terça, 25 junho 2019
segunda, 11 maio 2015 10:54

“Pró Diabo Kus Carregue” esgotou Bernardim Ribeiro

Escrito por
Anita Guerreiro e Natalina José juntas no palco da emblemática sala de espectáculos estremocense Anita Guerreiro e Natalina José juntas no palco da emblemática sala de espectáculos estremocense Ivo Moreira
O Teatro Bernardim Ribeiro voltou a viver no passado Sábado, dia 9 de Maio, uma daquelas noites gloriosas à antiga. A revista à portuguesa “Pró Diabo Kus Carregue”, uma produção da C2E, Concepção e Comercialização de Espectáculos, esgotou a lotação da emblemática sala de 

espetáculos estremocense.
 
Natalina José, Anita Guerreiro, Paulo Oliveira, Ana Paula Mota, Luís Viegas e Filipa Giovanni proporcionaram a todos os presentes sonoras gargalhadas e momentos de muita diversão.
 
Carlos Cruz, produtor deste espectáculo, disse aos microfones do “Ardina do Alentejo”, que “valeu a pena vir a Estremoz” e que tem pena que o Bernardim Ribeiro “não seja maior”, para “podermos esgotar ainda com mais gente”. O produtor salientou que a revista “Pró Diabo Kus Carregue” tem “esgotado salas por esse país fora”. Acrescentou que “o público adora o nosso espectáculo. São duas horas em que pelo menos uma hora e três quartos estão a rir, e quando não estão a rir é porque a Anita Guerreiro está a cantar e eles estão a cantar com ela”.
 
Não querendo dizer para quando o regresso de mais uma produção da C2E, Concepção e Comercialização de Espectáculos ao Teatro Bernardim Ribeiro, Carlos Cruz finalizou a entrevista dizendo que “Pró Diabo Kus Carregue” foi a “quarta ou quinta produção” que trouxe a Estremoz, que se dá bem pela cidade branca do Alentejo, que adora vir a Estremoz e que “o teatro é giríssimo”.
 
Modificado em segunda, 11 maio 2015 11:12

Deixe um comentário