sexta, 05 março 2021

Segundo foi adiantado pela Directora Técnica da unidade, “está resolvido” o surto de Covid-19 que infectou 13 pessoas, entre utentes e funcionárias, no Lar de Santo André, em Estremoz.
 
A responsável da instituição indicou que o novo coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a doença Covid-19, infectou 10 dos 13 utentes do lar e três das nove funcionárias, sem causar "casos graves".
 
Elsa Pingarilho realçou que "o surto foi resolvido internamente e as pessoas infectadas já fizeram testes com resultados negativos”.
 
Em declarações à LUSA, Elsa Pingarilho explicou que, entre os utentes "positivos", foram registados casos "assintomáticos" e outros com "sintomas ligeiros ou moderados", tendo as pessoas sido vigiadas pela equipa clínica do lar, enquanto os três idosos "negativos" ficaram também no lar, mas separados dos restantes.
 
A responsável da Estrutura Residencial para Idosos (ERPI) adiantou que os primeiros casos foram detectados no dia 1 de Fevereiro, quando duas utentes surgiram com "alguns sintomas", tendo feito testes com resultados positivos para a SARS-CoV-2, recebidos no dia 03.
 
A directora técnica referiu ainda que, perante estes "resultados positivos", foi activado o plano de contingência do lar e contactadas as autoridades de saúde, a Segurança Social e a Protecção Civil.
 
No dia 05 de Fevereiro, de acordo com Elsa Pingarilho, foram testados todos os utentes e funcionárias do Lar de Santo André, tendo sido confirmados, no dia seguinte, os restantes casos positivos.
 
O Lar de Santo André é uma das respostas sociais desenvolvidas pelo Centro Social e Paroquial de Santo André, em Estremoz.
 
c/ LUSA
Modificado em quarta, 03 março 2021 12:24
Segundo foi adiantado à agência Lusa pela gerente da unidade, Sónia Linhol, o número de mortes no surto de Covid-19 que eclodiu no Solar do Poço Coberto, em Estremoz, subiu para cinco, sendo que as vítimas mortais são todos utentes da instituição.
 
A primeira morte registada no Solar do Poço Coberto aconteceu a 18 de Fevereiro, tratando-se de uma idosa.
 
Desde essa altura, e segundo foi revelado pela unidade, tiveram lugar mais quatro óbitos de utentes, todos eles com outras patologias associadas: um homem morreu no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), e outro homem e duas mulheres morreram no lar estremocense.
 
Segundo Sónia Linhol, este surto de Covid-19 "está quase resolvido", registando um total de 39 infectados, ou seja, 28 dos 32 utentes do lar tiveram resultados positivos para o novo coronavírus SARS-Cov-2, assim como 11 dos cerca de 30 funcionários.
 
Ainda segundo a gerente da unidade, apenas três dos idosos estão ainda infectados pelo SARS-CoV-2, sendo que dois "estão assintomáticos" e um tem "sintomas ligeiros", havendo ainda oito utentes que fizeram novos testes com "resultados inconclusivos".
 
"As 11 funcionárias infectadas já fizeram novos testes, seis delas com resultados negativos e cinco com resultados inconclusivos", adiantou Sónia Linhol.
 
Segundo a gerente do Solar do Poço Coberto, os utentes que fizeram testes com "resultados positivos" estão naquela casa de repouso, separados dos "negativos".
 
O primeiro caso positivo de Covid-19 no lar foi detectado no dia 05 de fevereiro, quando uma funcionária fez um teste com resultado positivo para a SARS-CoV-2, tendo no dia 08 sido testados todos os utentes e funcionários do lar, adiantou a responsável.
 
c/ LUSA
Modificado em quarta, 03 março 2021 12:25
E está apresentada, oficialmente, a primeira candidatura às eleições autárquicas de 2021 no concelho de Estremoz.
 
O Engenheiro Biofísico Jorge Canhoto será o cabeça de lista do Nós, Cidadãos! à Câmara Municipal de Estremoz.
 
Jorge Canhoto, de 52 anos, foi vereador da Câmara Municipal de Estremoz, entre 2005 e 2009, eleito nas listas do Partido Socialista, tendo a seu cargo os pelouros de “Ambiente e Ordenamento do Território”, “Juventude e Desporto” e “Cemitérios”.
 
Actualmente desempenha a função de Gestor de Projectos na FUTURIS - Associação de Reabilitação, Apoio e Solidariedade Social, tendo anteriormente sido Director Executivo na CERCIEstremoz.
 
Em nota de imprensa enviada à comunicação social, é referido que o “movimento cívico “Por Estremoz”, patrocinado pelo Nós, Cidadãos!” e que será encabeçado por Jorge Canhoto, surge “tendo presente a necessidade da construção de uma solução autárquica politicamente consistente, sem preconceitos ideológicos (de esquerda ou de direita), que pugna por uma democracia autêntica, verdadeiramente focada nos interesses dos cidadãos e legitimada pela sua participação regular, com uma estratégia de gestão dirigida às pessoas e temporalmente de médio e longo prazo, assente num projeto de desenvolvimento que assuma os munícipes como o ponto central”.
 
Na mesma missiva é descrito que “com esta atitude diferente, refrescante, inovadora”, o Nós, Cidadãos! pretende “colocar a democracia e as pessoas no centro da tomada de decisão ao mesmo tempo que se assume um papel activo fundamental no processo de renovação e inovação do Município de Estremoz”.
 
No comunicado é ainda salientado que o Nós, Cidadãos! acredita “que é possível uma visão e um caminho diferente, com futuro, onde todos contam, um caminho colectivo onde ninguém fica para trás e que resulte do melhor de cada um” acreditando “na inclusão e na participação de todos quantos vivem e sentem esta terra como sua” assentando a sua proposta de candidatura “em vários pilares, consolidados naquilo que de mais rico tem o concelho de Estremoz, as pessoas”.  
Modificado em segunda, 01 março 2021 13:13
Registou-se na manhã deste sábado, dia 27 de Fevereiro, a actualização dos dados Covid-19 nos concelhos que fazem parte do Alentejo Central, e consequentemente no concelho de Estremoz.
 
Destaque no relatório do dia de hoje, para o facto de se verificar no concelho estremocense, desde a última actualização de dados, ocorrida durante a manhã da passada sexta-feira, mais dois casos de pessoas infectadas com SARS-CoV-2, o novo coronavírus. De salientar ainda o facto de, nas últimas 24 horas, o Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS Alentejo) dar como certa a recuperação da doença provocada pela Covid-19, de 16 pessoas no concelho de Estremoz. O último boletim divulgado pelo Departamento de Saúde Pública da ARS Alentejo regista mais duas vítimas mortais no concelho de Estremoz.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar junto de fonte do Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS Alentejo), estão actualmente registados no concelho de Estremoz, 65 casos activos de pessoas infectadas com Covid-19, menos 17 casos em relação à última divulgação de dados.
 
Ainda segundo a mesma fonte, estes números dizem respeito ao relatório que assinala a situação epidemiológica no concelho até às 00 horas do dia 25 de Fevereiro.
 
Desde o início da pandemia de Covid-19 no nosso país, o concelho de Estremoz registou 1082 casos positivos, estando actualmente dados como recuperados 985 cidadãos e havendo o registo de 32 óbitos.
 
 
 
 
Modificado em sábado, 27 fevereiro 2021 19:36
Depois de o mesmo ter sido aprovado, por unanimidade, na última reunião do Executivo da Câmara Municipal de Estremoz, realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, no passado dia 17 de Fevereiro, foi esta semana publicado em Diário da República, o anúncio do concurso público relativo à empreitada de Requalificação do Espaço Público do Largo 25 de Abril, na freguesia de Veiros.
 
A empreitada agora lançada tem um valor base de procedimento de 304.028,70€ (a que acresce o IVA à taxa legal em vigor) e um prazo previsto de execução do contrato de 120 dias.
 
Com esta obra, o Município de Estremoz pretende requalificar este espaço público para que o mesmo seja utilizado pela maior parte da população da vila, assim como pelos visitantes, tornando-o um espaço aprazível, confortável, atractivo no que respeita a estadia, utilização e referencial enquanto "Ponto de Encontro", local de continuação de instalação da tradicional "Feira de Ramos", assim como para futuras realizações de eventos, de género e características diferenciadas.
Modificado em quinta, 25 fevereiro 2021 00:41
Está praticamente ultrapassado o surto de Covid-19 que assolou o Recolhimento de Nossa Senhora dos Mártires (RNSM), em Estremoz.
 
Durante o dia de hoje, 24 de Fevereiro, quarta-feira, a instituição estremocense recebeu o resultado dos últimos testes de despistagem à Covid-19 efectuados tanto por utentes, bem como por funcionários.
 
Segundo informações prestadas ao Ardina do Alentejo por um elemento da Direcção daquela Estrutura Residencial para Idosos (ERPI) sediada no concelho de Estremoz, ainda testaram positivo à SARS-CoV-2três utentes, que se encontram assintomáticos e sem possibilidade de transmitirem o vírus”. A mesma fonte referiu que foram dados como inconclusivos os testes efectuados a sete utentes.
 
Encontra-se ainda internado no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) um utente, do sexo masculino.
 
Em relação aos funcionários, e ainda segundo o elemento da Direcção do RNSM, os mais recentes testes realizados revelaram que um trabalhador “ainda se encontra positivo, e um outro testou inconclusivo”. Estão actualmente em casa, a cumprir o período de isolamento profilático, três trabalhadores da instituição. Encontra-se igualmente internada no Hospital do Espírito Santo de Évora, uma funcionária.
 
Este surto de Covid-19 no Recolhimento de Nossa Senhora dos Mártires infectou 74 pessoas, nomeadamente 56 do total de 60 utentes do lar e 18 funcionários, tendo provocado a morte a 12 utentes, sete homens e cinco mulheres, tendo o último óbito sido declarado na tarde desta quarta-feira. Ao que conseguimos apurar, tratava-se de um utente, do sexo masculino, que se encontrava internado no HESE, há já alguns dias.
 
A mesma fonte do Recolhimento de Nossa Senhora dos Mártires referiu ainda que “muito importante no ultrapassar de toda esta situação foi a ajuda prestada pela Brigada de Intervenção Rápida, enviada através da Segurança Social, que nos deu um apoio incrível”.
Modificado em quarta, 24 fevereiro 2021 18:47
Registou-se na manhã desta quarta-feira, dia 24 de Fevereiro, a actualização dos dados Covid-19 nos concelhos que fazem parte do Alentejo Central, e consequentemente no concelho de Estremoz.
 
Destaque no relatório do dia de hoje, para o facto de se verificar no concelho estremocense, desde a última actualização de dados, ocorrida durante a manha da passada terça-feira, mais um caso de pessoas infectadas com SARS-CoV-2, o novo coronavírus. De salientar ainda o facto de, nas últimas 24 horas, o Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS Alentejo) dar como certa a recuperação da doença provocada pela Covid-19, de 65 pessoas no concelho de Estremoz.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar junto de fonte do Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS Alentejo), estão actualmente registados no concelho de Estremoz, 83 casos activos de pessoas infectadas com Covid-19, menos 64 casos em relação à última divulgação de dados.
 
Ainda segundo a mesma fonte, estes números dizem respeito ao relatório que assinala a situação epidemiológica no concelho até às 00 horas do dia 22 de Fevereiro.
 
Desde o início da pandemia de Covid-19 no nosso país, o concelho de Estremoz registou 1076 casos positivos, estando actualmente dados como recuperados 964 cidadãos e havendo o registo de 29 óbitos.
 
 
 
 
 
Modificado em quinta, 25 fevereiro 2021 10:50
Na sequência de um acidente de trabalho ocorrido na manhã desta terça-feira, dia 23 de Fevereiro, numa pedreira de mármore localizada na Fonte Moura, na freguesia de Pardais, no concelho de Vila Viçosa, um homem ficou ferido com gravidade.
 
A vítima, um homem de 56 anos, natural de Estremoz, foi resgatado por elementos dos Bombeiros Voluntários de Vila Viçosa, tendo sido imobilizado, para que os operacionais conseguissem efectuar o seu transporte, dentro de uma cuba, até à superfície.
 
Segundo fonte dos Bombeiros Voluntários de Vila Viçosa, "o acidente ocorreu a uma profundidade de aproximadamente de 120 metros".
 
Nuno Pinheiro, Comandante dos Bombeiros de Vila Viçosa explicou à LUSA que o acidente ocorreu numa "pedreira de mármore, tendo um carril de uma máquina de fio diamantado caído em cima do trabalhador”.
 
Segundo o mesmo responsável, "a máquina circula em cima de um carril" e este "estava a ser mudado de sítio, quando o cabo se partiu", o que terá levado a que caísse em cima do homem.
 
Após ser avaliado pelos profissionais de saúde da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Évora, o ferido grave foi transportado no helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), para o Hospital de São José, em Lisboa.
 
Fonte do INEM disse que o alerta para este acidente de trabalho foi dado “às 10:42 horas”.
 
No teatro de operações, a prestar socorro à vítima, estiveram vários operacionais dos Bombeiros Voluntários de Vila Viçosa, a VMER de Évora e ainda a viatura de Suporte Imediato de Vida (SIV) de Elvas, bem como militares da Guarda Nacional Republicana (GNR), num total de 20 elementos, apoiados por sete viaturas, para além do helicóptero do INEM, que se encontra sedeado em Loulé.
Modificado em terça, 23 fevereiro 2021 18:57
Registou-se na manhã desta terça-feira, dia 23 de Fevereiro, a actualização dos dados Covid-19 nos concelhos que fazem parte do Alentejo Central, e consequentemente no concelho de Estremoz.
 
Destaque no relatório do dia de hoje, para o facto de se verificar no concelho estremocense, desde a última actualização de dados, ocorrida durante a noite do passado domingo, mais um caso de pessoas infectadas com SARS-CoV-2, o novo coronavírus. De salientar ainda o facto de, nas últimas 48 horas, o Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS Alentejo) dar como certa a recuperação da doença provocada pela Covid-19, de 12 pessoas no concelho de Estremoz.
 
Ao que o Ardina do Alentejo conseguiu apurar junto de fonte do Departamento de Saúde Pública da Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS Alentejo), estão actualmente registados no concelho de Estremoz, 147 casos activos de pessoas infectadas com Covid-19, menos 11 casos em relação à última divulgação de dados.
 
Ainda segundo a mesma fonte, estes números dizem respeito ao relatório que assinala a situação epidemiológica no concelho até às 00 horas do dia 21 de Fevereiro.
 
Desde o início da pandemia de Covid-19 no nosso país, o concelho de Estremoz registou 1075 casos positivos, estando actualmente dados como recuperados 899 cidadãos e havendo o registo de 29 óbitos.
 
 
Modificado em terça, 23 fevereiro 2021 14:26