sábado, 16 dezembro 2017
A classe “All Star” do Clube de Futebol de Estremoz e o grupo “Dream Team” da Ginarte brilharam no Gym for Life nacional, que se realizou no Pavilhão Multiusos de Odivelas, no passado fim-de-semana de 22 e 23 de Abril.

 
Classificado como um dos maiores eventos da ginástica nacional, o Gym For Life juntou mais de 3150 participantes. 
 
Este grande espectáculo de ginástica, que encheu as bancadas do pavilhão nos dois dias, foi proporcionado pelas brilhantes exibições das 130 classes participantes em representação de 60 clubes.
Os dois grupos estremocenses tiveram direito a menções. A classe “All Star” do Clube de Futebol de Estremoz, liderada por Andreia Galapito, recebeu a Menção de Prata, enquanto ao grupo “Dream Team” da Ginarte, comandado por Rita Prates, foi atribuída a Menção de Bronze.
 
Organizado pela Federação de Ginástica de Portugal, em parceria com o Ginásio Clube de Odivelas e com o apoio da Câmara Municipal de Odivelas, o evento contou com a presença de algumas das melhores classes nacionais da disciplina. 
 

Segundo a Federação Portuguesa de Ginástica, o Gym for Life “mais do que uma competição é um evento de promoção da ginástica, para todas as idades, com carácter formativo e educativo”.
 
Foram mais de 600 os betetetistas que marcaram presença no passado Domingo, em Estremoz, por ocasião da edição de 2017 do EstremozBike, uma das provas de BTT mais concorridas a Sul do Tejo.
 
A organização não deixou nada ao acaso e preparou por terras estremocenses desafios para todos os gostos, com percursos de 80 quilómetros - Maratona, 50 quilómetros - Meia-Maratona e 30 quilómetros - Mini-Maratona.
 
Com estas distâncias foi assim possível desbravar os trilhos da Serra D'Ossa e ligar os castelos de Estremoz e Evoramonte.
 
EstremozBike é uma organização conjunta das associações desportivas Rota D'Ossa e Sobe e Desce Team, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz e de várias entidades locais, e que tem o Ardina do Alentejo como media partner do evento.
 
Maratona Geral - EstremozBike 2017 - 80 km
1º - José Silva - Newrace/Olympia/Goldnutrition/Racingbikes/BP - Dorsal 1626 - Vet. A - 03h17m09s
2º - Bruno Rosa - Vasconha BTT Vouzela - Dorsal 1213 - Elite - 03h17m12s
3º - Marco Pereira - Churrasqueira Matias - Dorsal 1044 - Vet. A - 03h21m10s
 
Maratona Elites - EstremozBike 2017 - Masculinos - 80 km
1º - Bruno Rosa - Vasconha BTT Vouzela - Dorsal 1213 - 03h17m12s
2º - Filipe Silva - Ajal/printalentejo/mr.pickwick - Dorsal 1549 - 03h24m04s
3º - Osvaldo Sousa - Roodinhas/Santos Silva - Dorsal 1597 - 03h33m56s
 
Maratona Veteranos A - EstremozBike 2017 - 80 km
1º - José Silva - Newrace/Olympia/Goldnutrition/Racingbikes/BP - Dorsal 1626 - 03h17m09s
2º - Marco Pereira - Churrasqueira Matias - Dorsal 1044 - 03h21m10s
3º - Rui Casquinha - Bttseia - Dorsal 1582 - 03h23m22s
 
Maratona Veteranos B - EstremozBike 2017 - 80 km
1º - Fernando Carriço - Clube de Praças da Armada - Dorsal 1594 - 03h41m17s
2º - Hugo Pereira - Individual - Dorsal 1186 - 03h48m57s
3º - Cláudio Rilhó - Adn­Trilhos/ Vendas Novas - Dorsal 1259 - 03h52m55s
 
Maratona Veteranos C - EstremozBike 2017 - 80 km
1º - Pedro Vieira - Salta Pocinhas - Dorsal 1053 - 04h04m24s
2º - Gonçalo Botelho - Salta Pocinhas - Dorsal 1079 - 05h57m25s
3º - Francisco Caetano - Salta Pocinhas - Dorsal 1099 - 05h57m29s
 
Maratona Veteranos Femininos - EstremozBike 2017 - 80 km
1º - Tamara Cardoso - Mtb La Roca - Dorsal 1415 - 05h06m58s
 
Meia Maratona Geral - EstremozBike 2017 - 50 km
1º - Filipe Coelho - Individual - Dorsal 1457 - Vet. A - 02h07m25s
2º - Rui Carvalho - Team Bicicletas Santiago / Acd Carapalha - Dorsal 1478 - Elite - 02h11m31s
3º - Fábio Silva - Roda Livre Cartaxo Team/findmore Consulting - Dorsal 1528 - Elite - 02h13m17s
 
Meia Maratona Elites- EstremozBike 2017 - 50 km
1º - Rui Carvalho - Team Bicicletas Santiago / Acd Carapalha - Dorsal 1478 - 02h11m31s
2º - Fábio Silva - Roda Livre Cartaxo Team/Findmore Consulting - Dorsal 1528 - 02h13m17s
3º - Rui Porto Nunes- Viana Cycles / Scott Portugal / New Race / Maxxis / Ride 100% / Prozis / Northwave / Fox Suspensions / Aerozine - Dorsal 1567 - 02h17m59s
 
Meia Maratona Veteranos A - EstremozBike 2017 - 50 km
1º - Filipe Coelho - Individual - Dorsal 1457 - 02h07m25s
2º - Flávio Santos - Lubrialbi/Casa Benfica Castelo Branco - Dorsal 1039 - 02h15m02s
3º - Pedro Rodríguez - Grupeta 9:30 - Dorsal 1382 - 02h24m54s
 
Meia Maratona Veteranos B - EstremozBike 2017 - 50 km
1º - Guilherme Lopes - Roda Livre Cartaxo Team/Findmore Consulting - Dorsal 1022 - 02h21m03s
2º - Luís Basílio - Ovelha Negra 100 Apoio - Dorsal 1556 - 02h23m09s
3º - Avelino Monteiro - Rodas S. Mamede - Dorsal 1371 - 02h25m06s
 
Meia Maratona Veteranos C - EstremozBike 2017 - 50 km
1º - Jorge Morais - Roda Livre Cartaxo Team/Findmore Consulting - Dorsal 1037 - 02h41m22s
2º - João Bicho - Ases do Pedal - Dorsal 1351 - 02h41m38s
3º - Júlio Ceia - Ases do Pedal - Dorsal 1006 - 02h45m58s
 
Meia Maratona Sub-17 - EstremozBike 2017 - 50 km
1º - Edgar Cordeiro - BTTAssumar/Muachos - Dorsal 1512 - 02h22m33s
2º - João Rebocho - Compinchas do Pedal - Dorsal 1133 - 03h08m40s
3º - João Cotovio - Toka_Mo_Bicho_The_Return Be_Afraid - Dorsal 1486 - 03h26m57s
 
Meia Maratona Sub-30 Femininos - EstremozBike 2017 - 50 km
1º - Patrícia Ricardo - Roodinhas/Santos Silva - Dorsal 1598 - 03h27m43s
2º - Sara Lopes - A.C. BTT Fojo - Dorsal 1379 - 03h43m01s
3º - Ana Salsas - Tartarugas do Açor - Dorsal 1477 - 04h30m54s
 
Meia Maratona Veteranos Femininos - EstremozBike 2017 - 50 km
1º - Marisa Carvalho - Bicisintra/Biciaventura - Dorsal 1009 - 02h52m08s
2º - Alicia Caro - Grupeta 9:30 - Dorsal 1524 - 03h02m22s
3º - Clarisse Fernandes - Brave Top Team - Dorsal 1208 - 03h18m14s
 
Mini Maratona Masters - EstremozBike 2017 - 30 km
1º - Paulo Roseta - Agência Avenida/dhelvetia Equipamentos Ciclismo - Dorsal 1584 - 01h17m07s
2º - Diogo Galego - Clube Ciclista da Igrejinha - Dorsal 1362 - 01h17m15s
3º - André Valadeiro - Individual - Dorsal 1511 - 01h19m42s
 
Mini Maratona Sub-18 - EstremozBike 2017 - 30 km
1º - João Parreira - Ajal­Printalentejo­Ovelha Negra 100 Apoio - Dorsal 1492 - 01h12m52s
2º - João Bandeiras - BTTAssumar/Muachos - Dorsal 1513 - 01h13m13s
3º - Rodrigo Laranjeira - CCBTT Elvas - Dorsal 1354 - 01h17m20s
 
Mini Maratona Masters Femininos - EstremozBike 2017 - 30 km
1º - Patrícia Matias - Churrasqueira Matias - Dorsal 1112 - 01h39m58s
2º - Raquel Trindade - 24H Altimetria - Dorsal 1412 - 01h45m15s
3º - Cláudia Leirão - Individual - Dorsal 1376 - 01h50m14s
 
Mini Maratona Sub-18 Femininos - EstremozBike 2017 - 30 km
1º - Margarida Matos - A.C. BTT Fojo - Dorsal 1235 - 01h46m53s

Ao derrotar a equipa do Juventude de Évora por esclarecedores 3-0, a formação de Iniciados do Clube de Futebol de Estremoz venceu ontem, 
domingo, 2 de Abril, no Campo Municipal de Arraiolos, a Taça Distrito de Évora.
 
Os golos dos comandados pela dupla Pedro Gato/Jorge Fonseca foram marcados por Bruno Freitas, por duas vezes, e por Tiago Gualdino, na conversão de uma grande penalidade.
 
Luís Vieira, Guilherme Souza, Dinis Balejo, Carlota Russo, Tiago Gualdino, Miguel Capitão, José Catita, Gonçalo Mileu, Diogo Anastácio, Ricardo Cavaco, Jorge Monteiro, Afonso Rosado, Tomás Catambas, Carlos Coelho, Tiago Gonçalves, Dinis Gualdino, João Cunha, João Machado e Gonçalo Francisco já estão na história, não só do clube encarnado, mas também do futebol distrital, ao sagrarem-se Campeões da Taça Distrito de Évora, época 2016/2017.
 
Para além dos “misters” Pedro Gato e Jorge Fonseca, o massagista António Matuto e o Director José Coelho completam a equipa técnica dos iniciados estremocenses.
 
Na chegada a Estremoz, os jovens campeões fizeram a festa na Rotunda dos Combatentes.
 

Futebol - SC Arcoense sobe para a Divisão de Elite

Escrito por segunda, 27 março 2017 02:47
Ao vencer no Campo 12 de Julho, em Arcos, no passado Domingo, a formação do Corval por esclarecedores 3-0, a equipa do SC Arcoense garantiu a subida de divisão, a terceira na história deste clube do concelho de Estremoz.
 
Numa tarde chuvosa, no dia em que se disputava a última jornada do Campeonato Distrital da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Évora (AFE), e num jogo em que apenas a vitória servia os seus intentos, os comandados de Hugo Painho atingiram o objectivo primordial da temporada: a subida à Divisão de Elite da AFE.
 

Os golos verde e brancos foram apontados por André Pucarinhas, Luís Miguel “Galinha” e pelo “eterno capitão” Carlos Sapateiro “Catá”.
 
O SC Arcoense terminou o Campeonato Distrital da Divisão de Honra da AFE, na segunda posição, com 30 pontos, fruto de nove vitórias, três empates e quatro derrotas. A formação treinada por Hugo Painho apontou 43 golos e sofreu apenas 16. Acompanham os “leões” de Arcos na subida de divisão, a equipa do GD Portel, que terminou a competição com 44 pontos, e sem conhecer o sabor amargo da derrota, tendo somado às 14 vitórias apenas dois empates.
 
Na sua página pessoal na rede social Facebook, Hugo Painho, o “mister” do SC Arcoense, já reagiu a esta subida de divisão: “Há uns largos meses atrás várias pessoas me questionaram do "Porquê da minha decisão em ir treinar uma equipa que estava sem competir... que iria começar do zero… e que o futuro poderia ser, no mínimo, difícil..."
Já nem me recordo, mas sei que a minha resposta andou sempre próxima desta: "O futuro dará a resposta a essas questões!"
Hoje... aqui está a resposta!
Somos vice-campeões, subimos de divisão pela terceira vez na história deste grande clube, mas principalmente e mais importante que tudo: formámos um grupo ímpar, transportámos a amizade para dentro do balneário e estendemo-la para dentro das 4 linhas… Trabalhámos muito… e por isso merecemos esta festa!
Obrigado à direcção, obrigado aos adeptos, obrigado a todos os que acreditam no meu trabalho, mas principalmente, obrigado aos meus atletas e companheiros de equipa técnica… Esta subida de divisão é vossa!
 
A outra equipa do concelho de Estremoz que disputava a Divisão de Honra da AFE, o CF Estremoz, termina o campeonato na quinta posição, com 20 pontos. Os comandados de David Lopes alcançaram cinco vitórias, cinco empates e seis derrotas, tendo marcado apenas 13 golos e sofrido 36.
O Campeonato Regional de Categorias da Associação de Natação do Alentejo, realizou-se conjuntamente com a Associação de Natação do Interior Centro, entre os dias 17 e 19 de Março, em Ponte de Sôr.
 
Participaram 200 atletas das categorias de Infantis, Juvenis e Absolutos, em representação de 21 clubes da área geográfica das duas associações regionais, que abrangem os distritos da Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Évora, Beja e concelhos do Litoral Alentejano.
 
O Clube de Futebol de Estremoz/Estremozcarnes foi um dos emblemas representado, e bem, pelos seus atletas. Pode-se mesmo considerar um Campeonato Regional em grande para o “Estremoz”, como demonstram os 10 títulos de Campeão Regional, 18 de Vice-Campeão, 12 terceiros lugares, 65 recordes pessoais, um recorde regional, 12 recordes do clube em categorias, cinco recordes do clube absolutos e dois mínimos para provas de âmbito nacional (Torneio Zonal e Nacional de Infantis).
 
Os títulos de Campeão Regional pertencem a João Barrulas, nas provas de 50, 100 e 200 metros bruços, 50 livres e 100 estilos, a Ana Fonseca, nas provas de 100 e 200 metros mariposa, 200 e 400 estilos, e a Pedro Massas, nos 1500 metros livres. 
 
Os vice-campeões foram Alexandra Reis, nas provas de 100 e 200 costas, 50 mariposa, 100 e 200 metros bruços, 100 livres e 200 estilos, Matilde Pires, nas provas de 100 e 200 costas e 100 e 200 metros bruços, Ruben Ourelo sagrou-se vice-campeão nos 1500 metros livres, João Pires nos 50 metros mariposa, David Pomar nos 100 metros bruços, Luís Gancho nos 200 metros bruços, e João Barrulas nos 50 e 200 costas e 200 metros estilos.
 
Ao terceiro lugar do pódio subiram Alexandra Reis, nos 50 metros costas, 50 livres e 50 bruços, Matilde Pires, nos 100 livres e 200 metros estilos, Ana Fonseca, nos 200 metros costas, Marta Candeias, nos 200 metros livres, João Pires, nos 100 metros mariposa, Ruben Ourelo, nos 800 metros livres, e a equipa de estafeta feminina, com Natacha Brites, Marta Candeias, Ana Fonseca e Matilde Pires, na prova de 4x200 metros livres. Nas provas de estafeta, destaque ainda para o quarto lugar nos 4x50 metros estilos, da equipa masculina constituída por André Fróis, João Barrulas, João Pires e Pedro Massas.
 
Os recordes do clube foram obtidos por Ana Fonseca, nas provas de 400 estilos e 100 metros mariposa, na categoria de Infantil A, Ruben Ourelo, na prova de 1500 metros livres na categoria de Júnior, João Barrulas, nas provas de 50 livres e 100 metros bruços na categoria de Juniores, sendo ambas também recorde absoluto e recorde regional júnior na prova de 100 metros bruços, Alexandra Reis, Juvenil A, bateu o recorde da categoria nos 50 e 100 costas, 50 e 100 livres, 100 e 200 metros bruços, sendo as provas de costas também recorde absoluto do clube. A equipa de estafeta feminina, com Natacha Brites, Marta Candeias, Ana Fonseca e Matilde Pires alcançou novo recorde Infantil A e Absoluto na prova de 4x200 metros livres.
 
Ana Fonseca foi a nadadora que alcançou mínimos de participação no Torneio Zonal de Infantis e Campeonato Nacional da mesma categoria, na prova de 100 metros mariposa.
 
Os recordes pessoais foram obtidos um pouco por todos os nadadores, o que demonstra a consistência da equipa e bom trabalho do técnico Tiago Santos.
Os trilhos da Serra d’Ossa receberam mais uma edição do Trail Cidade de Estremoz.
 
A prova, que já vai na sua terceira edição, decorreu no passado domingo, dia 12 de Março, e contou com a participação de mais de 500 atletas, divididos pelos vários escalões e distâncias em competição.
 
Com partida junto à Fonte do Cerejal, na freguesia de Glória, e chegada em frente ao edifício dos Paços do Concelho, o III Trail Cidade de Estremoz dividia-se em três distâncias: Mini-Trail, com 13 quilómetros, Trail Curto, na distância de 23 quilómetros, e Trail Longo, com 33 quilómetros.
 
Paralelamente a estas três distâncias, foi ainda colocada à disposição dos acompanhantes dos atletas e de todos aqueles para quem o trail ainda se torna um desafio, a realização de uma caminhada com sensivelmente oito quilómetros.
 
Esta edição de 2017 do Trail Cidade de Estremoz, veio alterar o paradigma da competição, que deixou de ser apenas uma prova desportiva, para ser também uma iniciativa com uma forte componente familiar, dado o elevado número de famílias que resolveram fazer a prova em conjunto, com pais e filhos a discutirem os melhores tempos entre si, mas também pelo número de familiares dos atletas que os esperavam na linha de meta.
 
O Mini-Trail foi ganho por José Ganso, do Sporting Clube Viana Do Alentejo/Luís Branco Running Team, que gastou 1h06m37s, a concluir os 13 quilómetros da prova. A primeira senhora a concluir o Mini-Trail foi Nuria Guzman, da AD Ialbax, que completou a prova em 01h22m46s.
 
Tiago Valério, da ACPortalegre/UTSM, foi o vencedor do Trail Curto. Valério completou os 23 quilómetros da prova em 01h44m21s. Júlia Alves, da ACM Montemor a Correr, foi a senhora mais rápida no Trail Curto, tendo feito o tempo de 02h28m23s.
 
 A III edição do Trail Cidade de Estremoz teve como vencedor absoluto Ezequiel Lobo, do Sporting Clube Viana Do Alentejo/Luís Branco Running Team. O também vencedor da edição de 2016, gastou 02h37m44s, a completar os 33 quilómetros do Trail Longo. A primeira senhora a concluir o Trail Longo foi Dália Rato, da equipa Bootcamp - Sesimbra, que completou a prova em 04h01m52s.
 
O III Trail Cidade de Estremoz foi uma organização do COAAL - Clube de Orientação do Alto Alentejo, que contou com o apoio da Câmara Municipal de Estremoz, e de diversas empresas e entidades.
 
III Trail Cidade de Estremoz - Classificações
Alinharam à partida do III Trail Cidade de Estremoz, instalada junto à Fonte do Cerejal, na Freguesia de Glória, 511 atletas, tendo chegado à meta, situada em frente ao edifício dos Paços do Concelho, 460 corredores.
 
TRAIL LONGO - 33 KM
Classificação Geral Masculina
1º - Ezequiel Lobo - Sporting Clube Viana Do Alentejo/Luís Branco Running Team - 02h37m44S
2º - Marco Nabais - AC Portalegre/UTSM - 02h50m24s
3º - Nelson Nunes - Individual - 02h55m03s
 
Classificação Geral Feminina
1ª - Dália Rato - Bootcamp Sesimbra - 04h01m52s
2ª - Carla Ramos - Évora Night Runners - 04h12m10s
3ª - Maria Rodrigues - Correr em Évora - 04h12m22s
 
Classificação Geral Equipas
1ª - Sporting Clube Viana Do Alentejo/Luís Branco Running Team
 
TRAIL CURTO - 23 KM
Classificação Geral Masculina 
1º - Tiago Valério - AC Portalegre/UTSM - 01h44m21s
2º - Diogo Vieira - AC Portalegre/UTSM - 01h51m57s
3º - João Canelas - Atletismo Junta Freguesia Nª Sª Machede - 01h52m33s
 
Classificação Geral Feminina
1ª - Júlia Alves - ACM Montemor a Correr - 02h28m23s
2ª - Maria Monraia - AD Ialbax - 02h31m48s
3ª - Helena Marques - Individual - 02h35m58s
 
Classificação Geral Equipas
1ª - AC Portalegre/UTSM
 
MINI TRAIL - 13 KM
Classificação Geral Masculina
1º - José Ganso - Sporting Clube Viana Do Alentejo/Luís Branco Running Team - 01h06m37s
2º - José Pernas - Kainagua - 01h11m07s
3º - Jaime Oliveira - Crédito Agrícola Estremoz - 01h11m09s
 
Classificação Geral Feminina
1ª - Nuria Guzman - AD Ialbax - 01h22m46s
2ª - Paula Barracho - Team One - 01h23m49s
3ª - Lídia Calado - Individual - 01h31m05s
 
Classificação Geral Equipas
1ª - AD Ialbax
Realizou-se na Piscina Municipal de Grândola, no passado sábado, dia 11 de Março, o Torneio Regional de Cadetes e Grupos de Formação da Associação de Natação do Alentejo, o segundo da época 2016/2017.
 
Participaram 133 crianças, entre os 7 e os 12 anos, de dez clubes. Zona Azul de Beja, Aminata de Évora, Centro Republicano Aljustrelense, Clube de Futebol de Estremoz/Estremozcarnes, Clube Natação do Litoral Alentejano (Sines), Clube Náutico do Guadiana (Vila Real de Santo António), Grupo Desportivo de Mora, Grândola Sports Club, Louletano e Núcleo Desportivo e Cultural de Odemira foram os emblemas em prova.
 
Participação muito positiva a dos jovens nadadores de Estremoz, com destaque, na categoria de Grupos de Formação, para o primeiro lugar de Eric Frade, na prova de 25 metros pernas bruços. Na mesma prova, mas em femininos, Erica Rodrigues ficou em terceiro lugar e Alexandre Lopes, também nos 25 metros pernas bruços, classificou-se em oitavo lugar.
 
Na categoria de Cadetes, Carolina Fonseca foi segunda classificada nos 100 metros bruços/crol, Tiago Gomes ficou em quarto nos 100 metros estilos, Beatriz Arvana foi oitava classificada nos 100 metros costas/bruços, Guilherme Caneiras ficou em oitavo lugar nos 100 mariposa/costas, e Nuno Saramago em décimo nos 100 metros costas/bruços.
Carlos Barbero, da Movistar Team, tornou-se, no dia de ontem, Domingo, em Évora, o primeiro corredor a inscrever, por duas vezes, o nome na lista de vencedores da Volta ao Alentejo em Bicicleta. O espanhol, de 25 anos, quebrou uma “teimosia” que durou 34 edições, fazendo da “Alentejana” um caso desportivo único no mundo do ciclismo em provas por etapas.
 
Sem ganhar uma única vez, mas “especialista” em aproveitar todas as oportunidades para bonificar, Barbero mal terminou a prova fez questão de aguardar em plena recta da meta para saudar os companheiros de equipa e festejar a vitória em conjunto. “Sem os meus colegas de estrada nada seria possível, tenho de agradecer o trabalho de toda a semana porque foram espectaculares”, desabafou o corredor de Burgos. “Queria quebrar esta famosa tradição. É algo muito importante para mim”. E assim se fez história na Volta ao Alentejo!
 
Ao fim de cinco dias a percorrer todas as latitudes da região alentejana, uma Évora solarenga e com uma imensa multidão espalhada nos últimos metros do percurso, que terminou na Praça do Giraldo, assistiu a novo triunfo de etapa do colombiano Juan Molano Benavides, da Manzana Postobón Tea, na última tirada da “Alentejana”. Sebastian Molano, como é mais conhecido fora da Europa, provou, tal como na chegada a Mértola, ser bastante forte em sprints discutidos em plano inclinado e empedrado. Christopher Lawless, da Axeon Hagens Berman, e Dylan Page, da Caja Rural Seguros, chegaram à cidade Património Mundial da Humanidade, em segundo e terceiro lugar respectivamente, com o mesmo tempo do vencedor.
 
Por equipas, a quinta etapa da “Alentejana” foi ganha pela norte-americana Axeon Hagens Berman, com o mesmo tempo da segunda classificada, a colombiana Manzana Postobon Tea. A três segundos da equipa vencedora da tirada ficou a W52/FC Porto.
 
Já líder e portador da camisola amarela desde a segunda etapa, Carlos Barbero chegou a Évora no quinto lugar, mas com a vantagem suficiente para “bisar” na “Alentejana” e até porque o segundo na geral, o italiano do Sporting / Tavira, Rinaldo Nocentini, já não assustava. Nas contas finais o “sportinguista” ficou a 16 segundos do líder enquanto o holandês Jasper de Laat, da Metec-TKH, fechou o pódio com mais 25 segundos e a camisola branca, de melhor jovem em prova. O melhor português da geral foi Edgar Pinto, da LA - Metalusa Blacjack, que terminou a competição na sétima posição, a 31 segundos do primeiro classificado.
 
Por equipas, a 35ª Volta ao Alentejo em Bicicleta foi ganha pela norte-americana Axeon Hagens Berman. A colombiana Manzana Postobon Tea, a 32 segundos, e a portuguesa Sporting / Tavira, a 51 segundos, fecharam o pódio da “Alentejana” na classificação geral por equipas.
 
Uma etapa de luta e consagração
O sorriso aberto do astro rei foi o maior amigo da quinta e derradeira etapa da Volta ao Alentejo 2017, tendo encorajado um grupo de cinco corredores a isolar-se na frente, com apenas cinco quilómetros percorridos, depois da partida de Ferreira do Alentejo.
 
Andreas Vangstad, da Team Sparebanken, Julen Irizar, da Euskadi, Adam de Vos, da Rally Cycling, Bas Tietema, da An Post Chain e Marcin Mrozek, da CCC Sprandi não conseguiram nunca grande vantagem porque o pelotão, sobretudo controlado pela Movistar, não permitiu grandes distâncias.
 
O grupo foi alcançado a 25 quilómetros da chegada, mesmo a tempo dos dois primeiros da classificação geral discutirem a Meta Volante de Arraiolos, onde Nocentini conseguiu roubar um escasso segundo a Barbero. A passagem na terra dos tapetes deixou o grupo dividido em dois mas as decisões estavam no primeiro conjunto, onde seguiam os aspirantes à vitória em Évora. Foi em pleno coração da cidade Património da Humanidade que se fizeram as contas finais e se escreveu mais uma página da “Alentejana”.
 
Para além de vencer a camisola amarela, Carlos Barbero, da Movistar Team, garantiu também a camisola preta, da classificação por pontos ou regularidade. Aldemar Ortega, da Manzana Postobón, foi o melhor trepador da “Alentejana” e desde o primeiro dia envergou a camisola castanha.
 
Carlos Barbero, o promissor espanhol
Natural de Burgos, Carlos Barbero tem 25 anos e está a concluir o curso de Engenharia Mecânica Industrial. Iniciou a carreira profissional no ciclismo, em 2012, e um ano depois conseguiu a primeira vitória. Neste momento já soma quatro triunfos. Considerado um dos corredores mais promissores de Espanha, Barbero estreou-se este ano no World Tour com a Movistar e agora marca a história da “Alentejana” ao vencer pela segunda vez.
 
FILME DO DIA
Meta Volante - Alvito - quilómetro 62,8
1º - Andreas Vangstad (Team Sparebanken)
2º - Bas Tietema (Na Post Chain)
3º - Adam de Vos (Rally Cycling)
 
Meta Volante - Alcáçovas - quilómetro 90,4
1º - Andreas Vangstad (Team Sparebanken)
2º - Adam de Vos (Rally Cycling))
3º - Julen Irizar (Euskadi)
 
Prémio de Montanha - Montemor-o-Novo (4ª categoria) - quilómetro 122,6
1º - Marcin Mrozek (CCC Sprandi)
2º - Andreas Vangstad (Team Sparebanken)
3º - Bas Tietema (Na Post Chain)
 
Meta Volante - Arraiolos - quilómetro 144,6
1º - Rinaldo Nocentini (Sporting/Tavira)
2º - Carlos Barbero (Movistar Team)
3º - Logan Owen (Axeon Hagens Berman)
 
Chegada - Évora
1º - Juan Molano Benavides (Manzana Postobón Tea)
2º - Christopher Lawless (Axeon Hagens Berman)
3º - Dylan Page (Caja Rural Seguros)
4º - Jhonnatan Navaez Prado (Axeon Hagens Berman)
5º - Carlos Barbero (Movistar Team)
 
Classificação Geral Individual
1º - Carlos Barbero (Movistar Team) - 20:28:04
2º - Rinaldo Nocentini (Sporting / Tavira) - a 16 segundos
3º - Jasper de Laat (Metec-TKH) - a 25 segundos
4º - Krister Hagen (Team Coop) - a 28 segundos
5º - Edward Dunbar (Axeon Hagens Berman) - a 29 segundos
 
Classificação Geral Equipas
1º - Axeon Hagens Berman (EUA) - 61:25:40
2º - Manzana Postobón Tea (COL) - a 32 segundos
3º - Sporting / Tavira (POR) - a 51 segundos
4º - LA - Metalusa Blacjack (POR) - a 54 segundos
5º - Efapel (POR) - a 1:47 minutos
 
Classificação Geral - Pontos
1º - Carlos Barbero (Movistar Team) - 93 pontos
2º - Rinaldo Nocentini (Sporting / Tavira) - 58 pontos
3º - Juan Molano Benavides (Manzana Postobón Tea) - 54 pontos
 
Classificação Geral - Montanha
1º - Aldemar Ortega (Manzana Postobón Tea) - 20 pontos
2º - Edward Dunbar (Axeon Hagens Berman) - 12 pontos 
3º - Frederico Figueiredo (Sporting / Tavira) - 8 pontos
 
Classificação Geral - Juventude
1º - Jasper de Laat (Metec-TKH) - 20:28:29
2º - Edward Dunbar (Axeon Hagens Berman) - 20:28:33
3º - Logan Owen (Axeon Hagens Berman) - 20:28:34
Carlos Barbero, da Movistar Team, foi batido ao sprint, em cima da linha de meta, em Portel, mas as bonificações - importantíssimas na “Alentejana” - levaram-no à camisola amarela no final da segunda etapa, discutida no dia de ontem, quinta-feira.
 
Com o segundo lugar na etapa, e a passagem em primeiro numa meta volante, o espanhol ganhou protagonismo e passou a liderar a prova, com três segundos de vantagem sobre o anterior comandante, Rinaldo Nocentini, da Sporting-Tavira.
 
Carlos Barbero, vencedor em 2014, está agora ainda mais perto de conseguir quebrar a tradição da “Alentejana”, única prova no mundo, por etapas, que nunca conheceu um duplo vencedor.
 
Os meus colegas protegeram-me muito bem durante todo o dia e só faltou a vitória. Não será fácil chegar ao final com a amarela porque esta prova é muito nervosa, todos os dias se decide ao segundo. Todos me perguntam o mesmo mas eu estou apenas concentrado em trabalhar todos os dias”, explicou o espanhol da equipa Pro Tour Movistar.
 
A chegada a Portel, após 171,3 quilómetros a pedalar a bom ritmo, realizou-se em coluna compacta, e revelou que o Alentejo é um terreno fértil para o holandês Jacob Ariesen, da Metec TKH, que foi o mais forte no sprint e o vencedor da etapa. Em três participações na prova alentejana esta foi a quarta vitória de Ariesen.
 
A chegada foi muito nervosa. Vimos a última curva e já estávamos nos 300 metros... só pensei em arrancar para a vitória! Esta é uma prova muito importante para a equipa e para mim e é muito bom ganhar outra vez aqui. Sou um homem de sprint, não gosto de subidas e como ainda faltam três etapas vou tentar ganhar de novo“ declarou o holandês voador.
 
O terceiro lugar da tirada pertenceu a Colin Joyce, da equipa norte-americana Rally Cycling.
 
Por equipas, a ligação Monforte - Portel foi ganha pela também norte-americana Axeon/Hagens Berman, com o mesmo tempo das portuguesas Louletano - Hospital de Loulé e W52/FC Porto.
 
“Empurrados” pelas bonificações
Os 147 corredores que saíram de Monforte fizeram-no em andamento vivo, com muitas tentativas de fuga. Era a luta pelas bonificações nas metas volantes a falar mais alto! As duas primeiras horas de prova foram percorridas à média de 46 km/h.
 
Na passagem pelo Redondo, segundo “ponto quente do dia”, a guerra envolveu os melhores da classificação geral e, apesar da amarela de Nocentini se vislumbrar entre os que discutiram esse sprint, foi Carlos Barbero quem mais amealhou.
 
Para além de ser o novo camisola amarela, Barbero acumula também a camisola preta da classificação por pontos.
 
Com uma única contagem para o Prémio da Montanha, em Monsaraz, a camisola castanha, reservada aos trepadores, continua na posse do colombiano Aldemar Reyes, da Manzana Postobón Tea. Edward Dunbar, da Axeon/Hagens Berman, é agora o jovem melhor classificado e tem a camisola branca da juventude.
 
De Mourão a Mértola, uma maratona de quilómetros
A terceira tirada, a mais longa, levará a caravana até à capital do Vale do Guadiana. Com 208 quilómetros de extensão, tem início na Praça da República, em Mourão. Totalmente “plana”, sem montanha à vista, os corredores terão oportunidade de bonificar nas metas volantes de Moura, Beja e Castro Verde.
 
A meta instalada em Mértola vai receber o pelotão da 35ª Volta ao Alentejo, perto das 16 horas.
 
FILME DO DIA
Meta Volante - Borba - quilómetro 39,9
1º - Logan Owen (Axeon Hagens Berman)
2º - Matteo Garcia (Efapel)
3º - Angel Rebollido (W52/FC Porto)
 
Meta Volante - Redondo - quilómetro 72,2
1º - Carlos Barbero (Movistar Team)
2º - Daniel Mestre (Efapel)
3º - Rafael Silva (Efapel)
 
Meta Volante - Reguengos de Monsaraz - quilómetro 100,9
1º - Krister Hagen (Team Coop)
2º - Edward Dunbar (Axeon Hagens Berman)
3º - Hakon Trondsen (Team Sparebanken Sor)
 
Prémio de Montanha - Monsaraz (4ª categoria) - quilómetro 117,7
1º - Edward Dunbar (Axeon Hagens Berman)
2º - Hakon Trondsen (Team Sparebanken Sor)
3º - Anton Vorobyev (Gazprom-Rusvelo)
 
Chegada - Portel
1º - Carlos Barbero (Movistar Team)
2º - Jacob Ariesen (Metec TKH)
3º - Colin Joyce (Rally Cycling)
4º - Jan Tratnik (CCC Sprandi Polkowice)
5º - Christopher Lawless (Axeon Hagens Berman)
 

Mais Populares