sábado, 21 abril 2018

E no final a ‘Alentejana’ falou polaco!

Escrito por domingo, 29 março 2015 19:10
Pawel Bernas, da Activejet Team, é o grande vencedor da 33ª edição da Volta ao Alentejo em Bicicleta, que hoje terminou na Cidade Europeia do Vinho, Reguengos de Monsaraz. No dia em que a volta passou por Estremoz, e a ‘Alentejana’ chegou ao fim, o polaco cortou a meta, instalada na Praça da Liberdade, em Reguengos de Monsaraz, integrado no pelotão, completando os 804,6 quilómetros totais da competição, em 18 horas, 31 minutos, e 53 segundos.

 
Pawel Bernas venceu a 33ª Volta ao Alentejo, com sete 
segundos de vantagem sobre a dupla composta pelo espanhol Delio Fernandez, da W52 – Quinta da Lixa, e pelo neozelandês Team Axeon, James Oram. O melhor português da ‘Alentejana’ foi Samuel Caldeira, da W52 – Quinta da Lixa, que ficou na quarta posição da geral, a 10 segundos do vencedor.
 
A geral por equipas foi ganha pela equipa do camisola amarela, a polaca Activejet Team, que gastou no total da prova, 55 horas, 36 minutos, e 49 segundos, tendo vencido a tabela classificativa com cinco segundos de vantagem sobre a norte-americana Team Axeon, sobre a holandesa Metec – TKH Continental Team, e sobre a portuguesa W52 – Quinta da Lixa.
 
A última camisola castanha, referente ao vencedor do Prémio da Montanha, foi vestida pelo equatoriano da equipa Ecuador, Bayron Guama de La Cruz.
 
No que diz respeito à camisola verde, referente ao vencedor do Prémio dos Pontos, o último ciclista a envergá-la foi o português Samuel Caldeira, da W52 – Quinta da Lixa.
 
O Prémio da Juventude foi ganho pelo neozelandês da Team Axeon, James Oram. O terceiro classificado da geral, levou para casa, a camisola branca.
 
A última etapa da ‘Alentejana’, que fez a ligação entre Alcácer do Sal e Reguengos de Monsaraz, numa tirada com a distância de 175,1 quilómetros, foi ganha pelo holandês Johim Ariesen, da Metec – TKH Continental Team, que conseguiu assim a sua segunda vitória na prova, depois de ter ganho a terceira etapa, que ligou Portel a Mértola. Johim bateu ao sprint os portugueses Samuel Caldeira, da W52 – Quinta da Lixa, e Daniel Freitas, da Anicolor, segundo e terceiros classificados respectivamente.
 
Terminaram a 33ª ‘Alentejana’, que se iniciou com o maior pelotão de sempre nas estradas nacionais, 143 ciclistas. Durante a prova desistiram 36 atletas.
 
Foto de Ivo Moreira
 
Pawel Bernas venceu a quarta etapa da 33ª Volta ao Alentejo em Bicicleta, uma tirada que teve a distância de 143,7 quilómetros, e que ligou Aljustrel a Vila Nova de Santo André. Esta foi a primeira etapa da ‘Alentejana’ em que a vitória não foi discutida ao sprint.
 
O polaco da Activejet Team chegou à meta, instalada na Avenida de Sines, com cinco segundos de vantagem sobre um quinteto de perseguidores, o espanhol Delio Fernandez, da W52 – Quinta da Lixa, que ficou em segundo lugar na etapa, o português Sérgio Sousa, da LA Alumínios - Antarte, terceiro na tirada, o holandês Jarno Gmelich, da Metec – TKH Continental Team, quarto na etapa, o espanhol Alberto Gallego, da Rádio Popular – Boavista, quinto na tirada, e o neozelandês James Oram, da Team Axeon, que cortou a meta na sexta posição.
 
Bernas é o novo camisola amarela da ‘Alentejana’. O ciclista da Activejet Team tem cinco segundos de vantagem sobre a dupla Delio Fernandez, da W52 – Quinta da Lixa e James Oram, da Team Axeon. Manuel Cardoso, o “TGV do Norte”, que saiu para a quarta etapa na liderança da ‘Alentejana’, caiu para a quarta posição da geral, a 11 segundos de Bernas.
 
A geral por equipas é agora liderada pela equipa do camisola amarela, a polaca Activejet Team, com cinco segundos de vantagem sobre a norte-americana Team Axeon, sobre a holandesa Metec – TKH Continental Team, e sobre a portuguesa W52 – Quinta da Lixa.
 
Hoje, Domingo, corre-se a quinta e última etapa da 33ª Volta ao Alentejo em Bicicleta. São 175,1 quilómetros, que vão ligar Alcácer do Sal a Reguengos de Monsaraz, onde a meta está instalada na Praça da Liberdade. Esta derradeira tirada tem três metas volantes: ao quilómetro 44,4, em Montemor-o-Novo, ao quilómetro 66,4, em Arraiolos, e ao quilómetro 127,4, em Vila Viçosa. A partida será dada às 11.30 horas, estando a chegada prevista para as 15.50 horas.
 
Está a decorrer em Albufeira, desde a passada quarta-feira, 25 de Março, o maior encontro de basquetebol juvenil alguma vez realizado em Portugal. A nona edição da “Festa do Basquetebol Juvenil” termina amanhã, Domingo, dia 29 de Março.
 
Estão presentes na cidade algarvia 72 selecções regionais, em representação de 18 regiões do país, num total de mais de 1300 pessoas, entre atletas, dirigentes, treinadores e juízes.
 
Estremoz está representado na Selecção do Alentejo, através da AJES – Associação Juvenil de Estremoz, por sete elementos, três atletas, dois dirigentes e dois treinadores.
 
A delegação “Estremoz – AJES” é composta por Lara Serrano (atleta, sub-14 feminino), Alexandre Silva (atleta, sub-14 masculino), Diogo Courinha (atleta, sub-16 masculino), Mariana Mendes (dirigente, sub-14 feminino), Rui Fonseca (treinador, sub-16 masculino), João Ramos (treinador-adjunto, sub-16 masculino) e Catarina Nunes (dirigente, sub-16 masculino).
 
A Festa do Basquetebol é uma iniciativa da Federação Portuguesa de Basquetebol, em parceria com a Câmara Municipal de Albufeira e com o apoio da Associação de Basquetebol do Algarve, Imortal Basket Club e Clube de Basquete de Albufeira. O evento conta, ainda, com a colaboração de várias associações distritais de basquetebol de todo o país.
Johim Ariesen, da Metec - TKH Continental Team, venceu a terceira etapa da 33ª Volta ao Alentejo em Bicicleta, que ligou Portel a Mértola, naquela que foi a mais longa tirada da prova, numa distância de 189.6 quilómetros. Apesar da distância, o pelotão rolou a grande velocidade, tendo o vencedor feito uma média superior a 46 km/h. O holandês bateu ao sprint, na chegada que aconteceu na Avenida dos Bombeiros, o camisola amarela Manuel Cardoso, da Team Tavira, e o polaco Pawel Franczac, da Activejet Team.
 
Na geral individual, o “TGV do Norte”, como é carinhosamente apelidado Manuel Cardoso, mantém a liderança, agora com três segundos de avanço sobre Samuel Caldeira, da W52 – Quinta da Lixa, e com seis segundos de vantagem sobre o neozelandês James Oram, da norte-americana Team Axeon. Apesar dos percalços ocorridos na etapa, onde caiu duas vezes, o ciclista da Team Tavira aumentou a vantagem, embora em apenas um segundo, para o segundo classificado. 
 
A geral por equipas é comandada pela portuguesa Efapel, seguida da polaca Activejet Team e da holandesa Metec - TKH Continental Team, todas com o mesmo tempo.
 
No dia de amanhã, Sábado, corre-se a quarta etapa, que liga uma das mais antigas localidades do país, Aljustrel a Vila Nova de Santo André, em plena costa alentejana, numa tirada com a distância de 143,7 km. Haverá metas volantes na passagem pelo Cercal (55,5 km), em Santiago do Cacém (84,2 km) e em Grândola (111,5 km). O último prémio de montanha da 'Alentejana', de 3ª Categoria, acontece na Serra de Grândola (120,7 km). A partida será dada às 12.15 horas, na Avenida 1º de Maio, estando a chegada prevista para pouco antes das 16 horas, na Avenida de Sines.
 
FILME DA ETAPA
META VOLANTE VIANA DO ALENTEJO (26,8 km)
1º - 213 - Tijmen Eising (METEC - TKH CONTINENTAL TEAM)
2º - 2 - Samuel Caldeira (W52 - QUINTA DA LIXA)
3º - 145 - Ruben Guerreiro (TEAM AXEON)
 
META VOLANTE VIDIGUEIRA (56,9 km)
1º - 2 - Samuel Caldeira (W52-QUINTA DA LIXA)
2º - 213 - Tijmen Eising (METEC-TKH CONTINENTAL TEAM)
3º - 151 - Haavard Blika (TEAM COOP-OSTER HUS)
 
META VOLANTE ALJUSTREL (116,5 km)
1º - 162 - Michal Podlaski (ACTIVEJET TEAM)
2º - 198 - Mikel Bizkarra (MURIAS - TALDEA)
3º - 31 - Alejandro Marque (EFAPEL)
 
CHEGADA – MÉRTOLA (189,6 KM)
1º - Johim Ariesen (METEC – TKH CONTINENTAL TEAM)
2º - Manuel  Cardoso (TEAM TAVIRA)
3º - Pawel Franczac (ACTIVEJET TEAM)
 
E após a segunda etapa, que ligou Castelo de Vide a Mora, na distância de 152,5 quilómetros, eis que há novo líder na ‘Alentejana’. Manuel Cardoso, da Team Tavira, enverga a camisola amarela da 33ª Volta ao Alentejo em Bicicleta, depois de ter vencido a tirada, que terminou no Terreiro da Misericórdia, em Mora. O atleta luso venceu ao sprint o compatriota Samuel Caldeira, da W52 – Quinta da Lixa, ficando em terceiro lugar o canadiano Ryan Anderson, da norte-americana Team Optum.
 
A geral individual é agora liderada por Manuel Cardoso, com o mesmo tempo de James Oram, vencedor da primeira tirada da ‘Alentejana’. O terceiro lugar do pódio pertence a Samuel Caldeira.
 
Por equipas lidera a polaca Activejet Team, com o mesmo tempo das portuguesas Rádio Popular/Boavista e Efapel.
 
A terceira etapa, a mais longa da 33ª Volta ao Alentejo em Bicicleta realiza-se amanhã, Sábado, e liga Portel a Mértola, numa tirada com 189,6 quilómetros.
 
FILME DA ETAPA
META VOLANTE NISA (25,5 km)
1º - 194 - Imanol Estevez (MURIAS-TALDEA)
2º - 157 - Frederik Galta (TEAM COOP-OSTER HUS)
3º - 125 - Nielson Powless (USA CYCLING)
 
META VOLANTE PONTE DE SÔR (77,3 km)
1º - 164 - Pawel Franczak (ACTIVEJET TEAM)
2º - 193 - Benat Txoperena Matxikote (MURIAS-TALDEA)
3º - 228 - Albert Torres (ECUADOR)
 
META VOLANTE AVIS (106,1 km)
1º - 21 - Pedro Paulinho (LA ALUMINIOS/ANTARTE)
2º - 02 - Samuel Caldeira (W52/QUINTA DA LIXA)
3º - 11 - César Fonte (RÁDIO POPULAR/BOAVISTA)
 
CHEGADA - MORA (152,5 km)
1º - Manuel Cardoso (TEAM TAVIRA)
2º - Samuel Caldeira (W52/QUINTA DA LIXA)
3º - Ryan Anderson (TEAM OPTUM)
 
Numa chegada ao sprint, o neozelandês James Oram, da equipa norte-americana Team Axeon, venceu na meta instalada na Rua Bartolomeu Álvares da Santa, em Castelo de Vide, a primeira etapa da 33ª Volta ao Alentejo e é o primeiro camisola amarela da “Alentejana”.
 
Na tirada, que ligou Portalegre a Castelo de Vide, numa distância de 143,7 quilómetros, Ruben Guerreiro, igualmente da Team Axeon, equipa liderada por Axel Mercxx, filho da antiga lenda do ciclismo Eddy Mercxx, ficou em segundo lugar, e o espanhol Delio Fernandez, da W52 - Quinta da Lixa, alcançou a terceira posição.
 
Alinharam à partida 179 corredores, em representação de 23 equipas, de oito países.
 
Amanhã, quinta-feira, corre-se a 2ª etapa, uma ligação entre Castelo de Vide e Mora, com a extensão de 152,5 quilómetros com partida às 12.15 horas e passagens por Nisa, Ponte de Sor e Avis, antes da chegada a Mora, prevista para as 15.50 horas.
 
FILME DA ETAPA
META VOLANTE CRATO (16.6 km)
1º - 158 - Oscar Landa (TEAM COOP - OSTER HUS)
2º - 222 - Jose Ragonessi (ECUADOR)
3º - 216 - Sjoerd Kouwenhoven (METEC - TKH CONTINENTAL TEAM)
 
META VOLANTE ALTER DO CHÃO (29.9 km)
1º - 158 - Oscar Landa (TEAM COOP - OSTER HUS)
2º - 216 - Sjoerd Kouwenhoven (METEC - TKH CONTINENTAL TEAM)
3º - 222 - Jose Ragonessi (ECUADOR)
 
META VOLANTE MONFORTE (57.2 km)
1º - 158 - Oscar Landa (TEAM COOP - OSTER HUS)
2º - 222 - Jose Ragonessi (ECUADOR)
3º - 216 - Sjoerd Kouwenhoven (METEC - TKH CONTINENTAL TEAM)
 
PRÉMIO DE MONTANHA – 2ª CATEGORIA (103.4 km)
1º - 221 - Bayron Guama (ECUADOR) 
2º - 12 - Frederico Figueiredo (RADIO POPULAR - BOAVISTA)
3º - 27 - SÉrgio Sousa (LA ALUMINIOS - ANTARTE)
4º - 93 - Hugo Nunes (MAIA - RIBEIRO`S BIKE SHOP)
 
PRÉMIO DE MONTANHA – 3ª CATEGORIA (124.3 km)
1º - 221 - Bayron Guama (ECUADOR)
2º - 12 - Frederico Figueiredo (RADIO POPULAR - BOAVISTA)
3º - 27 - Sérgio Sousa (LA ALUMINIOS - ANTARTE)
4º - 3 - Delio Fernandez (W52 - QUINTA DA LIXA)
 
CHEGADA – CASTELO DE VIDE (143,7 km)
1º - 143 – James Oram (TEAM AXEON)
2º - 145 – Ruben Guerreiro (TEAM AXEON)
3º - 3 – Delio Fernandez (W52 – QUINTA DA LIXA)
 
Cinco etapas, com início em Portalegre e final em Reguengos de Monsaraz, e “o maior pelotão de sempre”. Vai ser assim a 33ª Volta ao Alentejo em bicicleta, que vai estar na estrada entre os dias 25 e 29 de Março deste mês, e que foi hoje, quinta-feira, 19 de Março, apresentada no auditório da Biblioteca de Reguengos de Monsaraz.
 
Segundo revelou hoje, quinta-feira, dia 19 de Março, o Director-Técnico da prova, Joaquim Gomes, a “Alentejana” vai ter este ano "um recorde absoluto" de participantes, com um pelotão de 180 ciclistas de 23 equipas, 12 portuguesas e 11 estrangeiras.
 
O antigo corredor salientou ainda que a Volta ao Alentejo vai continuar a ser "a única prova do mundo por etapas que não apresenta um vencedor repetente", uma vez que este ano não participa nenhum dos anteriores vencedores.
 
O pelotão da “Alentejana” deste ano é constituído por 12 equipas portuguesas, das quais seis do escalão continental (W52/Quinta da Lixa, Rádio Popular/Boavista, LA Alumínios/Antarte, Efapel, Team Tavira e Louletano/Ray Just Energy).
 
Moreira Congelados/Feira/KTM, Anicolor, C.C. José Maria Nicolau, Maia/Ribeiros Bike Shop, Liberty Seguros/Carglass e Sicasal/Constantinos/Udo são as restantes equipas portuguesas em prova.
 
A lista das equipas fica completa com 11 estrangeiras (as norte-americanas USA Cycling, Optum P/B Kelly Benefit Strategies e Axeon, as norueguesas Team Coop/Oster Hus e Team Fix-it.No, a polaca Activejet Team, as espanholas Euskadi e Murias/Taldea, a russa Lokosphinx, a holandesa Metec - TKH Continental e a equatoriana Team Ecuador).
 
À semelhança do que aconteceu no ano passado, a prova tem cinco etapas, num total de mais de 800 quilómetros. O traçado apresenta como novidades o regresso de Portalegre e Beja à lista de localidades por onde passa a prova, ficando de fora Évora, que em 2014 recebeu a chegada da última etapa.
 
A primeira etapa liga Portalegre a Castelo de Vide, num total de 143 quilómetros, sendo a segunda de 152 quilómetros, entre Castelo de Vide e Mora.
 
A terceira tirada da “Alentejana” é a mais longa, com os ciclistas a terem de percorrer quase 190 quilómetros, de Portel a Mértola.
 
No penúltimo dia de prova, o pelotão vai partir de Aljustrel para 143 quilómetros até Vila Nova de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém.
 
Para a derradeira etapa, a organização preparou um total de 175 quilómetros, com partida em Alcácer do Sal e chegada a Reguengos de Monsaraz.
 
A Volta ao Alentejo em bicicleta é organizada pela Podium (ex-PAD) e pela Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC).
 
Etapas:
25 Março - 1ª etapa: Portalegre - Castelo de Vide, 143,7 km.
26 Março - 2ª etapa: Castelo de Vide - Mora, 152,5 km.
27 Março - 3ª etapa: Portel - Mértola, 189,6 km.
28 Março - 4ª etapa: Aljustrel - Vila Nova de Santo André, 143,7 km.
29 Março - 5ª etapa: Alcácer do Sal - Reguengos de Monsaraz, 175,1 km.
 
c/ LUSA
 
É já no próximo Sábado, dia 7 de Março, que se realiza a edição de 2015 do AutoMoreira OffRoad.
 
Com a experiência adquirida nos anos anteriores e com as novidades implementadas para este ano, o 3º Passeio TT AutoMoreira promete ser o mais espectacular de todos aqueles que já foram organizados pela empresa "Paladares e Aventuras" e que contam com o patrocínio oficial do stand AutoMoreira, com a gerência de Luís Moreira
 
A iniciativa começa pelas 07.30 horas, com a recepção dos participantes no stand AutoMoreira, seguida de entrega de lembranças aos condutores e acompanhantes, briefing e pequeno-almoço. 
 
Pelas 08.45 horas, dá-se início ao passeio, com um reforço à moda alentejana, a meio do percurso.
 
A organização prevê que por volta das 15.30 horas irá decorrer o almoço buffet e a abertura da Pista de Trial 4x4.
 
Quando forem 20 horas, no Pavilhão B do Parque de Feiras e Exposições da cidade de Estremoz, será servido o jantar, durante o qual serão entregues prémios e os diplomas aos participantes, bem como será sorteado um fim-de-semana para duas pessoas em Londres.
 
Antecipando a comemoração do Dia Internacional da Mulher, às 23.30 horas, terá inicio o Arraial da Mulher, com um espectacular concerto com o sempre animado Quim Barreiros. A discoteca e a música para dançar promete ficar até nascer o dia, ao som dos Dj’s Zé Lameiras e Miguel Cleto.
 
As inscrições, que têm um custo de 25 euros por pessoa, terminam no dia de hoje, quarta-feira. Para mais esclarecimentos ou informações adicionais, os interessados devem contactar os números 962743648 ou 969153337, ou o e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
 

Barbus Futsal vence Taça do Distrito de Évora

Escrito por sábado, 28 fevereiro 2015 19:29
O Barbus Futsal venceu na tarde de hoje, Sábado, dia 28 de Fevereiro, no Pavilhão Municipal de Redondo, a Taça Distrital de Évora de Futsal Masculino, ao vencer, após prolongamento, o SC Arcoense, por 5-4.
 
Depois de estarem a vencer por 4-1, os homens de Borba permitiram a recuperação da equipa verde e branca, que chegaram ao empate a quatro golos, resultado com que terminou o tempo regulamentar e que obrigou a que se jogasse o prolongamento. A equipa do concelho de Borba foi mais forte no tempo extra. Um único golo, apontado na sequência de um livre muito contestado pela equipa de Arcos, durante o prolongamento valeu o título.
 
O Barbus Futsal foi fundado em 2010 e três anos depois, em 2013, sagrou-se Campeão Distrital. Já a equipa do concelho de Estremoz, o SC Arcoense é um histórico clube do distrito eborense, que se estreia este ano na modalidade.
 
No Campeonato Distrital da Associação de Futebol de Évora, ocupam o terceiro lugar, no caso do SC Arcoense e o quarto lugar no caso do Barbus Futsal.
 

Mais Populares