns dos projetos distinguidos no dia de ontem, 5 de Dezembro, na 1ª edição do Prémio BPI "La Caixa" Rural.
 
Os projectos receberam, em média, mais de 34 mil euros, num total de 750 mil euros.
 
Prémios BPI "La Caixa" distribuíram 3,75 milhões de euros em 2019
 
Os Prémios BPI "La Caixa" 2019 são uma iniciativa conjunta do BPI e da Fundação "La Caixa" e destinam-se a apoiar financeiramente projectos que promovam a melhoria da qualidade de vida e a igualdade de oportunidades de pessoas em situação de vulnerabilidade social.
 
Em 2019, foram cinco os Prémios BPI "La Caixa", no valor total de 3,75 milhões de euros para apoiar mais de 20 mil beneficiários de 120 projectos.
 
Em média, foram recebidas 174 candidaturas por prémio. No total, foram recebidas 870 candidaturas de projectos de instituições privadas sem fins lucrativos.
 
Os prémios inserem-se na política de responsabilidade social do Banco e são financiados pela Fundação "la Caixa". As duas entidades estabeleceram um acordo de colaboração para o desenvolvimento de projectos de carácter social e cultural em Portugal após a entrada do BPI no grupo CaixaBank.
Modificado em sexta, 06 dezembro 2019 09:05
Lídia Duarte Mira, de 79 de anos de idade, natural e residente em Évora, voluntária no Projecto de Voluntariado Cultural da Fundação Eugénio de Almeida desde 2013, foi a vencedora do Troféu Português de Voluntariado na categoria sénior. A distinção e o prémio foram entregues no dia de ontem, 5 de Dezembro, Dia Internacional dos Voluntários, no Centro Cultural Vila Flor, na cidade de Guimarães, por Eugénio Fonseca, Presidente da Confederação Portuguesa de Voluntariado.
 
Ao longo dos mais de seis anos em que a voluntária colabora no Projecto de Voluntariado Cultural da Fundação, Lídia Mira tem desempenhado actividades voluntárias no acolhimento ao visitante, esclarecendo dúvidas, prestando informação e humanizando a experiência da visita, na guardaria das exposições, obras e espólio, contribuindo para garantir a segurança e a boa utilização dos espaços, no acompanhamento de visitas guiadas, auxiliando a equipa técnica do Serviço Educativo no caso de grandes grupos ou grupos com necessidades especiais, e no apoio ao Serviço Educativo, nomeadamente no desenvolvimento de actividades com crianças, públicos com necessidades especiais ou público adulto, entre outras tarefas.

Lídia é referência por ser uma pessoa extremamente solidária, proactiva, com vontade de aprender e de adquirir novas competências, mas também pela tenacidade, responsabilidade e de espírito de colaboração. Lídia Mira iniciou a sua actividade de voluntariado na Fundação Eugénio de Almeida em 2008, tendo colaborado no Projecto de Voluntariado de Proximidade da Fundação e em várias iniciativas de voluntariado pontual.
 
Em 2013, ingressou no Projecto de Voluntariado Cultural da Fundação, uma iniciativa que visa complementar aos serviços profissionais, humanizando a experiência cultural, valorizando a relação de proximidade com os visitantes, conferindo maior profundidade às iniciativas desenvolvidas nos diversos espaços culturais e patrimoniais da Fundação, nomeadamente o Centro de Arte e Cultura e o Paço de São Miguel, nas actividades do Serviço Educativo e em outras iniciativas culturais. Este projecto de voluntariado da Fundação já envolveu, até ao momento, mais de 200 voluntários.
 
O Troféu Português do Voluntariado é atribuído anualmente pela Confederação Portuguesa do Voluntariado, mediante candidatura apresentada por organizações promotoras de voluntariado sediadas em território nacional, e tem como finalidade homenagear o trabalho dos voluntários e incentivar a prática do voluntariado, existindo quatro categorias, entre as quais a categoria sénior.  Os objectivos do Troféu Português do Voluntariado passam pela promoção do voluntariado como exercício de cidadania activa, de solidariedade e de dádiva, na construção do bem comum, pela valorização do voluntariado enquanto contributo para a melhoria das condições de vida nas comunidades, e pela divulgação de boas práticas de voluntariado para potenciar a sua replicação e/ou a realização de novos projectos de voluntariado.
 
Segundo Henrique Sim-Sim, Coordenador da Área Social e de Desenvolvimento da Fundação Eugénio de Almeida, "a equipa do Programa de Voluntariado está extremamente feliz por esta distinção à D. Lídia Mira, reconhecendo a sua dedicação e exemplo para todas as outras dezenas de voluntários que connosco desenvolvem actividades no dia a dia. Este prémio é um importante estímulo e incentivo para todos os voluntários da Fundação e da nossa comunidade, mas também um importante incentivo para que todos, seniores e jovens, se comprometam com actividades voluntárias sociais, culturais ou de outra natureza, contribuindo para uma sociedade mais justa e solidária".
 
Ainda segundo este responsável da Fundação Eugénio de Almeida "a D. Lídia Mira tem sido uma referência no Projecto de Voluntariado Cultural da Fundação ao longo destes seis anos, pelo comprometimento, disponibilidade, generosidade e por transportar tanta alegria na acção voluntária, sendo também um excelente exemplo de um envelhecimento verdadeiramente activo. A D. Lídia releva ainda um elevado sentido de pertença ao Projecto e à Fundação, convergindo com os seus valores e práticas, constituindo-se como um elemento exemplar para toda a equipa e uma verdadeira mentora dos novos voluntários".
Modificado em sexta, 06 dezembro 2019 08:52
Na madrugada da passada terça-feira, dia 3 de Dezembro, agentes da Esquadra de Estremoz da Polícia de Segurança Pública (PSP) detiveram dois indivíduos, um com 30 anos e outro com 40, pelo crime de furto de combustível.
 
Quando foram interceptados pelos agentes da autoridade, junto ao Pelourinho, no Largo Luís de Camões, e após ser-lhes pedida a identificação, os suspeitos mostraram desde logo sinais de nervosismo.
 
Conduzidos até ao automóvel onde se faziam transportar, localizado no Rossio Marquês de Pombal, o forte odor a combustível e o som de líquido a cair para dentro de um recipiente, vindo de uma viatura estacionada ao lado daquela onde se faziam transportar, levantou suspeitas aos elementos da PSP. Confrontados com a situação, os dois indivíduos assumiram ter furado o depósito da viatura em questão, de forma a poderem colocar na sua, e posteriormente, seguirem viagem.
 
Detidos e conduzidos à Esquadra de Estremoz da PSP, os dois homens, um residente em Setúbal e outro em Aveiro, foram confrontados com o facto da viatura em que circulavam ter sido furtada, em finais de Novembro, em Setúbal. Alegando desconhecer tal ocorrência, os suspeitos referiram terem saído de Setúbal, na madrugada de sábado, com um terceiro individuo, a quem identificaram como proprietário do veículo, com destino a Elvas. Após esse alegado terceiro individuo ter-lhes entregue a chave do veículo e se ter ausentado ao longo de quase dois dias, os homens resolveram regressar a terras do Sado. A escassez de combustível na viatura fez com que entrassem em Estremoz, para consumarem o furto de combustível.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar, foi ainda apresentada queixa na Esquadra estremocense da PSP, pela tentativa de furto de gasóleo, numa outra viatura, estacionada no Largo General Graça, e que ficou com o depósito danificado.
 
Foram apreendidos uma chave de fendas, uma faca, um funil, três garrafões, um veículo automóvel e várias chapas de matrícula.
 
Dado conhecimento dos factos ao Procurador de turno, foi aplicada aos dois homens a medida de coação de Termo de Identidade e Residência (TIR), ficando os mesmos a aguardarem os termos do processo em liberdade.
 
De referir que sobre um dos suspeitos constam vários processos por ilícitos de natureza variada, desde crimes contra a integridade física até crimes relacionados com estupefacientes. 
Modificado em quarta, 04 dezembro 2019 03:13

Edição de 2020 da FIAPE já tem data marcada

sábado, 30 novembro 2019 03:49
Através da edição número três do Boletim Municipal, publicação que elenca algumas das iniciativas e obras desenvolvidas pela autarquia estremocense entre o período de Abril e Outubro de 2019, e que foi lançado durante a Cozinha dos Ganhões 2019, a Câmara Municipal de Estremoz divulga as datas da edição de 2020 da FIAPE – Feira Internacional Agropecuária de Estremoz, certame que no próximo ano comemora 34 anos de existência.
 
Aquele que é considerado por muitos como o maior evento agropecuário a Sul do Tejo, e que alberga a 37ª edição da Feira de Artesanato de Estremoz, realiza-se na cidade branca do Alentejo, no Parque de Feiras e Exposições estremocense, entre os dias 29 de Abril, quarta-feira, e 3 de Maio, domingo, Dia da Mãe.
 
À semelhança do que vem acontecendo nos últimos anos, a autarquia liderada por Francisco Ramos garante que “o certame contará com uma diversificada mostra de actividades comerciais e industriais, produtos regionais, gastronomia, pecuária, maquinaria agrícola, divertimentos e um vasto programa cultural, desportivo e musical, onde não faltarão os grandes nomes da música nacional”.
Modificado em sábado, 30 novembro 2019 11:08

André Ventura visita Cozinha dos Ganhões

segunda, 25 novembro 2019 12:18
A edição número 27 da Cozinha dos Ganhões, certame gastronómico que se realiza entre os dias 28 de Novembro e 1 de Dezembro, no Parque de Feiras e Exposições Eng. André de Brito Tavares, em Estremoz, recebe no próximo sábado, a visita de André Ventura, deputado eleito pelo partido Chega.
 
Através de um comunicado enviado às redacções, o partido fundado por André Ventura salienta que com esta visita pretende "agradecer a confiança dos portugueses, em especial dos alentejanos, no projeto político do partido".
 
A visita está marcada para as 13 horas, seguindo-se depois, no recinto, um almoço-convívio com simpatizantes e apoiantes.
 
Modificado em segunda, 25 novembro 2019 12:39
A Escola Básica da Mata, em Estremoz, recebe no próximo dia 26 de Novembro, terça-feira, a partir das 15 horas, a cerimónia de lançamento da Plataforma +Sucesso Escolar.
 
A Plataforma +Sucesso Escolar, é uma plataforma de aprendizagem, colaboração e partilha, destinada a crianças do 1.º Ciclo do Ensino Básico e tem como missão a promoção do sucesso escolar, bem como a redução e prevenção do abandono escolar precoce, promovendo a igualdade de acesso a uma educação de boa qualidade.
 
A plataforma permite construir um ambiente de aprendizagem rico em tecnologia, facilitador da aprendizagem, do trabalho colaborativo e da partilha de ideias. Disponibiliza conteúdos e actividades para explorar, em diferentes dimensões da Educação para a Cidadania e do Património Local. A Plataforma +Sucesso Escolar pode ser consultada em https://sucessoescolar.cm-estremoz.pt
 
Para a autarquia estremocense, a Plataforma +Sucesso Escolar “é um reforço da nossa máxima sobre a Educação: Um desafio permanente, um esforço gratificante”!
Modificado em quarta, 20 novembro 2019 18:54
Há 12 anos que a 100% DJ promove e divulga, em formato digital, a música electrónica e tudo o que a envolve. O projecto, que nasceu na Rádio Despertar - Voz de Estremoz, como sendo um programa que animava as madrugadas dos fins-de-semana, com trabalhos de DJ's, é actualmente a única publicação do género em território nacional e, pelo oitavo ano consecutivo, vai distinguir, através da acção “TOP 30”, a dedicação, o esforço e o trabalho desenvolvido ao longo do ano, por parte dos DJ's e produtores nacionais, numa iniciativa única que muito tem contribuído, não só para a indústria da música electrónica portuguesa como também para o desenvolvimento da carreira dos artistas.
 
Mais uma vez, a listagem deste TOP 30 é apenas e exclusivamente feita pelo público através de uma votação online, disponível no site www.top30.deejay.pt desde o passado dia 1 de Outubro e que se estende até às 23:59 horas de hoje, quarta-feira, 20 de Novembro, onde todos os interessados podem eleger quatro dos seus DJ's nacionais, aqueles que mais se destacaram em 2019.
 
O TOP 30 será apresentado gradualmente a 8 de Dezembro, nas redes sociais da 100% DJ, a partir das 19 horas. Além das 30 posições, serão ainda anunciados os Prémios “Carreira” e “Talento”, ambos escolhidos pela redacção do portal.
Modificado em quarta, 20 novembro 2019 00:05
Foram cerca de 70 as pessoas que ontem, dia 14 de Novembro, participaram nas actividades desenvolvidas no Centro de Saúde de Estremoz por ocasião da comemoração do Dia Mundial da Diabetes.
 
A celebração do Dia Mundial da Diabetes teve como finalidade chamar a atenção dos profissionais de saúde, da comunicação social e da comunidade em geral para a problemática da Diabetes Mellitus.
 
Durante a manhã desta quinta-feira foram realizadas actividades educativas sobre a diabetes e sobre a importância da alimentação e do exercício físico. Para além da aferição da glicemia capilar, houve ainda espaço e tempo para o exercício físico com uma muito animada e concorrida aula de Zumba.
 
Esta actividade foi realizada em parceria com a Unidade de Cuidados Continuados (UCC), a Unidade de Saúde Familiar (USF) e Unidade de Cuidados de Saúde Primários (UCSP) e contou com a colaboração da Câmara Municipal de Estremoz e do Intermarché de Estremoz.
Modificado em sexta, 15 novembro 2019 01:41
O auditório da Casa de Estremoz recebe, no próximo dia 19 de Novembro, terça-feira, pelas 18 horas, a apresentação pública das propostas preliminares do Plano de Urbanização de Estremoz e do Plano de Pormenor de Reabilitação Urbana da cidade branca do Alentejo.
 
Estes planos municipais de ordenamento do território estão a ser desenvolvidos pela equipa da Arquipélago, coordenada pelo arquitecto Manuel Lapão, que irá apresentar as propostas preliminares que têm vindo a ser discutidas com o Município estremocense, bem como as respetivas estratégias de intervenção e modelos de desenvolvimento.
 
A realização do Plano de Urbanização da cidade de Estremoz decorre da aplicação da legislação em vigor para os instrumentos de gestão territorial, designadamente do estipulado no Plano Regional de Ordenamento do Território do Alentejo, que determina que todas as sedes de concelho têm que possuir plano de urbanização.
 
Já o Plano de Pormenor de Reabilitação Urbana é elaborado tendo em conta a delimitação da Área de Reabilitação Urbana da cidade de Estremoz e, como o nome indica, pormenoriza as acções, a estratégia de intervenção, o zonamento e o modelo de desenvolvimento urbano para a referida área.