quarta, 08 julho 2020
quarta, 08 janeiro 2020 19:24

Alentejano António Maio cai na quarta etapa e sai do top20 na classificação geral do Dakar 2020

Escrito por
Na classificação G2, reservada aos pilotos que não fazem parte da elite da prova “rainha” do todo-o-terreno mundial, António Maio ocupa agora o 18º lugar Na classificação G2, reservada aos pilotos que não fazem parte da elite da prova “rainha” do todo-o-terreno mundial, António Maio ocupa agora o 18º lugar DR
Apesar das dificuldades, o alentejano António Maio, até ontem o melhor português na classificação geral das motos, terminou a quarta etapa da edição de 2020 do Rally Dakar, que ligou Neom a Al-`Ula.
 
Depois de uma queda, o piloto da Yamaha teve de parar, ao quilómetro 30, para reparar a sua moto, o que acabou por lhe custar bastante tempo.
 
Numa altura em que tentava regressar à competição, o piloto natural de Rio de Moinhos, no concelho de Borba relatou ter tido “uma pequena queda, mas a mota é que está mal tratada. Estou a tentar chegar ao fim, mas não está fácil”. António Maio explicou ter partido “a escora da roda. Já meti uma cinta e o volante também não está nas melhores condições. Eu estou bem, a mota é que andou aos trambolhões nas pedras. Eu estou impecável, mas faltam ainda 150 km e vamos tentar chegar ao fim”.
 
É sabido que numa prova como esta, tudo pode mudar de um dia para o outro e foi precisamente isso que aconteceu com o português. Ainda assim, o Capitão Maio conseguiu retomar a prova, recuperar alguns lugares depois do incidente e terminar no 86º lugar, com o tempo de 6h31’26’’, gastando mais de duas horas do que o vencedor da tirada, o chileno Jose Ignacio Florimo, que gastou 4h24’51’’.
 
Na classificação geral das motas, liderada pelo norte-americano Ricky Brabec, aos comandos de uma Honda, António Maio ocupa agora a 36ª posição, a 3h06’28’’ do líder.
 
Na classificação G2, reservada aos pilotos que não fazem parte da elite da prova “rainha” do todo-o-terreno mundial, António Maio ocupa agora o 18º lugar, a mais de duas horas e meia do 1º classificado.
 
Amanhã, dia 9 de Janeiro, realiza-se a 5ª etapa do Rally Dakar 2020, que liga Al-`Ula a Ha'il, numa tirada com 564 km, e que conta com um sector selectivo de 353 quilómetros.
Modificado em quinta, 09 janeiro 2020 17:03

Deixe um comentário